O que é um hostel? Conheça uma das mais populares formas de hospedagem

O que é um hostel? Conheça uma das mais populares formas de hospedagem

Wéverton Rodrigues

2 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Você é uma daquelas pessoas que gostam de viajar com frequência e conhecer diferentes lugares e hotéis? Hoje vou mostrar o que é um hostel e como funciona essa forma de hospedagem que tem se popularizado muito.

Sabe-se que a pandemia do coronavírus interrompeu abruptamente o fluxo do turismo em todos os continentes. A liberdade que tínhamos há pouco mais de 2 anos ainda continua limitada, de forma que não podemos viajar como fazíamos antes. É uma pena mesmo, não é?

À medida que as coisas vão lentamente se regularizando, o fluxo de pessoas indo e vindo de cidades pelo mundo só tende a aumentar. E como muitas delas decidem viajar sozinhas, nada como estar bem informado, não é mesmo? 

Seria, então, o hostel um tipo mais seguro de acomodação? Quais as vantagens de optar por essa hospedagem? Existem desvantagens? É mais econômico? São melhores do que os hotéis?

Continue aqui comigo pois eu pretendo mostrar por que o hostel, tipo de hospedagem bastante conhecido pelos mochileiros, tem se tornado cada vez mais popular e se realmente vale a pena optar por ele na hora de viajar.

O que é um hostel?

O que é um hostel? Basicamente, é uma casa com quartos compartilhados e hospedagem mais barata que em um hotel. Foto: Shobhit Sharma / Unsplash

Também chamado de albergue, o hostel é um tipo de hospedagem que geralmente corresponde a casas com espaços compartilhados que são alugadas por um determinado período e valor. Caso prefira, você pode contar, ainda, com a possibilidade de alugar somente um quarto ou, mesmo, uma cama. E essa é uma das coisas mais legais desse tipo de acomodação.

Há alguns anos, eu, por exemplo, não sabia a resposta para a pergunta “o que é um hostel”, nem mesmo a diferença entre um hotel e um hostel. Na verdade, eu achava se tratar de uma mesma coisa. Mas, não, são coisas bem diferentes!

No hostel, o hóspede tem muito mais liberdade do que teria em um hotel. Dessa forma, é fundamental que a instalação conte com as coisas básicas, como cozinha, banheiro, lavanderia, etc. Em relação aos quartos, eles podem contar com opções variadas, com quartos mistos, só feminino ou só masculino. É necessário que você verifique isso antes!

Quando se trata de hostel, é possível se deparar com muitas e variadas opções. Sendo assim, diferentemente dos hotéis, que mantêm um certo padrão, esse tipo de hospedagem conta tanto com propriedades mais simples quanto com lugares mais luxuosos e várias outros que podem facilmente se encaixar entre esses dois extremos.

Leia também: 5 dicas para não cair em furadas em um hostel

Diferenças entre hostel, hotel e motel

Hostel, geralmente, é o que há de mais barato em termos de hospedagem. Foto: Marcus Loke/Unsplash

Como disse anteriormente, houve um tempo em que eu confundia hotel e hostel, pensando que se tratava da mesma coisa. Mas, pesquisando e viajando, eu entendi que são bem distintos, o que é importante na hora de adaptar à sua condição e necessidade. Afinal, o que é um hostel e o que é um hotel?

Se, por um lado, um hotel corresponde a um prédio inteiro em que você pode ficar hospedado em um dos apartamentos, um hostel geralmente é uma casa.

A principal diferença entre eles é o preço, tendo em vista que, no segundo, você pode dividir com outras pessoas e, assim, gastar um pouco menos. Isso porque um hotel tem, geralmente, uma estrutura mais desenvolvida, com academia, piscinas, área de jogos e, até mesmo, restaurantes.

A Legislação Brasileira afirma que um hotel é, essencialmente, composto por, no mínimo, 10 quartos e precisa ter um serviço especializado e dedicado à estadia do hóspede. No hostel, a coisa é muito mais flexível, onde o compartilhamento é o principal fator, no final das contas.

Portanto, é importante salientar que a atmosfera social de um hotel é muito diferente da de um hostel. Aqui, a troca com outras pessoas é muito maior e, consequentemente, o nível de experiência é outro.

Sendo assim, apesar de o hotel ainda ser a forma mais comum de hospedagem em todo o mundo, o hostel tem caído no gosto da galera e se tornado muito popular à medida que os anos se passam.

Motel é um hostel?

E um motel… o que o diferencia das outras formas de hospedagem? Bem, o motel é um tipo de hotel, por assim dizer, só que geralmente está localizado em rodovias. Também com o mínimo de 10 quartos, essa hospedagem é mais frequente na parte periférica dos lugares, geralmente tem um valor fixo e baixo pela hora de estadia e, ainda, representa uma economia em hospedagem muito grande, mesmo que não apresente o conforto ideal.

Essa é uma ótima alternativa, por exemplo, para quem precisa pernoitar em algum lugar e não quer gastar o valor de uma diária.

Leia também: 10 hostels em Dublin que você deve considerar

Vale a pena se hospedar em um hostel?

Seguro, barato, divertido e amigável. Assim é um hostel clássico. Foto: Jonathan Borba on Unsplash

Para entender melhor o que é um hostel e se vale a pena se hospedar nesse tipo de acomodação, é preciso entender alguns aspectos essenciais que todo mundo analisa antes de reservar a vaga em qualquer acomodação. É seguro? É mais barato? Quais são as desvantagens?

Confira!

Segurança

A primeira coisa que a gente busca saber é se se hospedar naquele lugar é realmente seguro. E, em relação aos hostels, é correto dizer que, sim, são bastante seguros. Vale muito a pena, desde que antes você analise as avaliações dos outros hóspedes, tente ver recomendações de pessoas que já passaram por lá e, se possível, tentar trocar uma ideia com o proprietário.

Esse é um tipo de acomodação usado muito por pessoas que viajam sozinhas, especialmente, pelo fato de ser uma hospedagem com possibilidade de compartilhamento. Por outro lado, é necessário dizer que isso também exige a ciência de ter contato com pessoas desconhecidas e, por isso mesmo, é necessário ter um cuidado redobrado.

Portanto, o hostel é um tipo de hospedagem, em geral, bastante seguro e, tirando as preocupações que se deve ter em qualquer canto, não há motivo para grandes receios. Muitos hostels têm recepção, guardas, etc.

Hostel é caro?

Outro fator que todo mundo obviamente se preocupa é o preço. Ficar em um hostel é caro? A verdade é que o hostel, por si só, pode representar um gasto mais baixo do que outros tipos de hospedagem em uma viagem. Isso porque, como há a possibilidade de compartilhar o local com outras pessoas, o custo é dividido.

No mais, a diária na propriedade vai depender de vários fatores, incluindo o tipo de acomodação, o conforto, a quantidade de quartos e camas e, claro, a época, da cidade e do país que você está visitando.

Afinal, o que é um hostel senão um local mais barato para fazer aquele mochilão?

Quarto compartilhado

O hostel é um tipo de hospedagem que pode incomodar muita gente. Isso porque falar em compartilhar uma propriedade é, para muitas pessoas, um incômodo daqueles. Apesar de significar uma economia, dividir um lugar com outras pessoas precisa ser muito bem levado em consideração antes.

Sendo assim, a privacidade de um quarto de hotel nem sempre é possível em um hostel. Dessa forma, se isso for um fator fundamental para você, a melhor opção será mesmo alugar um quarto privado. Caso não, vale a pena conviver com outras pessoas, de diferentes culturas e viver novas experiências.

Intercâmbio cultural

Como eu falei, dividir um quarto pode ser um desafio para muitos. Mas caso você não seja a pessoa que só consegue se hospedar em quartos privados, com certeza poderá aproveitar a experiência de compartilhar uma mesma casa com pessoas diferentes.

Por mais que isso, de início, exija uma certa adaptação, você conseguirá lidar bem com a situação logo, logo. Afinal, nada como conhecer pessoas novas e ter contato com realidades e costumes diferentes dos nossos.

E se sua viagem for para o exterior, você terá a oportunidade de praticar uma segunda língua, trocar uma ideia sobre culturas e costumes estrangeiros, fazer novas amizades, conhecer mais de um país que quer muito visitar, além de muito mais.

Leia também: Um giro pelos 5 hostels mais luxuosos da Europa

Dicas para se hospedar em hostel

Hostel é considerado um tipo de acomodação segura e confiável. Foto: Fernando Santander on Unsplash

Hostel é só para gente jovem?

Geralmente, quando se pergunta o que é um hostel, entre outras duvidas, uma é de que apenas jovens se hospedam por lá.

Na verdade, não! Este é um tipo de hospedagem que, sim, tem um público muito jovem, onde as pessoas estão dispostas a dividirem o local sem grandes preocupações. Portanto, nada impede que pessoas de qualquer idade reservem uma vaga.

O maior segredo de um hostel não é a idade, mas, sim, o perfil do hóspede.

Hora de dormir

Tanto para você dormir bem quanto para as outras pessoas, é necessário que haja consciência e bom senso na hora de dormir. Não fazer barulho é um dos fatores mais importantes. Então, evite falar alto ou, até mesmo, cochichar no lugar onde  alguém quer descansar.

Algo que pode incomodar e gerar atritos é a luz acesa tarde da noite. Portanto, isso também deve ser evitado. De repente, usar tapa-olhos e protetores auriculares pode ser imprescindível.

Boa convivência

A boa convivência passa por diversos fatores relacionados ao comportamento. Na hora de se alimentar, por exemplo, evite deixar a louça suja para os outros lavarem. Sujou, lavou. Dividir as tarefas também é essencial para o convívio. Não demorar no banho a ponto de fazer os outros hóspedes esperarem por muito tempo é mais uma dica importante.

Tente ser sociável

Ser uma pessoa de mente aberta é essencial para ser benquisto nos lugares. Obviamente, você não precisa ir além de seus próprios limites, mas ser flexível e amigável ajudará na política da boa vizinhança durante os dias de estadia.

Refeições coletivas

Há pessoas que adoram cozinhar. Outras não suportam. Independentemente do tipo de pessoa que você é, é muito importante que esteja presente na cozinha no momento do preparo das refeições coletivas, se assim ficar combinado. Caso a alimentação seja individual, então deixe essa dica pra lá.

Mantenha-se atento

Apesar de identificar as pessoas ali como amigáveis, é necessário sempre manter-se em alerta. Afinal, você as conheceu apenas agora. Assim, essa dica vale para todos, principalmente para as mulheres. Confie desconfiando. Sempre!

E fique de olho em seus pertences o tempo todo. Deixe-os ao seu alcance, em especial, os objetos de valor. Evitar comentar sobre dinheiro em espécie que você tenha guardado é outra dica fundamental.

Respeito ao espaço do outro

Acomodação compartilhada é uma das desvantagens do hostel, mas não é necessariamente um problema se houver regras de convivência. Foto: Dmitriy Frantsev / Unsplash

Conviver já é uma tarefa bastante difícil. Convivemos com nossos parentes desde que nascemos e, ainda assim, vivemos inúmeros conflitos por causa das diferenças. Apenas o fato de cada um ter uma forma de organizar as coisas pode implicar opiniões contrárias e, até mesmo, atritos.

No entanto, aqui, nesse tipo de hospedagem, esse é um aspecto que precisa ser relevado o máximo possível. Ou seja, é necessário que cada um faça a sua parte, dê a sua contribuição para que as coisas fluam bem e naturalmente, evitando se incomodar com qualquer coisa a todo momento.

Como tudo na vida, hospedar-se em um hostel se resume a ter consciência e bom senso e respeitar o espaço do outro. Assim, eu tenho certeza de que a convivência será agradável e as diferenças poderão ser compreendidas na base do diálogo.

Alimentação

O tipo de informação, como refeições inclusas, podem ser conferidas na hora de reservar uma vaga em um determinado hostel. Apesar de nem todos oferecerem a possibilidade de refeição gratuita, é bom ficar ligado e aproveitar aqueles que ofertam essa vantagem. Além disso, há hospedagens que dão a oportunidade de participar de eventos culinários gratuitos.

De qualquer forma, você contará com geladeira e, em alguns casos, com freezers para guardar seus próprios alimentos.

Preciso levar alguma coisa?

Na verdade, sim. Em um hostel, você provavelmente encontrará coisas como lençóis de cama, travesseiro, talvez uma toalha e algumas outras pequenas coisas.

Mas, em geral, eu recomendo que você leve seus pertences, principalmente de higiene pessoal. Muitas hospedagens, inclusive, costumam cobrar taxas para ceder alguns materiais.

Leia também: 5 Hostels para você se hospedar em Galway

Os 10 melhores Hostels do mundo

A Hostelworld, site de viagens online especialista em hostels, criou uma lista dos melhores hostels de 2021 e eu vou trazer os principais destaques. O mais interessante é que a edição deste ano conta principalmente com uma política de adaptação das hospedagens à pandemia da COVID-19.

De acordo com o site, hospedagens de vários países se destacaram, alguns dos quais se encontram na Irlanda, na Nova Zelândia, no Reino Unido, na Holanda e em vários outros.

O diretor de logística da Hostelworld, Fabrizio Giulio, aponta que, apesar de o ano ter sido difícil em virtude da pandemia, os responsáveis pelos hostels fizeram esforços muito importantes para o desenvolvimento das políticas das propriedades, especialmente no que diz respeito ao âmbito ecológico, social e interacional.

O Hoscars (Hostelworld Customer Annual Ratings), como é chamada a seleção dos melhores hostels do mundo pelo site, contou com a sua 19ª edição. O prêmio é uma importante referência para o mundo do turismo, principalmente porque depende da avaliação do consumidor. Dessa forma, eu fiz questão de destacar aqui no artigo. Confira!

Categoria ‘Experiência social extraordinária’

YellowSquare Rome, Roma – Preços atualizados 2021

YellowSquare é um dos hostels considerados uma experiência social extraordinária. Foto: Divulgação

Para celebrar o prêmio Extraordinary Sociable Experience, o site considerou a experiência social nas opções de hospedagens que se candidataram. Nesse sentido, as experiências sociais são o principal aspecto dessa categoria.

A pandemia do coronavírus tornou isso ainda mais difícil, especialmente pela necessidade de distanciamento, além do obrigatório uso de máscaras.

Da lista de 5 hostels classificados com experiência social extraordinária, eu destaco, principalmente, o YellowSquare, situado em Roma.

Nele, a música é um aspecto utilizado para melhorar a experiência dos hóspedes. Sendo assim, o hostel conta com eventos como karaokê e aulas de música e de arte, além de festas e apresentações de concertos.

O mais interessante é que não para por aí. A empresa ainda criou uma plataforma online chamada ‘YellowShare’, que permite outras experiências incríveis para os hóspedes. Sendo assim, as interações incluem ensinamentos culinários, de idiomas, além de muitas outras coisas.

Outro destaque fica por conta do Mayan Monkey Hostel Cancún. O local, que já conta com um lindo pôr do sol, trouxe também os esforços da equipe responsável para ficar ainda mais sociável para os clientes. A avaliação do público aponta para uma incrível experiência social.

Uma das prioridades do Mayan Monkey Hostel Cancún foi contribuir para a saúde mental dos hóspedes por meio da realização de eventos como ioga e meditação, além de sessões de cinema e aulas de línguas estrangeiras.

  1. Mayan Monkey Hostel Cancun (Multi-cidades, México)
  2. YellowSquare (Roma, Itália)
  3. Begadang Gili Air (Gili Air, Indonésia)
  4. El Granado Hostel (Granada, Espanha)
  5. Los Patios Hostel (Medellin, Colômbia)

Categoria ‘Pousada Sustentável’

Distant Relatives Ecolodge & Backpackers, situado em Kilifi, no Quênia, é um dos hostels premiados. Foto: Divulgação

Outra categoria essencial é a The Extraordinary Sustainable Hostel. Aqui, os hostels contribuem com importantes iniciativas sustentáveis em prol do desenvolvimento ecológico e da maior responsabilização de clientes e funcionários em relação ao meio ambiente.

A primeira opção a se destacar entre os vencedores dessa categoria é o Coorte Hostel, situado na Cornualha, Inglaterra. A maior preocupação da equipe é em relação ao uso de plástico. Por isso, o uso do material foi abolido por lá. Além disso, com o objetivo de compensar a emissão de carbono na natureza, há 2.500 árvores na propriedade.

Outro destaque fica por conta do Distant Relatives Ecolodge & Backpackers, situado em Kilifi, no Quênia. A propriedade tem como lema o ‘Reduzir, Reutilizar, Reciclar’. A principal iniciativa da equipe é a criação do ‘Dorm-A-Tree’, único dormitório no mundo a ter uma árvore no centro. Ela, inclusive, atravessa o telhado.

O Distant está localizado no meio da natureza, oferece uma experiência de contato com a natureza incrível, com direito à vista para a Lagoa Kilifi e para a de Bofa.

O local é um verdadeiro centro social e cultural de viajantes, de refugiados e de migrantes. Sendo assim, a propriedade dispõe, ainda, de laboratório para o desenvolvimento de projetos ecológicos em prol da redução de energia e da pobreza. Além disso, há a frequente realização de seminários e treinamento de mais de 300 professores.

Por fim, uma opção situada na Irlanda, mais precisamente próxima ao Parque Nacional de Killarney. O The Black Sheep Hostel é uma propriedade sustentável do Século XIX que dispõe de jardim onde são produzidas frutas e vegetais frescos com direito à reciclagem e lixeira comunitária. O local ainda conta com iluminação de baixo consumo, além de reflorestamento para a compensação de carbono.

  1. Coorte Hostel (Cornualha, Inglaterra)
  2. Distant Paratives Ecolodge & Backpackers (Kilifi, Quênia)
  3. WELCOMMON HOSTEL (Atenas, Grécia)
  4. Salty Jackal Backpackers e Surf Camp (Swakopmund, Namíbia)
  5. The Black Sheep Hostel (Killarney, Irlanda)

Categoria ‘Pousada inclusiva’

Outra importante categoria é a ‘Pousada Extraordinária Inclusiva’ ou Extraordinary Inclusive Hostel. Como o próprio nome indica, o prêmio destaca os hostels que apresentam a preocupação de criar ambientes que valorizem a inclusão.

Os hostels são conhecidos por serem locais acolhedores, mas queremos encontrar um que verdadeiramente celebre a individualidade e a diversidade.

Um dos grandes exemplos é o Modal, situado em Greenville, nos Estados Unidos. No local, é possível encontrar uma bandeira que representa a comunidade LGBTQIA +.

Outra incrível opção fica em Galway, na Irlanda. O Kinlay House Galway. A começar pela equipe, composta por pessoas de dez nacionalidades, a propriedade dá muita importância à inclusão e comemora a diversidade étnica e sexual.

  1. Modal (Greenville, EUA)
  2. Draper Startup House (Bangalore, Índia)
  3. INOUT Hostel (Barcelona, ​​Espanha)
  4. Ember Hostel (Denver, EUA)
  5. Kinlay House Galway (Galway, Irlanda)

Categoria ‘Inovação’

A última categoria que eu gostaria de destacar aqui é a de Inovação Extraordinária. No Prêmio, os hostels são reconhecidos pelas iniciativas concernentes à inovação diante das restrições impostas pela pandemia. Sendo assim, as empresas de hospedagem buscaram modernizar seus serviços.

Um dos grandes destaques fica por conta do ClinkNOORD, situado em Amsterdam, na Holanda, onde artistas independentes podem contar com um estúdio de gravação de graça para gravar suas músicas.

No Eco-friendly Why Me Tbilisi, situado em Tbilisi, na Geórgia, a inovação é o substantivo de maior força. Uma das inovações do lugar é usar latas de cerveja para construir painéis solares e lixo para criar painéis solares “pop can” que vão ser doados para aposentados locais impossibilitados de arcar com os custos de suas contas de energia. Bacana, hein?

  1. BUNK Utrecht (Utrecht, Holanda)
  2. ClinkNOORD (Amsterdam, Holanda)
  3. Attic Backpackers (Auckland, Nova Zelândia)
  4. Eco-friendly Why Me Tbilisi (Tbilisi, Geórgia)
  5. Maki Hostel Valparaíso (Valparaíso, Chile)

Faça sua busca pela melhor acomodação

Agora que você já sabe o que é um hostel, que tal entender melhor sobre os vários tipos de acomodação no intercâmbio?

Temos um ebook especial sobre esse assunto. E o melhor… é de graça.

FAQ sobre hostels

 

O que é um hostel?

Também chamado de albergue, o hostel é um tipo de hospedagem que geralmente corresponde a casas com espaços compartilhados que são alugadas por um determinado período e valor. Caso prefira, você pode contar ainda com a possibilidade de alugar somente um quarto ou, mesmo, uma cama. E essa é uma das coisas mais legais desse tipo de acomodação.

Qual é a diferença entre hotel e hostel?

Se, por um lado, um hotel corresponde a um prédio inteiro onde você pode ficar hospedado em um dos apartamentos, um hostel geralmente é uma casa. A principal diferença entre eles é o preço, tendo em vista que, no segundo, você pode dividir com outras pessoas e, assim, gastar um pouco menos. Isso porque um hotel tem, geralmente, uma estrutura mais desenvolvida, com academia, piscinas, área de jogos e, até mesmo, restaurantes.

Diferença entre hostel e motel

Hostel é um tipo de hospedagem que geralmente corresponde a casas com espaços compartilhados que são alugadas por um determinado período e valor. O motel é um tipo de hotel, por assim dizer, só que geralmente está localizado em rodovias. Também com o mínimo de 10 quartos, essa hospedagem é mais frequente na parte periférica dos lugares, geralmente com um valor fixo e baixo pela hora de estadia e, ainda, representa uma economia em hospedagem muito grande, mesmo que não apresente o conforto ideal. Essa é uma ótima alternativa, por exemplo, para quem precisa pernoitar em algum lugar e não quer gastar o valor de uma diária.

Veja também

Acomodação temporária no intercâmbio na Irlanda

Wéverton Rodrigues,

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar