Auxílio emergencial na Irlanda: benefício a contaminados pela Covid-19 segue até junho

Auxílio emergencial na Irlanda: benefício a contaminados pela Covid-19 segue até junho

Rubinho Vitti

4 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O auxílio emergencial na Irlanda a pessoas que se contaminaram com a Covid-19 foi extendido até 30 de junho de 2022. O Departamento de Proteção Social do país anunciou que provem estar positivadas com a doença e precisam se afastar do emprego podem aplicar ao Enhanced Illness Benefit (EIB) e receber o pagamento de 350 euros por semana.

De acordo com o órgão, uma semana é considerada tempo suficiente para recuperação e volta ao trabalho, mas se houver agravamento o beneficiado poderá ficar isolado por mais tempo e seguir recebendo o auxílio.

Até agora, já são €230 milhões de euros destinados ao EIB, referente ao suporte de 374.500 pessoas.

Auxílio emergencial na Irlanda: governo fecha programa para novos beneficiados

Auxílio Emergencial na Irlanda para pessoas que perderam o emprego foi fechado a novos beneficiados. Foto: Unsplash

O governo irlandês modificou os planos o Pandemic Unemployment Payment (PUP), auxílio emergencial na Irlanda, após a divulgação da reabertura do país.

O auxílio foi fechado para novas inscrições no sábado, 22 de janeiro. Além disso, a agenda de pagamentos dos que ainda estão sendo auxiliados mudou.

A partir de 8 de março, qualquer pessoa que ainda receba o PUP passará a uma taxa semanal de € 208. Isso representa uma extensão de quatro semanas no que foi anunciado anteriormente (veja abaixo).

Os beneficiários de PUP começarão a fazer a transição para o pagamento do auxílio desemprego. Caso sejam qualificados, passarão a receber a taxa padrão a partir de 5 de abril.

Agenda de encerramento do auxílio emergencial na Irlanda continua

O auxílio emergencial na Irlanda — PUP (Pandemic Unemployment Payment) — já começou a ser diminuído gradualmente e as mudanças — planejadas para ocorrer até fevereiro de 2022 — agora seguem até março de 2022, quando ele será encerrado.

Desde 7 de setembro de 2021, estudantes pararam de receber os pagamentos e trabalhadores desempregados que continaram recebendo o auxílio emergencial tiveram descontados 50 euros no total semanal a partir daquela data.

De acordo com a regra, o grupo de trabalhadores que recebia 250 euros semanais, passou a receber a taxa mais baixa de 203 euros, ocorrendo, então, uma transição deste grupo para o sistema regular de pagamentos a desempregados, o “Jobseeker”.

Entenda como são feitos os cortes do auxílio emergencial na Irlanda

Valor inicial do pagamento PUP por grupos:

  • Grupo 1 (ganhava € 400/semana) – PUP de € 350/semana
  • Grupo 2 (ganhava € 300 a € 399.99/semana) – PUP de € 300/semana
  • Grupo 3 (ganhava € 200 a € 299.99/semana) – PUP de € 250
  • Grupo 4 (ganhava menos de € 200/semana) – PUP de € 208

As três fases do corte do auxílio emergencial na Irlanda:

  • Primeiro corte – € 50 em 7 de setembro (grupos 4 e 3 integrados ao Jobseeker’s Benefit — adiado para 26/10)
  • Segundo corte – € 50 em 16 de novembro (grupo 2 integrado ao Jobseeker’s Benefit)
  • Terceiro corte – € 50 em 8 de março de 2022 (grupo 1 integrado  ao Jobseeker’s Benefit)

Leia também: Auxílio emergencial: Irlanda muda regras de cobrança de impostos em 2021

Transição para Jobseeker: como fuciona?

Auxílio emergencial na Irlanda começou a ser reduzido a partir de setembro, e será cortado inteiramente em fevereiro de 2022. Foto: lilzidesigns on Unsplash

De acordo com documento divulgado pelo governo, os trabalhadores que chegaram à taxa mais baixa e querem fazer a transição para o “Jobseeker” deverão responder um formulário do Departamento de Welfare.

O Departamento afirmou que envia mensagens individualmente aos beneficiários.

Departamento segue em busca de fraudes

O Departamento de Social Welfare tem executado verificações em pagamentos como os dados em relação aos registros de receita, examinando casos em que a mesma conta bancária é usada várias vezes ou casos em que um empregador ou membros do público denunciam.

Este trabalho é realizado pela Unidade de Investigação Especial do Departamento, que inclui mais de 20 Gardaí (policiais) destacados para o Departamento.

Os investigadores já descobriram 19,8 milhões de euros em auílio emergencial na Irlanda indevidamente declarados, com 13.000 pagamentos indevidos até o momento.

Para evitar um pagamento indevido, as pessoas que retornam ao trabalho devem encerrar sua solicitação e podem fazê-lo facilmente em www.MyWelfare.ie.

Leia também: Lockdown na Irlanda: governo aprova plano de reabertura até agosto

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar