Leo Varadkar se encontra com o presidente Michael D. Higgins e oficializa renúncia como primeiro-ministro da Irlanda

Leo Varadkar se encontra com o presidente Michael D. Higgins e oficializa renúncia como primeiro-ministro da Irlanda

Rubinho Vitti

2 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Leo Varadkar formalmente apresentou sua renúncia como primeiro-ministro (Taoiseach) ao Presidente Michael D. Higgins nesta segunda-feira, 4 de abril.

Varadkar passou 45 minutos no no Áras an Uachtaráin, casa oficial do presidente, onde assinou sua carta oficial de renúncia.

Ele permanece como primeiro-ministro interino até ser sucedido por Simon Harris, o que deve ocorrer na tarde desta terça-feira.

O presidente Higgins agradeceu Varadkar pelos serviços prestados.

Presidente Michael D. Higgins recebeu renúncia oficial de Leo Varadkar como primeiro-ministro da Irlanda. Foto de capa e foto: Maxwells/PA Wire/president.ie

Congresso deve escolher Simon Harris nesta terça-feira

Harris espera ser o escolhido na votação do congresso irlandês, o Dáil, quando também nomeará seu gabinete.

Harris deixará o cargo de Ministro do Ensino Superior e Superior vago para assumir a cadeira de primeiro-ministro

Ele também precisará nomear alguém para o cargo de Ministro do Comércio, Emprego e Empresa após Simon Coveney ter renunciado à Pasta.

De acordo com reportagem da RTÉ, 87 deputados devem votar em favor de Simon Harris como primeiro-ministro, o mesmo número de votos que Leo Varadkar recebeu em dezembro de 2022.

Simon Harris deverá ser nomeado primeiro-ministro da Irlanda nesta terça-feira, 9 de abril, pelo congresso do país. Foto: Divulgação/Reprodução/X @SimonHarrisTD

Pedido de renúncia ocorreu em 20 de março

Leo Varadkar renunciou ao cargo de primeiro-ministro da Irlanda e como líder do partido Fine Gael. O anúncio foi feito na quarta-feira, 20 de março.

Ele sai do cargo pouco mais de um ano após voltar a ser primeiro-ministro da Irlanda, em dezembro de 2022. Ele já havia comandado o país entre 2017 e 2020.

Em conferência à imprensa, transmitida ao vivo no canal RTÉ, Varadkar falou sobre os anos que passou trabalhando pelo governo irlandês, incluindo a época do Brexit e da pandemia da Covid-19, entre outros ganhos.

Acompanhado de ministros de seu governo, ele também citou os diversos projetos sociais, financeiros, educacionais e de auxílio a pessoas necessitadas e refugiados, e que liderar o país foi “o momento mais gratificante da minha vida”.

“Minhas razões para deixar o cargo são pessoais e políticas”.

“Sei que isso será uma surpresa para muitas pessoas e uma decepção para algumas, mas espero que vocês entendam minha decisão”, disse Leo Varadkar.

Quem é Leo Varadkar?

Médico, Leo Varadkar entrou na política em 2004, sendo eleito em 2007 para deputado. Em 2015, assumiu a homossexualidade publicamente e se tornou primeiro-ministro menos de dois anos depois. Foto: Divulgação

​​Leo Eric Varadkar é irlandês e nasceu em Dublin, no dia 18 de janeiro de 1979. Ele é filho de um imigrante indiano e uma irlandesa, Ashok and Miriam.

O pai nasceu em Mumbai, na Índia, e mudou-se para o Reino Unido nos anos 1960 para atuar como médico. Já a mãe é de Dungarvan, condado de Waterford, e conheceu o marido atuando como enfermeira.

  • Varadkar seguiu os passos do pai e estudou medicina na Trinity College. Antes disso, ainda na escola secundária, ele começou a se interessar por política, integrando o Young Fine Gael, grupo de jovens do partido.
  • Antes de se formar, em 2003, Varadkar completou um intercâmbio no KEM Hospital, na cidade natal do pai, Mumbai.
  • Em 2004, entrou de vez para a política, depois de ter participado de vários cargos de liderança dentro do Young Fine Gael e outros grupos. Em 2007, foi eleito como TD (deputado) pela primeira vez e passou a atuar no Parlamento Irlandês.
  • Foi ministro das Comunicações, Energia e Recursos Naturais, ministro dos Transportes, Turismo e Energia, ministro da Proteção Social e chefe do Ministério da Saúde.
  • Depois de quase uma década de atuação política, Varadkar assumiu sua homossexualidade, em 2015, mesmo ano que a Irlanda legalizou o casamento igualitário.
  • Em 2017, tornou-se líder do Fine Gael e, em 14 de junho daquele ano, tornou-se primeiro-ministro da Irlanda (Taoiseach), cargo que ocupou até junho de 2020.
  • Em 17 de dezembro de 2022, Varadkar voltou a chefiar o executivo do país. Era esperado que ele permanecesse no cargo pelo menos até metade de 2025.

 

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?


Avatar photo
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email