Galway, Irlanda: custo de vida, intercâmbio, trabalho e lazer

Galway, Irlanda: custo de vida, intercâmbio, trabalho e lazer

Rubinho Vitti

3 semanas atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

Galway é uma das cidades mais simpáticas da Irlanda. Diferente da capital Dublin e de outras cidades maiores, ela tem um charme que só se encontra no interior do país. Talvez seja por isso mesmo que uma grande quantidade de intercambistas a escolhe para viver.

Distante cerca de 200 km de Dublin, a cidadezinha de 80 mil habitantes mantém seu ar interiorano, o que atrai muita gente que prefere ficar distante de metrópoles. Mesmo assim, Galway é a quinta maior cidade da Irlanda, o que, em termos irlandeses, não quer dizer que seja grande. Muito pelo contrário.

Quem escolhe Galway para viver durante o intercâmbio prima pela qualidade de vida, com mais segurança, saúde, facilidades burocráticas, entre outros pontos. Por tudo isso, ela é considerada uma das melhores cidades para se viver na Irlanda e no topo dos rankings entre sites de viagem e turismo do mundo todo.

Não faltam motivos para querer viver em Galway, na Irlanda, e o E-Dublin vai mostrar alguns deles para se apaixonar por essa cidade mágica.

Vamos lá?

Morar em Galway: sinônimo de qualidade de vida

Foto: PxHere

Galway tem cara de interior, um ponto positivo para quem deseja uma vida mais confortável e vivenciar mais a cultura da Irlanda. Foto: PxHere

Morar em Galway significa ter uma ótima qualidade de vida. De acordo com a organização TelePort, que pontua e monitora a qualidade de vida das cidades mundo afora, Galway apresenta um ambiente de vida muito seguro, com altas classificações em liberdade comercial, saúde e qualidade ambiental.

Para se ter uma ideia, são contabilizados uma média de 0,88 assassinatos com arma de fogo a cada 100 mil habitantes por ano na cidade. Isso significa uma morte desse tipo a cada 645 dias.

A expectativa de vida é de 81 anos, em média. O único ponto fraco do ranking é o clima. São apenas 71 dias de sol no ano todo.

Leia também: Dublin, Cork e Galway estão entre as cidades mais amigáveis do mundo

Quanto custa um intercâmbio em Galway?

Com cerca de 20 mil reais, é possível fechar um pacote de intercâmbio em Galway por oito meses. Isso sem contar os custos com documentação, passagem aérea, comprovação financeira e outros.

O edublin fez um artigo completo sobre quanto custa estudar na Irlanda.

Separamos os custos para o intercâmbio em Galway, abaixo:

Valor dos pacotes de intercâmbio em Galway 
Duração Valor em Reais (aproximado) O que está incluso
1 semana R$ 3.600 a R$ 3.850
  • 1 semana de curso
  • 1 semana de acomodação
  • Matrícula
  • Material
  • Reunião de Pré Embarque
  • Suporte da agência durante o intercâmbio
  • Suporte Psicológico
1 mês R$ 8.225 a R$ 9.545
  • 4 semanas de curso
  • 4 semanas de acomodação
  • Matrícula
  • Material
  • Reunião de Pré Embarque
  • Suporte da agência durante o intercâmbio
  • Suporte Psicológico
6 meses (8 meses de visto) R$ 16.830 a R$ 21.200
  • 25 semanas de curso
  • 1 semana de acomodação
  • Seguro Saúde Gov
  • Exame Final
  • Seguro de Proteção do Estudante
  • Matrícula
  • Material
  • Reunião de Pré Embarque
  • Suporte da agência durante o intercâmbio
  • Suporte Psicológico

Gastos extras:

  • Passagem aérea ida e volta (tarifa estudante): R$ 4.162
  • Comprovação financeira: R$ 22.680 (4.200 euros)
  • Emissão do visto. Aqui, você pode usar parte da comprovação financeira: R$ 1.620 (300 euros)
  • Seguro-viagem (não obrigatório): R$ 5.000
  • Reserva financeira recomendada para que o estudante se mantenha no país até conseguir um emprego: R$ 8.100 (1.500 euros)
  • Material da escola: R$ 216 (mais ou menos 40 euros)

Conheça todos os custos para fazer intercâmbio na Irlanda aqui.

Quanto custa morar em Galway?

De acordo com relatos de intercambistas que vivem em Galway, com cerca de 1.000 euros mensais é possível viver na cidade pagando aluguel, indo ao supermercado e gastando com lazer. O básico, vamos dizer assim.

Se compararmos os gastos no custo de vida em Dublin, vamos perceber que é bem mais barato morar em Galway. De acordo com o site de comparação de preços Numbeo, a cidade é 22% mais barata para se viver que a capital da Irlanda.

Entre as economias feitas ao morar em Galway, está o transporte. Por ser uma cidade pequena, é possível fazer quase tudo de bicicleta ou a pé.

O aluguel é, com certeza, a maior parte dos gastos em Galway. A média é de 400 euros para dividir casa e quarto com outros intercambistas. Um quarto single custa, pelo menos, 700 euros, e o aluguel de um estúdio não fica menos de 1.000 euros.

No supermercado, com cerca de 60 euros por semana, é possível comprar o básico.

Os preços são mais em conta do que na capital Dublin.

Lista de compras em Galway:

  • Leite (normal), (1 litro) – 1,29 €
  • Pão branco fresco (500g) – 1,71 €
  • Arroz (branco), (1kg) – 1,72 €
  • Ovos (normais) (12) – 3,87 €
  • Queijo local (1kg) – 7,20 €
  • Peitos de frango (1kg) – 9,42 €
  • Carne bovina (1kg) – 10,88 €
  • Maçãs (1kg) – 2,69 €
  • Banana (1kg) – 2,09 €
  • Laranjas (1kg) – 2,78 €
  • Tomate (1kg) – 3,67 €
  • Batata (1kg) – 1,87 €
  • Cebola (1kg) – 1,44 €
  • Alface (1 unidade) – 1,23 €
  • Água (garrafa de 1,5 litros) – 1,58 €
  • Garrafa de vinho (de gama média) – 12,00 €
  • Cerveja nacional (garrafa de 0,5 litros) – 3,98 €
  • Cerveja importada (garrafa de 0,33 litros) – 4,19 €

RESUMO: Quanto custa morar em Galway

  • Aluguel – 400/mês (quarto compartilhado)
  • Supermercado – 60 euros por semana (básico)
  • Tranporte – 65 euros por mês (ônibus)
  • Contas da casa – 80 euros por mês (internet + energia em casa compartilhada com mais três pessoas)
  •  Total: 700 euros

Saiba como enviar dinheiro do Brasil para o exterior ou o inverso. É fácil, rápido e sem burocracia!

Trabalhar em Galway: vagas de emprego disponíveis

Apesar de pequena, Galway tem muitas oportunidades de emprego. Foto: Rory Hennessey/Unsplash

De acordo com o site CV-Library, existe demanda de emprego no comércio, saúde, trabalho social e nas atividades profissionais, científicas e técnicas. O “boom” do turismo na cidade fez crescer os setores de hospitalidade e alimentação. Galway é responsável por 16% de todas as visitas internacionais à Irlanda.

Galway também é conhecida pelo cenário tecnológico. Cerca de 15% de dos empregos de Galway vêm da tecnologia. Outro setor crescente é o audiovisual, que vale 72 milhões de euros. Não à toa, a Unesco elegeu Galway como a Cidade do Filme, em 2014.

Leia também: 10 pubs em Galway que você precisa conhecer

Entenda o passo-a-passo para tirar sua cidadania italiana com profissionais especializados no assunto. Agende um horário sem compromisso!

O que fazer em Galway: cidade cultural da Irlanda

Galway foi reconhecida como a Capital Cultural da Europa. Foto: Kelan Chad/Unsplash

Apesar de ser pequena, Galway está longe de ser monótona, pelo menos no quesito cultural. Não só pela canção Galway Girl, de Ed Sheeran, ela também é conhecida no mundo das artes. A cidade é considerada um ninho artístico forte na Irlanda. Entre as principais vertentes, está o teatro, sendo casa de companhias como The Druid e Macnas.

Seus festivais também são famosos no calendário irlandês, como o Festival Internacional de Arts, o Festival de Teatro de Galway, além de festivais de cinema, gastronomia, música e muito mais. São muitos museus e galerias de arte espalhados pela cidade. As ruas também são palcos de músicos e artistas.

Galway foi escolhida como a Capital Cultural da Europa, sendo reconhecida por sua importância na vida das artes da Irlanda.

Leia mais sobre o que fazer em Galway.

Turismo natural é cartão-postal de Galway

Foto: PxHere

Paisagens bonitas, tranquilas e naturais são motivo de sobra para viver em Galway. Foto: PxHere

E quem não quer viver rodeado pela natureza? A paisagem natural de Galway é exuberante. Só a baía de Galway, banhada pelo Atlântico Norte, tem um visual espetacular.

Existem muitos espaços na cidade para caminhadas e contato com a natureza. Inúmeros dos destinos turísticos da Irlanda são localizados na região,  como Parque Nacional de Connemara e, no condado de Clare, o Cliffs of Moher.

Galway ainda tem muitos lugares bacanas para visitar. Entre eles, castelos, jardins e muitas paisagens naturais.

Leia também: Roteiro de cafés aconchegantes em Galway

Para estudar ou trabalhar no exterior, uma dica essencial é fazer a tradução do diploma e histórico escolar, além de outros documentos importantes! Precisa de uma tradução? Faça ela online por aqui!

Vale a pena morar em Galway?

Karen

Karen escolheu morar em Galway pelo clima tranquilo, que tem a ver com sua terra natal, no interior de São Paulo. Foto: Acervo pessoal

Sabe aquela vila tranquila, sem muitos carros pelas ruas, onde as famílias se conhecem e até o tio da padaria chama você pelo nome? Galway tem esse ambiente bem pacato, com clima de cidade do interior. Conversamos com duas brasileiras que moram na cidade para contar suas experiências e dizer se vale a pena morar em Galway.

A vida tranquila foi um dos motivos para Karen Domingos, 32, se mudar com o namorado para Galway. “Sou do interior de São Paulo, então Galway tem a minha cara”, disse.

Por ser pequena, a cidade oferece muitas facilidades, inclusive burocráticas. Enquanto escritórios governamentais de Dublin têm filas para fazer qualquer tipo de ação — seja para agendamento do visto, seja para renovação ou tirar documentos como PPS e carta de motorista — Galway tem uma burocracia muito mais tranquila. É bem mais fácil tirar documentos essenciais para se viver no país se você mora lá.

Por exemplo, é possível comparecer ao escritório da Garda, com sua pastinha de documentos, e no mesmo dia ser atendido para dar entrada no visto de estudante.

Leia também: Por que estudar no interior da Irlanda?

Intercâmbio em Galway: melhor prática do inglês

Outro ponto positivo para Karen se mudar para Galway foi o inglês. Com menos brasileiros vivendo na cidade — cerca de 400, segundo o censo (CSO) divulgado em 2016 —, é possível focar na língua e vivenciar a cultura irlandesa.

São bem menos escolas de inglês disponíveis para os cursos. Porém, o número de estudantes por sala de aula também é menor, o que facilita o aprendizado.

Nas ruas, também é mais raro ouvir pessoas falando outras línguas que não sejam o inglês. Tudo isso pode ajudar a forçar a falar apenas inglês, o que é um dos principais motivos para considerar Galway como destino de intercâmbio.

Chegou a hora de comprar as passagens aéreas? Encontre as opções mais baratas!

Custo-benefício de morar em Galway

Foto: PxHere

Aluguel, mercado, transporte, entre outras necessidades podem ser bem mais baratos em cidades pequenas como Galway. Foto: PxHere

Outra brasileira que disse ter feito uma escolha feliz de viver em Galway durante o intercâmbio na Irlanda é Bruna Castilho Ferreira, 32. Ela afirmou que o custo de vida na cidade é menor que o imaginado. “Compra de supermercado é bem barato. Eu compro coisas saudáveis e gasto cerca de 10 euros por semana”, afirmou.

A média para se viver bem, com conforto, em uma casa localizada na região central, é de 1.200 euros mensais. Mas é possível gastar bem menos.

“Os preços das casas vêm subindo e está cada vez mais difícil achar acomodação, mas ainda não vemos a extrapolação de Dublin de ter que dividir quarto com mais quatro pessoas”, disse. Afinal, o preço do aluguel em Galway é cerca de 40% mais barato do que na capital irlandesa.

Compare os valores de diversas operadoras de seguro-viagem para viajar com tranquilidade.

Como fazer intercâmbio em Galway?

Já deu para entender que viver em Galway é uma delícia e o sonho de muita gente que quer fazer intercâmbio na Irlanda. A cidadezinha tem um charme todo especial.

Mas você pode estar se perguntando: “e agora? Como faço para viver em Galway?”. Bem, podemos ajudar você nessa.

Temos o Orçamento Fácil, uma ferramenta que te ajuda a entrar em contato com diversas agências com um só clique.

O edublin também tem várias opções de ebooks sobre faculdade e intercâmbio na Irlanda, cidadania europeia, cursos sobre trabalho e carreira no exterior, pra quem prefere um conteúdo resumido e compilado em um único material.

Foto de capa: Gabriel Ramos/Unsplash

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.


Avatar photo
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Veja também

Roteiro de Intercâmbio na Irlanda por quem o viveu


Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email