O que fazer em Reykjavik, capital da Islândia

O que fazer em Reykjavik, capital da Islândia

Elizabeth Gonçalves

3 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Terra do gelo e do fogo, a Islândia é conhecida como um lugar frio e distante. O país de paisagens deslumbrantes e atividades incomuns, principalmente para brasileiros, tem uma capital bem mista e cheia de descobertas. Mas afinal, o que fazer em Reykjavik, a capital da Islândia?

Muitos dizem que apenas um dia na capital é suficiente para conhecer a cidade, mas seria justo? Reykjavik é um destino altamente recomendado para viajantes que queiram muito mais que apenas se aventurar em cenários gelados.

Ou seja, a cidade é uma mistura de cultura, entretenimento, natureza e aventuras.

Preparado? Então vamos lá.

Prepare-se para uma viagem a Reykjavik, capital da Islândia

Casas coloridas fazem parte do cenário e estão na lista do que conhecer em Reykjavik, capital da Islândia. Foto: Alexey Stiop | Dreamstime.com

Antes de fazer as malas, saiba que Reykjavik, a capital da Islândia, é a cidade mais setentrional do mundo, o que significa dizer que não há noites durante o verão. Em contrapartida, os invernos apresentam apenas quatro horas de luz por dia.

É por essa razão que os verões são muito bem aproveitados com festivais e visitas de turistas interessados na cultura e no dia a dia islandês.

Colonizada no século IX por escandinavos, a Islândia é um país que faz questão de deixar explícita a sua história e faz o possível para preservar seu idioma: o islandês, uma língua complexa e, muitas vezes, vista como algo assustador, que não aceita aquisição e adaptação de palavras de idiomas estrangeiros.

Mas não se assuste com isso: os islandeses podem falar inglês muito bem, e isso é uma qualidade admirável dos países escandinavos, o que não ocorreria com frequência no leste europeu, por exemplo.

Isso não significa que absolutamente todos falam inglês, mas que as chances de se tornar incomunicável com os nativos é mínima, ainda mais na capital Reykjavik.

A moeda local é a króna (coroa), sendo que 1 euro equivale a aproximadamente 134 krónor.

Leia também: Que tal conhecer a Islândia?

Dicas sobre o que fazer em Reykjavik, capital da Islândia

A Sun Voyager Sculpture é um dos cartões postais da cidade e deve estar na lista sobre o que fazer em Reykjavik, capital da Islândia. Foto: Steve Gould | Dreamstime.com

Se você procura o que fazer em Reykjavik, capital da Islândia, deve entender que a cidade, apesar de pequena, oferece diversas opções de lazer, cultura e alimentação.

Vamos às dicas?

1. Visite a Catedral Hallgrímskirkja

Não deixe de subir na torre da Catedral Hallgrímskirkja para observar Reykjavik do alto. Foto: Takepicsforfun | Dreamstime.com

Catedral Hallgrímskirkja? Sim, acostume-se já, pois os nomes são difíceis. Vale a pena conhecer essa catedral cuja construção se deu por longas etapas ao longo do século XX e foi totalmente finalizada em 1986.

A catedral pode ser considerada um dos símbolos da cidade e vale muito a pena explorar a sua arquitetura. É daqueles tipos de monumentos que devem estar na sua lista sobre o que fazer em Reykjavik, capital da Islândia.

Curiosidade: na frente da fachada principal está localizada a estátua de Leifur Erikisson, o primeiro navegador a conhecer a América do Norte, em meados do ano 1000.

Leia também: Como é dirigir no inverno da Islândia?

2. Aurora boreal em Reykjavik

Aurora Boreal pode ser vista nas redondezas da capital Reykjavik. © Biletskiy | Dreamstime.com

Quem nunca sonhou em ver um dos fenômenos mais fantásticos do mundo? Pois se você for a Reykjavik, saiba que há diversos lugares que organizam excursões e providenciam informações a respeito das opções disponíveis para acompanhar auroras boreais.

A boa notícia é que, ao contrário de muitos outros destinos, na Islândia, o fenômeno pode ser observado bem pertinho da capital Reykjavik.

Se você não tem espírito aventureiro e prefere a tranquilidade de embarcar em um dos tours organizados diariamente, durante o inverno islandês, a capital da Islândia é o seu destino.

Já coloque na lista sobre o que fazer em Reykjavik, a capital da Islândia, a Reykjavik Excursions.

Além de conhecer todos os meandros que a experiência exige, caso o fenômeno não aconteça com toda a sua força, você pode rebookar o tour para o dia seguinte e garantir que você não sairá da Islândia sem apreciar a Aurora Boreal.

Leia também: 6 dicas para ver a Aurora Boreal na Europa.

3. Pausa para observar a Aurora Boreal no Perlan

Uma visita ao observatório Perlan é mandatório na sua lista sobre o que fazer em Reykjavik, capital da Islândia. Foto: Rui Baião | Dreamstime.com

Respondendo à pergunta do início desse texto: o que fazer em Reykjavik, capital da Islândia? Um dia apenas é suficiente para isso?

Considerar a Reykjavik para apenas uma paradinha de um dia não faz jus ao que a cidade oferece. É verdade que dois ou três dias seriam suficientes para curtir as principais atrações, como a Imagine Peace Tower, o observatório Perlan, e curtir as poucas horas de luz solar no Porto da cidade, ou explorar os curiosos grafites espalhados pelo centro de Reykjavik.

4. Banhos termais e a Blue Lagoon

Aproveite para visitar a Blue Lagoon, desde o aeroporto de Keflavik. © Suranga Weeratunga | Dreamstime.com

Você já deve ter lido relatos de viajantes que obrigatoriamente visitaram as águas termais de algum canto desse país.

O Blue Lagoon é um spa termal cuja água alcança 40°C e, na verdade, fica localizado em Grindavík, a 39 km da capital.

Dias com temperaturas abaixo de 0° não intimidam os islandeses nem um pouco, o que significa que o lago está sempre movimentado.

Porém, apesar da famosa Blue Lagoon, usufruir das piscinas termais islandesas também é uma experiência fácil de experimentar pertinho de Reykjavik. Sem deixar de citar as piscinas públicas, para quem quer desfrutar do estilo islandês de socializar, com piscinas termais com temperaturas oscilando entre 20°C e 45°C. Para quem não quer perder nenhuma oportunidade de aproveitar a natureza exuberante da Islândia, nossa recomendação é organizar uma parada estratégica desde o aeroporto de Keflavik para a Blue Lagoon. Localizada a apenas 20 minutos do aeroporto, a Blue Lagoon tem virado quase uma parada obrigatória para quem chega à Islândia.

E então, essas dicas sobre o que fazer em Reykjavik, capital da Islândia, foram suficientes? Temos mais artigos aqui no e-Dublin sobre a Islândia com muito mais.

Veja também

Curiosidades sobre a Irlanda

Elizabeth Gonçalves, Jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há cinco anos e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Stock Photos via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar