Intercâmbio barato existe?

Intercâmbio barato existe?

Ana Carolina Brunelli

5 meses atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

A pandemia da Covid-19 fez muitas pessoas desistirem de seus sonhos de fazer intercâmbio, mas será que isso fez com que o intercâmbio ficasse mais barato? Afinal, a procura por intercâmbios durante a pandemia ficou mais baixa e fez com que os preços diminuíssem?

Na verdade, a pesquisa por cursos de idiomas e outros tipos de programa de intercâmbio continuou intensa, mesmo com todas as restrições na maioria dos países tanto por quem quis arriscar a sorte e tentar a viagem, quanto por quem aproveitou o período de isolamento para realizar pesquisas e começar a planejar o futuro no exterior.

Porém, com ou sem pandemia, uma dúvida dos intercambistas sempre se mantém presente: existe intercâmbio barato?

A resposta para essa pergunta é: tudo depende do quanto você está disposto a gastar e quais são suas prioridades.

Porém, é claro que existe a possibilidade de encontrar destinos bem acessíveis para viver essa experiência.

Leia também: Intercâmbio: como fazer e quais são os principais destinos para brasileiros

Onde o intercâmbio é mais barato?

Pesquisar destinos menos populares pode ser perfeito para encontrar um intercâmbio barato. Foto: Annie Spratt / Unsplash

Para você ter uma ideia de onde é possível fazer um intercâmbio barato, separamos três destinos bastante procurados por brasileiros.

Além disso, vale ressaltar que uma das alternativas é sempre optar por cidades com custo de vida mais baixo, pois, consequentemente, o valor do curso, acomodação e passeios são menores.

Confira, a seguir, alguns dos países mais baratos para fazer intercâmbio!

Lista de destinos de intercâmbio mais baratos

África do Sul

Intercâmbio na África do Sul é mais barato que em destinos europeus, por exemplo. Foto: Tom Podmore / Unsplash

Sim! A Cidade do Cabo, na África do Sul, é considerada uma das cidades mais bonitas do mundo e com um custo de vida relativamente baixo. Isso quer dizer que é um destino incrível para você fazer um intercâmbio barato.

E a grande vantagem para quem procura um intercâmbio barato na Cidade do Cabo é, sem dúvida, a moeda sul-africana, que é bastante desvalorizada em relação ao real, o que facilita muito para quem deseja viver uma experiência de estudar e morar no país.

Além dessas vantagens, a capital da África do Sul ainda é o lugar perfeito para os viajantes que buscam muito contato com a natureza, visto que é rodeada por montanhas e um mar maravilhoso. Ou seja, passeios com vistas de tirar o fôlego também não vão faltar!

Mas quando o assunto é preço, podemos dizer que um intercâmbio de um mês em Cape Town pode sair por uma média de R$ 8.000. Fora isso, é importante inserir no orçamento, aproximadamente, R$ 2.500 para morar na cidade durante o período, considerando gastos com moradia, transporte, alimentação e lazer.

*Os valores são uma média e podem variar de acordo com o câmbio.

Leia também: O que fazer na Cidade do Cabo, África do Sul: 9 dicas de passeios

Irlanda

É claro que a amada Ilha Esmeralda não estaria fora dessa lista! A Irlanda ainda é um dos países mais baratos para fazer intercâmbio. Porém, uma das cidades que geralmente cabe no bolso dos intercambistas é Limerick, uma pitoresca localidade irlandesa, reconhecida internacionalmente como um grande polo educacional e que reserva lindíssimas belezas naturais e medievais.

Por receber muitos estudantes o ano inteiro e ter essa característica de cidade universitária, o custo de vida em Limerick é bem baixo, principalmente quando comparado a cidades como Dublin (a capital), Galway e Cork.

Para se ter uma ideia, é possível encontrar um intercâmbio de um mês para Limerick pagando, em média, R$ 7.900, sendo que o custo de vida para morar, locomover-se, passear e se alimentar não ultrapassa €1.000. Convertendo para o câmbio de hoje, em reais, seriam R$ 6.300.

*Os valores são uma média e podem variar de acordo com o câmbio.

Leia também: Como planejar o seu intercâmbio na Irlanda para 2022?

Argentina

Perto do Brasil, a Argentina oferece um intercâmbio mais barato e com possibilidade de aprender espanhol. Foto: Francisco Ghisletti / Unsplash

Para os brasileiros que querem fazer um intercâmbio barato e, ao mesmo tempo, adorariam estar mais perto de casa, uma ótima opção é realizar um curso de espanhol em Buenos Aires, capital da Argentina, que é considerada uma das cidades mais baratas para se fazer um intercâmbio, especialmente pela desvalorização da moeda frente ao real.

Por isso, uma grande vantagem de fazer um intercâmbio em Buenos Aires é o baixo preço da viagem. Para se ter noção, com aproximadamente R$ 10.000 é possível embarcar para lá e realizar um curso de um mês. Além disso, claro, é preciso reservar, em média, R$ 2.000 para se manter e viver bem durante todo o período.

Buenos Aires é um destino bastante procurado por brasileiros e que realmente encanta os intercambistas por diversas razões: primeiro, por sua belíssima arquitetura (que lembra bastante a Europa); segundo, porque o povo lá é muito acolhedor; e terceiro, porque é uma experiência cultural bem interessante na América Latina. Ah, sem contar as belas paisagens do país, né?

*Os valores são uma média e podem variar de acordo com o câmbio.

Leia também: Intercâmbio na Argentina: saiba como estudar e viver no país

Intercâmbio mais curto = intercâmbio barato

Intercâmbio com menos duração é mais barato. Foto: Pxhere

Essas são três opções de destinos incríveis para você realizar um intercâmbio barato. Porém, não esqueça que um intercâmbio de idiomas, por exemplo, sempre é vendido por semana. Ou seja, quanto menos semanas você compra, mais barato custará o curso, no final.

Leia também: Como fazer um intercâmbio comunitário no Canadá?

Bolsas de intercâmbio

Outra opção que pode sair bem mais barata (e até de graça) são as bolsas de estudo para intercambistas. Geralmente, elas são voltadas para programas universitários em países como Canadá, Irlanda, Estados Unidos e outros.

As bolsas podem dar um bom desconto e deixar seu intercâmbio bem mais barato.

Confira mais, neste artigo.

Trabalhar deixa o intercâmbio ‘mais barato’

Destinos onde é possível trabalhar durante intercâmbio pode deixar a experiência mais barata. Foto: Kelly Sikkema / Unsplash

Outra dica importante é pesquisar sobre o intercâmbio de estudo e trabalho. Afinal, assim é possível ganhar uma grana extra para viver melhor ou para guardar.

Sem contar que trabalhar no exterior pode abrir muitas portas e, até mesmo, aumentar o seu tempo de estadia, sendo, ainda, uma excelente oportunidade de voltar para o Brasil sem nenhuma dívida.

Leia também: Intercâmbio na Irlanda gratuito é possível?

Intercâmbio virtual e barato existe?

Agora, para quem não tem como embarcar de imediato para viver essa experiência de, literalmente, estudar e morar fora do Brasil, ainda há uma outra opção de um intercâmbio barato para se fazer: é o famoso “intercâmbio virtual”, que se tornou a única chance para muitas pessoas durante a pandemia, e permanece em muitos países.

Nesse caso, o preço fica bem mais acessível que um intercâmbio convencional, os alunos assistem a aulas diárias com professores nativos e têm a chance de interagir com pessoas de toda parte do mundo.

O intercâmbio virtual fica em torno de R$ 2.000 e R$ 5.000 e é uma oportunidade legal para quem quer alavancar um idioma, antes de poder realmente viver a experiência de morar em outro país.

Próximo passo para fazer intercâmbio

Com essas informações, você já pode começar a organizar um intercâmbio barato. Escolha um destino e comece a se planejar.

Ah, e o edublin pode ajudar. Cadastre-se no Orçamento Fácil e receba propostas incríveis para o seu intercâmbio.

Dúvidas frequentes sobre destinos de intercâmbio barato

Onde fazer intercâmbio barato?

África do Sul! O país é um dos mais baratos para se fazer intercâmbio. Intercâmbio de um mês em Cape Town pode sair por uma média de R$ 8.000. Fora isso, é importante inserir no orçamento, aproximadamente, R$ 2.500 para morar na cidade durante o período, considerando gastos com moradia, transporte, alimentação e lazer.

Quanto tempo dura um intercâmbio barato?

Intercâmbios de 4 semanas (um mês) , geralmente, são os mais em conta. Destinos como África do Sul, Irlanda e Argentina estão entre os mais baratos.

Existem bolsas para fazer intercâmbio mais barato?

Sim. Bolsas de estudo para intercambistas, geralmente, são voltadas para programas universitários em países como Canadá, Irlanda, Estados Unidos e outros.

As bolsas podem dar um bom desconto e deixar seu intercâmbio bem mais barato.

Confira mais, neste artigo.

O que é intercâmbio virtual?

“Intercâmbio virtual” se tornou a única chance de muitas pessoas durante a pandemia. Ele permanece em muitos países. Nesse caso, o preço fica bem mais acessível que um intercâmbio convencional, os alunos assistem a aulas diárias com professores nativos e têm a chance de interagir com pessoas de toda parte do mundo. O intercâmbio virtual fica em torno de R$ 2.000 e R$ 5.000 e, ainda, é uma oportunidade legal para quem quer alavancar um idioma, antes de poder realmente viver a experiência de morar em outro país.

Veja também

Como preparar as malas para o Intercâmbio?

Ana Carolina Brunelli, Formada em jornalismo pela UNIMEP. Criadora de conteúdo para redes sociais, com experiência em Diversidade & Inclusão. Esteve na Irlanda duas vezes e, desde a primeira vez no país, soube que Dublin era o seu lugar no mundo. Ama inspirar e incentivar as pessoas a viverem a incrível experiência de conhecer a Ilha Esmeralda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar