24 curiosidades sobre a Nova Zelândia

24 curiosidades sobre a Nova Zelândia

Wéverton Rodrigues

3 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Conhecer a cultura de um país é imprescindível para visitá-lo e aproveitá-lo da melhor forma possível. Nesse sentido, resolvi reunir algumas curiosidades sobre a Nova Zelândia, país situado no sudoeste do Oceano Pacífico, que se tornou nação independente apenas no ano de 1947.

Muito se fala sobre os Maori. Certamente, você já viu aqueles vídeos com alguns homens dançando o Haka. Representando cerca de 15% da população da Nova Zelândia, eles estão situados principalmente na Ilha Norte do país.

E, de fato, essa é uma cultura autenticamente neozelandesa, como você bem deve saber. Mas, talvez, o que você não sabe é que eles foram os primeiros a habitar o país.

Diante disso, é válido dizer que o holandês Abel Tasman foi o europeu que avistou o país pela primeira vez, há algumas centenas de anos.

Apesar desse fato curioso, foi a Grã-Bretanha quem fez um acordo formal com os Maoris para estabelecer um tratado de posse sobre o país “descoberto”.

Por isso, no ano de 1840, por meio do Tratado de Waitangi, o território neozelandês passou a fazer parte do império britânico.

24 curiosidades sobre a Nova Zelândia

Nova Zelândia é o lugar ideal para quem deseja aprender inglês.© Blagov58 | Dreamstime.com

São muitas curiosidades sobre a Nova Zelândia que vão fazer você querer se mudar para lá. Foto: Blagov58 | Dreamstime.com

Bom, esse é um resumo da história da origem da Nova Zelândia. No entanto, há muito mais. Posso adiantar que existem inúmeras curiosidades interessantes sobre esse país que você provavelmente não conhece.

E é isso que nós veremos no artigo a seguir. Confira!

1- Primeiro país do mundo a dar o direito ao voto às mulheres

Entre as curiosidades sobre a Nova Zelândia, está o fato de que o país foi o primeiro a dar direito às mulheres ao voto. Foto: Element5 Digital / Unsplash

Essa é uma das curiosidades sobre a Nova Zelândia que mais orgulha o país.

Foi no ano de 1893 que as mulheres neozelandesas passaram a ter o direito do voto. Isso significa que a Nova Zelândia tornou-se o primeiro país do mundo a dar o direito às mulheres a votarem.

Na Austrália e na Noruega, o direito foi concedido em 1907, mas excluía homens e mulheres aborígines.

2- Três línguas oficiais

Três línguas oficiais? Sim! Essa é uma das curiosidades sobre a Nova Zelândia. Foto: Aleza van der Werff / Unsplash

É natural se pensar que a língua oficial da Nova Zelândia é o inglês. Ela é, na verdade, uma das línguas oficiais do país, tendo em vista que há, no total, três: além da língua inglesa, o Maori (como língua nativa) e a Língua de Sinais.

A mais falada delas é o inglês, claro, a mais amplamente difundida desde a colonização. Como a cultura maori tem raízes muito profundas na história local, o idioma do povo nativo é abordado como disciplina nas escolas de educação básica.

Para estar ainda mais entre as curiosidades sobre a Nova Zelândia, no ano de 2006, a Língua de Sinais passou a se configurar também entre as línguas oficiais do país.

3 – Dois hinos oficiais

Ao lado da Dinamarca, a Nova Zelândia é o único país do mundo que conta com dois hinos nacionais oficiais. Chique, né? E eles são o “God Save the Queen” e o “God Defend New Zealand “.

Enquanto o primeiro só é usado em ocasiões reais e de vice-reinado, o segundo pode ser usado em ocasiões como eventos esportivos.

Este último tem versos tanto em inglês quanto em maori. Raras são as vezes em que os dois hinos são usados juntos.

4- A rainha Elizabeth é a Chefe de Estado do país?

Uma das curiosidades sobre a Nova Zelândia é que a rainha Elizabeth II é considerada chefe de estado. Foto: Divulgação

Entre as curiosidades sobre a Nova Zelândia que muita gente não sabe é a monarquia constitucional da Nova Zelândia ter como Chefe de Estado titular a rainha Elizabeth. Curioso, né?

A ex-colônia inglesa não é, porém, o único exemplo. Canadá e Austrália também têm a Rainha como autoridade simbólica máxima do país.

E ela tem representação da Governadora-Geral, Patsy Reddy, na democracia parlamentar independente neozelandesa.

5- Gisborne, onde o sol nasce primeiro no país

O sol nasce primeiro em Gisborne antes de todos os lugares do mundo. Foto: Moa Király / Unsplash

Considerada por muitos a primeira cidade no mundo onde o sol nasce, Gisborne está situada a menos de 500 quilômetros de Auckland e, ainda, a mais de 500 quilômetros de Wellington, capital do país.

De qualquer forma, é curioso dizer que é nessa cidade que o sol surge primeiro em todo o país.

A Mount Hikurangi é um pico com 1,752 metros acima do nível do mar e que fica a 130 quilômetros de Gisborne, bastante conhecido por ser um lugar muito procurado para observar o evento natural.

6- O pico mais alto da Nova Zelândia

Entre as curiosidades sobre a Nova Zelândia, o Monte Cook se destaca por ser o mais alto do país. Foto: Casey Horner / Unsplash

É o navegador e explorador britânico James Cook que dá nome ao pico mais alto do país.

O Monte Cook tem incríveis 3724 metros de altitude e está situado nos Alpes do Sul no centro da Ilha Sul.

Na língua maori, ele é chamado de Aoraki.

7- Costa litorânea longa

Mesmo sendo um país pequeno (do tamanho do Tocantins), a Nova Zelândia tem 15 mil km de costa. Foto: Kyle Myburgh / Unsplash

Apesar de ser considerado um país pequeno, uma das curiosidades sobre a Nova Zelândia é a sua costa litorânea ser bem longa.

Ao todo, são cerca de 15.000 km e mais de 15.000 praias existentes na Nova Zelândia. Muita coisa, né? O país é composto por duas ilhas principais: a Norte e a Sul. Há, ainda, várias outras menores.

Em qualquer canto do país, é possível chegar a uma praia a menos de 130 km de distância.

8- Florestas naturais

Mais de 25% da Nova Zelândia são verdes e naturais. Isso inclui dizer que o país dispõe de várias opções de reservas florestais e parques nacionais, nos quais a diversidade da flora é conservada.

9- Vida marinha rica

A extensa vida marinha faz parte das curiosidades sobre a Nova Zelândia. Foto: charles Lebegue / Unsplash

Outro aspecto bastante rico na Nova Zelândia é a vida marinha. Animais como pinguins, baleias e golfinhos são espécies bastante conservadas por lá.

O que mais chama a atenção no país, porém, é a presença do golfinho-de-hetor, espécie que só pode ser encontrada nesse lugar da Oceania e do mundo todo.

10- Lago mais cristalino do mundo

Em um país com uma natureza tão impecável, é claro que teremos, entre as curiosidades sobre a Nova Zelândia, águas cristalinas. Certo?

De acordo com um estudo de em 2011, feito pelo Instituto Nacional da Nova Zelândia de água e Pesquisa Atmosférica, o Blue Lake é, de fato, o lago mais cristalino do mundo.

Segundo pesquisa, ele tem visibilidade de até 80 metros.

Leia também: Países abertos para intercâmbio: onde os brasileiros já podem entrar?

11- População

A Nova Zelândia tem uma extensão territorial muito próxima a do Estado do Tocantins. Enquanto o primeiro conta com cerca de 5 milhões de pessoas, o segundo, apesar de ser um Estado, tem 1,497 milhão, o que representa um pouco menos de ⅓ disso.

Se compararmos, porém, com outro país de área territorial equivalente, como o Japão, o país asiático tem uma população cerca de 24 vezes maior (125,8 milhões).

E, por falar nisso, enquanto a população da capital Wellington é de cerca de 212.700 habitantes, o que corresponde a cerca de 1/10 do total, Auckland possui cerca de 1,6 milhão, o que compreende mais de 3/4 da população de todo o país.

12- Mais animais que humanos, mas sem cobras

Quer uma curiosidade sobre a Nova Zelândia? Existem seis vezes mais ovelhas do que pessoas. Foto: Andrea Lightfoot / Unsplash

Você sabia que, na Nova Zelândia, a população é composta por 95% de animais e apenas 5% de pessoas? Há, no país, algumas espécies de aves que são nativas. Alguns bons exemplos são o brincalhão kea, o weka, o takahe, o tui e a coruja morepork.

Também é possível encontrar por lá um inseto chamado weta gigante, tido como o mais pesado do mundo. Uma espécie nativa que não pode mais ser encontrada, porém, é a ave Moa. Com cerca de 3,5 metros de altura e 230 kg, ela foi extinta da região.

Mas, entre os animais existentes por lá hoje, os mais numerosos são as ovelhas. De acordo com o censo de 2020, o país tem uma população humana em torno de 5 milhões.

As ovelhas são, neste caso, uma soma seis vezes maior do que isso. Haja ovelha!

Apesar do fato acima, o mais curioso é que no país todo não há cobra. É isso mesmo! Para você que tem medo do réptil, talvez morar na Nova Zelândia seja uma ótima escolha.

A coisa fica ainda mais interessante quando ao saber que, além das cobras, os escorpiões e os crocodilos não existem por lá. Já pode adicionar isso na lista curiosidades sobre a Nova Zelândia.

O país ainda possui a pretensão de acabar com os ratos até o ano de 2050. O motivo é para tentar salvar o ecossistema das Ilhas.

Leia também: Cinco motivos para estudar na Nova Zelândia

13- Nova Zelândia = Aotearoa (na língua Maori)

Povos nativos mais tradicionais desse país da Oceania, os Maoris dão um outro nome ao país. Aotearoa é a forma como eles chamam a Nova Zelândia e quer dizer “Terra da Longa Nuvem Branca”.

14- Última massa de terra a ser povoada

Quando os polinésios Maoris chegaram ao território que posteriormente ficou conhecido como Nova Zelândia, o país tornou-se o último significantemente grande a ser descoberto pelos seres humanos. Isso aconteceu entre 1250 e 1300.

15- Cumprimento maori

A cultura maori faz parte das curiosidades sobre a Nova Zelândia. Foto: Meg Jerrard / Unsplash

“Hongi” é a palavra que os povos nativos tradicionais da Nova Zelândia utilizam para saudar outro maori. O ato consiste, ainda, em encostar narizes e testas.

A saudação demonstra respeito e simboliza que ambos entendem a alma um do outro.

16- Maior palavra neozelandesa

Para sua lista de curiosidades sobre a Nova Zelândia.

A Colina Taumatawhakatangihangakoauauotamateaturipukakapikimaungahoronukupokaiwenuakitanatahu é a palavra neozelandesa mais comprida e tem origem maori.

Ele está situado em Porangahau, Hawkes Bay, e conta 305 metros de altura.

O significado do nome é “o lugar onde Tamatea, o homem com os joelhos grandes, que escorregou, subiu as montanhas, conhecidas como Landeater, tocou sua flauta para sua amada.”

Leia também: Eu, minha ex-namorada e uma van: como eu fui parar na Nova Zelândia

17- Primeira cirurgia plástica do mundo

Tendo cursado medicina em Cambridge, na Inglaterra, e concluído a sua especialização em otorrinolaringologia no Saint Bartholomew’s Hospital, o neozelandês Harold Gillies é considerado o médico que realizou a primeira cirurgia plástica do mundo.

18- Um neozelandês foi a primeira pessoa a escalar o Monte Everest

No dia 29 de maio de 1953, dois homens conseguiram chegar ao pico do Monte Everest, a montanha mais alta da Terra, com 8848 metros de altitude. Um dos dois alpinistas que alcançaram a façanha foi o neozelandês Sir. Edmund Hillary.

19- A 2ª rua mais íngreme do mundo

Hoje em dia, a rua Pen Llech, em Harlech, no País de Gales, detém o título de Rua Mais Íngreme do Mundo. Antes dela, porém, a Rua Baldwin, localizada em Dunedin, na Nova Zelândia, foi por muito tempo a dona da marca. Ao todo, são 350 metros de comprimento e 69,2 metros de altura.

20- 66 dias no escuro

Em 19 de fevereiro de 1998, a cidade de Auckland passou 66 dias sem energia por causa do rompimento de quatro dos principais cabos de alimentação. Esse é o apagão mais longo do mundo que se tem registro.

21- Cenário de The Lord Of The Rings

O filme O Senhor dos Anéis foi rodado na Nova Zelândia. Foto: Ginevra Austine / Unsplash

O Senhor dos Anéis, com 11 indicações ao Oscar, é um dos maiores sucessos da história do cinema. Um fato bastante curioso acerca da trilogia dirigida por Peter Jackson é que ela foi inteiramente gravada na Nova Zelândia.

Além disso, é possível encontrar a Hobbiton, cidade cenográfica de O Hobbit.

22- Ernest Rutherford era neozelandês

O grande pai da física nuclear, que ganhou um Nobel de Química em 1908 “por suas investigações sobre a desintegração dos elementos e a química das substâncias radioativas”, nasceu no dia 30 de agosto de 1871, em Brightwater, na Nova Zelândia.

Ele foi o pioneiro em propor datar rochas a partir da radioatividade.

Além disso, com a criação do modelo atômico de Rutherford, ele propôs a primeira divisão do átomo. Segundo seu estudo, a divisão do átomo era plenamente possível. Ele também descobriu o próton.

23- City of Sails

O título não é a toa: 1 a cada 3 famílias na cidade de Auckland, na Nova Zelândia, tem barco. Curioso, não?

24- A gastronomia do país é muito mais do que fish and chips

Gastronomia neo zelandesa é vasta e cheia de sabores. Foto: Douglas Bagg / Unsplash

O peixe com batata frita é apenas um dos pratos típicos da Nova Zelândia. A culinária do país conta ainda com muitas outras opções deliciosas.

As frescas ostras de Bluff, por exemplo, são bastante apreciadas pelos neozelandeses, especialmente em Southland.

Os mexilhões de lábios verdes, o bolinho de peixes miúdos, o queijo azul, o abalone preto, frango ao curry, hangi (prato maori mais famoso) e o cordeiro de Canterbury são algumas outras ótimas opções.

Leia também: Mochilão pela Nova Zelândia: os obstáculos que surgem pelo caminho

Muito além das curiosidades sobre a Nova Zelândia

Agora que você já conhece muitas das curiosidades sobre a Nova Zelândia, que tal fazer intercâmbio no país?

Quer ajuda? O E-Dublin pode auxiliar você nesse processo.

Temos vários artigos sobre intercâmbio na Nova Zelândia onde você pode aprender mais sobre o país em temas como visto ou custo de vida.

Você também pode receber as melhores ofertas de agências de intercâmbio. Faça seu cadastro no Orçamento Fácil do E-Dublin e encontre os melhores preços e oportunidades.

Veja também

Roteiro de Intercâmbio na Irlanda por quem o viveu

Wéverton Rodrigues,

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar