Dois autores brasileiros são indicados ao Prêmio Literário de Dublin 2024

Dois autores brasileiros são indicados ao Prêmio Literário de Dublin 2024

Rubinho Vitti

2 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A 29ª edição do Dublin Literary Award, o Prêmio Literário de Dublin, que será realizado em 2024, teve dois brasileiros selecionados. Itamar Vieira Júnior, autor de Torto Arado, e Stênio Gardel, autor de A Palavra que Resta, estão entre os 70 autores que disputam a premiação.

Ambos os autores brasileiros já são bastante premiados. Itamar Vieira Júnior, nascido em Salvador, Bahia, venceu prêmios como Prêmio Leya (2018), Prêmio Oceanos (2020) e o Prêmio Jabuti (2022). Já Stênio Gardel, cearense de Limoeiro do Norte,
foi finalista do Prêmio Jabuti e premiado pelo National Book Award, nos Estados Unidos, na categoria de tradução.

Maior prêmio literário para obras de ficção

Itamar Vieira Júnior concorre ao Prêmio Literário de Dublin pela obra Torto Arado, traduzida para Crooked Plow.

 

O Dublin Literary Award oferece € 100 mil à obra vencedora, o maior prêmio literário do mundo a apenas uma obra de ficção. No caso de obras traduzidas para o inglês, como as de Vieira Júnior e Stênio Gardel, os autores ficam com € 75 mil e os tradutores recebem € 25 mil.

Johnny Lorenz foi o responsável pela tradução de Torto Arado (Crooked Plow, em inglês) e Bruna Dantas Lobato fez a tradução para o inglês de A Palavra que Resta (The Words That Remain).

O vencedor do prêmio será anunciado no dia 23 de maio de 2024.

Bibliotecas pelo mundo indicam as obras

Stênio Gardel é autor de A Palavra que Resta (The Words That Remain), que concorre ao Prêmio Literário de Dublin.

Os 70 livros nomeados para o Prêmio Literário de Dublin foram indicados por 80 bibliotecas de 35 países. Torto Arado foi uma indicação da Biblioteca Municipal do Porto, em Portugal, e a obra A Palavra que Resta foi indicada pela Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles, de Brasília.

Ao todo são três obras originais em português

O moçambicano Mia Couto também entrou na lista de nomeados para o prêmio, sendo o terceiro autor de língua portuguesa concorrendo pelo livro O Bebedor de Horizontes, traduzido por David Brookshaw para The Drinker Of Horizons e indicado pela Biblioteca Nacional de Moçambique.

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?


Avatar photo
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email