Campos floridos de canola atraem turistas durante primavera na Irlanda

Campos floridos de canola atraem turistas durante primavera na Irlanda

Elizabeth Gonçalves

7 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Belíssimos campos de flores amarelas atraem a atenção de irlandeses e turistas, inclusive brasileiros, durante a primavera na Irlanda.

A paisagem amarelinha é destaque em diversos condados irlandeses e trata-se nada mais do que uma plantação de canola ( ou colza, em inglês, “rapeseed”).

Para encontrar os campos, no entanto, é preciso “caçá-los”, já que eles mudam de um ano para o outro.

Até 2018, Greystones era o principal palco dos campos floridos de canola, porém, desde então, eles não existem mais por lá, apesar de ainda ser possível encontrar alguns terrenos onde a planta ainda persiste florindo no local. 

Onde encontrar os campos de canola na Irlanda

Caminhada entre Bray e Greytones dura 2horas e pode ser realizada a pé ou de bicicleta. Foto: Ávany França

Campos de canola em Greystones, no condado de Wicklow, em foto registrada em 2018. Foto: Ávany França

Na Irlanda, a produção dessa planta se estende por várias regiões. Entre os destaques, estão os condados de Meath, Kilkenny, Wexford, Louth, entre outros.

Um dos mais famosos condados para se encontrar os campos de canola é Donegal, que possui até mesmo uma empresa de mesmo nome que comercializa óleo de canola.

Muitas vezes, as plantações podem ser avistadas bem de longe, nas estradas. Portanto, vale a pena ficar de olho quando for viajar!

Florada da canola dura pouco tempo

Beleza da plantação de Canola produz fotos incríveis. Foto: Ying Feng Johansson | Dreamstime

Beleza da plantação de canola em Greystones (registro de 2018). Foto: Ying Feng Johansson | Dreamstime

Infelizmente, a florada de colza (canola) dura apenas algumas semanas, tendo colheita prevista para o final de julho.

Portanto, se você ainda não conferiu de perto as belezas dessa flor, não perca tempo e aproveite os dias ensolarados da primavera irlandesa para ir atrás de um campo florido de canola!

O óleo vegetal de canola

Rapeseed oil ou óleo de Canola é rico em ômega 3. Foto: Eskymaks | Dreamstime

Flores de Greystones são da ‘rapeseed’, conhecida no Brasil como canola, fornecedora de óleo rico em ômega 3. Foto: Eskymaks | Dreamstime

As sementes de canola são a terceira maior fonte de óleo vegetal do mundo. Assim, após a colheita, as sementes das flores serão utilizadas para a fabricação de um óleo vegetal comestível, em inglês, chamado de rapeseed oil, que é muito utilizado nas cozinhas ao redor do mundo, inclusive as brasileiras.

Considerado completamente seguro para o consumo humano, o óleo extraído das sementes de colza está também entre os mais saudáveis derivados de plantas. Entre os pontos positivos, estão o baixo teor de gordura saturada, além de ser rico em ômega 3, que é responsável pela formação e manutenção das células cardiovasculares e cerebrais, e também a vitamina E, que combate os radicais livres.

IMG_7098

O óleo extraído das sementes de canola está entre os mais saudáveis . Foto: Ávany França

Em termos culinários, é especialmente popular em molhos de saladas e maionese, onde o seu sabor característico de noz adiciona profundidade, textura e complexidade.

Além das propriedades culinárias, esse óleo é também uma importante fonte de biodiesel. Além disso, com uma variação da “rapeseed”, é criado o óleo de canola, que se destaca por ter um baixo teor de ácido erúcico e ser um dos mais saudáveis óleos vegetais.

O mais interessante é que a maioria dos produtores de óleo de “rapeseed” irlandeses utilizam sementes que não passaram por transformações genéticas. Ao contrário de opções geneticamente modificadas provenientes de fabricantes americanos disponíveis no mercado nacional.

Leia também: O que fazer em Wicklow: o condado mais florido da Irlanda

Erramos: Campos de “rapeseed” em Greystones não existe mais. Edição atualizada em 19 de maio de 2021.

Veja também

Irlanda: mapa das cidades, condados e regiões

Elizabeth Gonçalves, Jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há cinco anos e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar