9 mulheres irlandesas para você se inspirar

9 mulheres irlandesas para você se inspirar

Rubinho Vitti

4 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A Irlanda está cheia de grandes nomes femininos inspiradores, seja por seus trabalhos na cena política do país, seja no mundo das artes cênicas ou da música. Nem é preciso dizer que as mulheres irlandesas têm uma importância absoluta na história da Ilha.

Neste Dia Internacional das Mulheres, o E-Dublin conta um pouco da biografia de algumas dessas mulheres irlandesas incríveis que fizeram ou fazem a diferença.

Sinead O’connor

Um dos principais nomes entre as mulheres irlandesas na música é Sinéad Marie Bernadette O’Connor — mais conhecida como Sinead O’connor. Cantora e compositora, ela alcançou a fama nos anos 1980, com seu álbum de estreia, The Lion and the Cobra, em 1987. São dez álbuns, com o mais recente lançado em 2014, I’m Not Bossy, I’m the Boss.

Seu maior sucesso foi a versão para uma canção de Prince, Nothing Compares 2 U. Sua música e seu discurso ao longo de sua carreira falam sobre religião, direitos das mulheres, guerra e abuso infantil.

Em 2017, O’Connor mudou seu nome para Magda Davitt e, depois de se converter ao Islã em 2018, ela mudou novamente para Shuhada ‘Sadaqat. Porém, ela continua usando seu nome de batismo para sua carreira.

Leia também: 10 músicos ou bandas irlandesas para você criar uma playlist

Dolores O’Riordan

Se O’Connor é uma das cantoras solo mais conhecidas da Irlanda, Dolores O’Riordan é a maior bandleader do país. Cantora e compositora da banda The Cranberries, formada em Limerick, na Irlanda, Dolores se tornou a grande referência entre cantoras de pop/rock pelo mundo.

Ela morreu em 2018, após consumir álcool e remédios. A Irlanda entrou em luto, e o presidente do país, Michael D. Higgins, foi o primeiro a homenageá-la, dizendo ser ela uma das principais artistas entre as mulheres irlandesas.

São oito álbuns gravados, sendo o último, In The End, sendo póstumo, lançado em 2019.

Saoirse Ronan

Saoirse Ronan é uma das mulheres irlandesas de maior prestígio na atualidade. Foto: Divulgação

Apesar de jovem, com 26 anos de idade, a atriz irlandesa Saoirse Ronan tem três indicações ao Oscar de Melhor Atriz, sendo eles pelos filmes Brooklyn (2015), Lady Bird (2017) e Little Women (2019).

Apesar de ter nascido em Nova Iorque, Saoirse é irlandesa e se mudou para o país aos três anos de idade. Morou no condado de Carlow e, depois, em Howth, próximo a Dublin.

Atualmente morando em Greystones, no condado de Wicklow, Saoirse está presente na vida social e política do país, apoiando referendos como o casamento homoafetivo e o aborto.

Leia também: 10 séries irlandesas para assistir de graça na RTÉ

Ruth Negga

Ruth Negga foi a primeira atriz irlandesa a ser indicada ao Oscar de Melhor Atriz. Foto: Divulgação

Outra atriz a se destacar na Irlanda é Ruth Negga. Ela foi a primeira mulher irlandesa negra a ser indicada ao Oscar de Melhor Atriz pela sua atuação no filme Loving, de 2016. Nascida na Etiópia, ela foi criada em Limerick, na Irlanda, mas vive em Londres desde 2006.

Ruth é formada em Estudos de Atuação pelo Samuel Beckett Centre, no Trinity College, em Dublin.

Lyra McKee

Uma das mulheres irlandesas mais importantes do país, Lyra McKee foi assassinada enquanto cobria conflitos na Irlanda do Norte. Foto: Divulgação

A ativista LGBT e jornalista de Belfast, Lyra McKee foi um grande nome entre as mulheres irlandesas. Seu trabalho no jornalismo independente a levou a ser nomeada na lista Forbes 30 Under 30. Seu texto mais popular é o Carta para meu eu de 14 anos, que descreveu sua experiência de ser gay em Belfast e depois se transformou em um curta-metragem.

Lyra McKee morreu tragicamente aos 29 anos por uma bala perdida disparada por um membro do Novo IRA enquanto fazia reportagens na cena da violência sectária em Creggan, na Irlanda do Norte. Seu assassinato resultou em uma unidade raramente vista dos partidos legalistas e republicanos do país.

Constance Markievicz

Ícone entre as mulheres irlandesas, Constance Markievicz foi feminista e lutou durante o Easter Rising.

Constance Markievicz é uma das mulheres irlandesas mais importantes da política. Revolucionária, nacionalista, sufragista e socialista, Marcievicz é um verdadeiro ícone feminista irlandês.

Foi a primeira mulher a ser Ministra do Gabinete na Europa, eleita Ministra do Trabalho no primeiro governo irlandês e estava envolvida no Easter Rising de 1916.

Mary Robinson

Mary Robinson foi a primeira presidenta da Irlanda. Foto: Divulgação

Mary Robinson é uma das mulheres irlandesas mais influentes de todos os tempos. Ela foi a primeira mulher presidente da Irlanda e serviu por sete anos antes de renunciar para assumir um cargo nas Nações Unidas. Seu trabalho em direitos humanos lhe rendeu o Prêmio de Embaixadora da Consciência da Anistia Internacional.

Katie Taylor

Katie Taylor é uma lutadora de box da Irlanda, referência no esporte. Foto: Divulgação

Katie Taylor é uma das mulheres irlandesas mais importantes do esporte. Ela inspirou e inspira inúmeras garotas a seguirem seus sonhos.

A carreira bem-sucedida da lenda do boxe a tornou a campeã mundial na categoria pesos leves e várias vezes campeã mundial de boxe amador.

Denise Chaila

A rapper Denise Chaila é um dos grandes nomes entre as mulheres irlandesas na música. Seu álbum de estreia, Go Bravely (2020), apresenta músicas com temas diversos falando sobre identidade, pertencimento, comportamento, política e sexismo.

Nascida no Zâmbia, Chaila mudou-se para Limerick, na Irlanda, aos três anos de idade. Apesar de ter apenas um EP e um álbum, ela já pode ser considerada um destaque na Irlanda que poderá dominar o rap no mundo.

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar