Critical skills na Irlanda: conheça a lista de profissões e saiba como aplicar

Critical skills na Irlanda: conheça a lista de profissões e saiba como aplicar

Rubinho Vitti

2 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A lista de profissões ‘critical skills’ na Irlanda é atualizada constantemente e, por meio dela, é possível conquistar um visto de trabalho no país.

Ou seja, se você não é um cidadão da Área Econômica Europeia (países da União Europeia mais Noruega, Suíça e Islândia) ou, ainda, do Reino Unido e Suíça, é preciso permissão para trabalhar na Irlanda.

O chamado “Critical Skills Employment Permit” é uma das formas de conseguir essa permissão. Ou seja, se você tem uma habilidade que hoje é crítica na Irlanda (falta mão de obra) e é qualificado para atuar nela, isso pode lhe dar um visto de trabalho no país.

A Critical Skills Occupation List (lista de ocupações e habilidades críticas na Irlanda) é feita pelo Department of Enterprise, Trade and Employment e atualizada constantemente.

Neste artigo, vamos entender melhor como funciona essa lista e quais são as profissões consideradas ‘critical skills’ na Irlanda.

Vamos lá?

Quem é elegível para a permissão de trabalho ‘critical skills’ na Irlanda?

Foto: Pxhere

Muitos trabalhos considerados “subempregos” saíram da lista de profissões inelegíveis para visto de trabalho na Irlanda. Foto: Pxhere

Como dissemos, estrangeiros são elegíveis para uma permissão de trabalho se suas funções estiverem na lista de ‘critical skills’ na Irlanda.

Para aplicar para uma permissão de trabalho, o estrangeiro deve ter uma oferta de emprego de uma empresa na Irlanda que apresente os seguintes critérios:

  • função na empresa que se encaixe na lista de ocupações ‘critical skills’ na Irlanda;
  • salário anual de, pelo menos, € 32.000/ano (para diplomados) e € 64.000/ano (para aqueles que possuem experiência relevante)
  • a empresa precisa ter, pelo menos, 50% dos funcionários cidadãos do EEE (Espaço Econômico Europeu);
  • o requisito acima pode ser dispensado no caso de empresas iniciantes apoiadas pela Enterprise Ireland ou IDA Ireland;
  • o candidato deve ter qualificações, habilidades e experiência relevantes necessárias para o trabalho e diploma ou qualificação superior;
  • o candidato deve ter uma oferta de emprego de uma empresa ou empregador que seja registrado na Receita Federal da Irlanda (Revenue), entre outros órgãos;
  • a oferta de trabalho deve ser de dois anos ou mais.

O candidato ao visto de trabalho deve aplicar para a permissão ‘critical skills’ na Irlanda antes de viajar para o país. Se o candidato já mora na Irlanda e tem uma Autorização de Residência Irlandesa (IRP) válida com o carimbo 1, 1A, 2, 2A ou permissão 3, ele pode solicitar a autorização se cumprir os critérios.

Ocupações não inelegíveis para visto de trabalho

Foto: Pxhere

Soldadores e trabalhadores em chapa metálica são algumas das profissões que agora estão entre as permitidas para licença geral de emprego. Foto: Pxhere

Outra forma de conseguir uma permissão de trabalho na Irlanda é aplicar para o General Employment Permit (Licença Geral de Emprego). Tal licença é liberada pelo governo para atrair cidadãos de outros países, fora da União Europeia, para ocupações que vêm enfrentando escassez de mão de obra ou de qualificação, mas não são consideradas “critical skills” na Irlanda.

Porém, para aplicar para o General Employment Permit, a ocupação não pode estar na lista de profissões inelegíveis.

Explicando melhor: a Irlanda tem a Ineligible List of Occupations for Employment Permits. Essa lista exclui qualquer possibilidade de visto de trabalho para essas funções.

Isso significa que a mão de obra estrangeira não é necessária no país, já que há muitos profissionais na área para a demanda necessária.

Viajando à Irlanda para uma entrevista de emprego

Se uma empresa convidar o candidato à permissão de trabalho via ‘critical skills’ na Irlanda para uma entrevista de emprego pessoalmente no país, ele deverá se inscrever para conseguir uma autorização de entrevista que permite a permanência na Irlanda por, no máximo, 90 dias.

Como aplicar para o visto ‘critical skills’ na Irlanda?

Tanto o candidato quanto o empregador podem solicitar a permissão de trabalho ‘critical skills’ na Irlanda junto ao Departamento de Emprego do país.

Principais informações necessárias para aplicar para a permissão de ‘critical skills’ na Irlanda

Informações da empresa

  • Número de registro da empresa
  • Endereço registrado da empresa
  • Nome registrado da empresa
  • Tipo de empresa
  • Natureza do negócio
  • Número de cidadãos do EEE atualmente registrados na empresa
  • Número de cidadãos não pertencentes ao EEE atualmente na empresa
  • Nome, cargo na empresa, número de telefone e endereço de e-mail da pessoa responsável por sua contratação

Informações pessoais do candidato

  • Nome, data de nascimento, sexo, nacionalidade, endereço atual, número de telefone, e-mail
  • Número PPS (se você já tiver um)
  • Número do passaporte e data de validade (o passaporte deve ter validade de, pelo menos, 6 meses)
  • Número do IRP (se já for residente na Irlanda)
  • Detalhes de autorizações de visto anteriores ou empregos no Estado

Informações da função que será exercida

  • Título do trabalho
  • Deveres e responsabilidades detalhadas da função
  • Local do emprego
  • Período de emprego proposto e data de início proposta (a oferta de trabalho deve ser de 2 anos ou mais)
  • Detalhes de qualificações, habilidades, conhecimentos ou experiência necessários para essa função

O checklist com essas e outras informações está disponível neste link.

Para se inscrever, acesse o sistema EPOS (Employment Permits Online) para iniciar a inscrição.

Quanto custa para aplicar para uma autorização de trabalho ‘critical skills’ na Irlanda?

Para finalizar a inscrição para uma autorização de trabalho ‘critical skills’ na Irlanda, é preciso efetuar o pagamento de uma taxa de € 1.000, que pode ser feita pelo candidato ou empregador.

Se a inscrição for recusada, haverá a devolução de 90% da taxa de inscrição.

Como acompanhar o pedido?

O processamento da candidatura pode ser acompanhado pelo site do Departamento de Emprego da Irlanda. Se o seu pedido for recusado, o candidato será informado sobre os motivos específicos da recusa.

É possível apelar da decisão dentro de 28 dias, usando o formulário para enviar uma apelação oficial.

Mais informações podem ser lidas no site oficial do Departamento.

Profissões na lista de ‘critical skills’ na Irlanda

Foto: Pxhere

Profissão de Engenheiro Civil entrou na lista de ‘critical skills’ na Irlanda. Foto: Pxhere

Existem dezenas de profissões que figuram na lista de ‘critical skills’ na Irlanda, entre áreas de engenharia, saúde, ciência e outras.

Vamos listar algumas das principais profissões abaixo (em inglês)

  • Medical laboratory scientists
  • Civil Engineers
  • Mechanical Engineers
  • Electrical Engineers
  • IT specialist managers
  • IT business analysts, architects and systems designers
  • Programmers and software development professionals
  • Medical practitioners
  • Industrial Pharmacists
  • Nursing and Midwifery Professionals
  • Orthoptists
  • Respiratory Physiologist
  • Architect
  • Art Director in 2D or 3D animation
  • Business sales executives
  • International marketing experts

Clicando aqui, você tem acesso à lista completa de profissões que atualmente estão na lista de ‘critical skills’ na Irlanda e os detalhes de cada função.

 

Veja também

Como é o Regime Trabalhista na Irlanda?

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar