8 livros recomendados por Edu Giansante

8 livros recomendados por Edu Giansante

Edu Giansante

1 mês atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Uma das maiores recomendações feitas pelas pessoas, desde há muito tempo, é você ler mais livros, certo? No entanto, quais seriam esses livros? Será que qualquer livro serve para você ser um bom leitor? Afinal, por onde começar?

A gente sabe que adquirir conhecimento é essencial para qualquer pessoa. Hoje em dia, apesar de termos diversas formas práticas e populares de se consumir conteúdo, a verdade é que nada substitui um bom livro. Afinal, eles nunca saíram nem sairão de moda!

Eu nunca fui um leitor assíduo até eu encontrar livros que realmente mudaram minha vida. Você também está disposto a encarar essa mudança por meio das páginas de um livro? Se sim, posso garantir que existem alguns caminhos para alcançar esse objetivo.

Por isso, resolvi destacar oito livros que tratam de vários assuntos relevantes e proporcionam aprendizados valiosos.

Tenho certeza de que você vai curtir bastante cada indicação da lista.

Confira!

  1. Sapiens (Yuval Noah Harari)
  2. The Four-Hour Workweek (Tim Ferriss)
  3. How To Win Friends and Influence People (Dale Carnegie)
  4. Outwitting the Devil: The Secret to Freedom and Success (Napoleon Hill)
  5. Thinking Fast and Slow (Daniel Kahneman)
  6. Man’s Search for Meaning (Viktor E. Frankl)
  7. Linchpin (Seth Godin)
  8. Abrindo Portas (Edu Giansante)

Sapiens (Yuval Noah Harari)

“Sapiens” é, sem dúvida, um dos livros mais incríveis já escritos. Afinal, nada mais intrigante do que a história humana, não é mesmo? Foi exatamente nisso que pensou Yuval Noah Harari ao recontar as ideias pré-concebidas referentes à espécie Homo sapiens e toda sua história ao longo das Eras.

O best-seller busca explorar aspectos essenciais da nossa existência, como hábitos e emoções, relacionamentos e comportamentos a partir de uma óptica revista e renovada, contando com insights e perspectivas mais aprofundadas de eventos passados, comparando-os com a realidade presente.

Muito mais importante do que entender de onde viemos e para onde vamos é, sobretudo, entender o percurso da humanidade sob viés sociológico, antropológico e econômico.

Composta por 464 páginas, a obra é dividida em quatro partes que buscam apresentar e explicar os argumentos que fundamentam o desenvolvimento da espécie humana e todas as grandes temáticas que rodeiam a nossa espécie.

Saiba mais aqui!

The Four-Hour Workweek (Tim Ferriss)

“Trabalhe 4 Horas por Semana” é outro livro que recomendo, capaz de agregar bastante valor. Escrita pelo americano Tim Ferriss, a obra aborda, sobretudo, assuntos como produtividade, organização, influência, trabalho digital e controle e carga horária de trabalho.

Após estudar sobre os “novos ricos” por cerca de 10 anos, Tim mostra como a subcultura do status quo tem se tornado cada vez mais um estilo de vida ultrapassado, cenário em que urge a necessidade da globalização sobre as novas formas de trabalho e, ainda, de uma revisão sobre a percepção acerca do mundo profissional.

Assim sendo, em 396 páginas, Ferriss aborda como as novas habilidades e ferramentas e os estilos de vida móveis e modernos podem modificar a forma como a sociedade enxerga o formato tradicional de trabalho.

Nesse sentido, o autor ainda aponta para as vantagens do desenvolvimento de carreiras digitais, além de mostrar como o nomadismo digital será — como já vem sendo — um dos caminhos para o desenvolvimento do autonegócio.

Saiba mais aqui!

How To Win Friends and Influence People (Dale Carnegie)

Outra ótima indicação de livro é “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas”, de Dale Carnegie. A leitura ensina sobre relacionamentos humanos e como aplicar determinadas técnicas e estratégias pode ajudar a melhorá-los.

Sendo assim, essa é uma leitura ideal para quem deseja entender e melhorar as interações que estabelece com outras pessoas. Publicada pela primeira vez no ano de 1936, a obra é uma ótima indicação para quem busca o desenvolvimento pessoal voltado para a sócio-interação.

Saiba mais aqui!

Leia também: 5 sites imperdíveis para baixar livros grátis

Outwitting the Devil: The Secret to Freedom and Success (Napoleon Hill)

“Mais Esperto que o Diabo” é um livro que tem caído cada vez mais na graça do público. Escrita em 1938 por Napoleon Hill, a obra conta com 270 páginas, divididas em 12 capítulos, e explora a raiz do potencial humano.

Ao trazer episódios de sua própria vida, colocando-se como interlocutor na situação, Napoleon Hill mostra como uma entrevista com o Diabo pode ser extremamente útil, principalmente do ponto de vista do pensamento motivacional e da psicologia aplicada.

Esse é um valioso estudo sobre o poder da alienação da mente humana como aspecto determinante para o rumo de segmentos da vida como família, carreira e relacionamentos, além do entendimento de coisas que estão relacionadas aos sucessos e aos fracassos.

Saiba mais aqui!

Thinking Fast and Slow (Daniel Kahneman)

“Rápido e Devagar: Duas Formas de Pensar” é um livro escrito por Daniel Kahneman, que mostra como funcionam os dois sistemas do pensamento humano: o rápido e o lento. Dessa forma, Daniel explora o processo evolutivo da mente, apresentando, assim, explicações e resultados que nos permitem ter interpretações a respeito de cada um desses sistemas.

Nessa aula de ciência cognitiva de 499 páginas, o autor usa uma narrativa de fácil entendimento para mostrar como as formas de pensar influenciam persuasivamente às decisões tomadas pelo ser humano, tanto no âmbito pessoal quanto no profissional, destrinchando, portanto, alguns conceitos que fazem parte da existência humana, tais como capacidade extraordinária, falhas, preconceitos, etc.

Saiba mais aqui!

Man’s Search for Meaning (Viktor E. Frankl)

“Em Busca de Sentido”, de Viktor Frankl, é, sem dúvida, uma das indicações mais incríveis dos livros que recomendo. Isso porque o livro é fruto de uma experiência surreal: o neurologista e psiquiatra vivenciou a experiência de passar três anos em campos de concentração nazistas, sentindo na pele as condições brutais desse tipo de prisão.

A obra é impactante não só pelo contexto no qual foi escrito, mas, ainda, pelo fato de proporcionar um conteúdo de bastante valor baseado no desenvolvimento e crescimento pessoal e na investigação psicológica.

Inclusive, o trabalho de Viktor tem sido uma importante contribuição para o desenvolvimento da logoterapia, abordagem psicoterapêutica que busca estudar empiricamente o sentido da vida.

Sendo assim, ao fazer uso de uma linguagem acessível e de fácil entendimento ao longo de 165 páginas, Frankl tem por objetivo investigar como o fato de vivenciar experiências inimagináveis e desafiadoras pode moldar a mente humana e como, apesar disso, é possível viver uma vida digna e aprazível.

Saiba mais aqui!

Linchpin (Seth Godin)

“Linchpins”, de Seth Godin, é aquele tipo de livro feito para pessoas que sentem a constante necessidade de criar soluções quando essas não se lhes apresentam de forma clara. Sendo assim, esse livro de autocrescimento aborda o fato de a criatividade e a inovação serem aspectos essenciais na resolução de problemas “fora da caixa”.

Considerados por Seth como autênticos artistas, os Linchpins trabalham com inteligência e equilíbrio emocional, são pessoas inspiradoras e dedicadas e, sobretudo, costumam transformar sistemas com suas personalidades revolucionárias.

O penúltimo desta lista dos livros que recomendo é um verdadeiro estudo de iniciativas práticas e úteis que são tomadas dentro do ambiente de trabalho.

Saiba mais aqui!

Leia também: Boas barganhas de livros em Dublin

Abrindo Portas (Edu Giansante)

Livro Abrindo Portas por Edu Giansante

Livro Abrindo Portas: por Edu Giansante

Por fim, o “Abrindo Portas” — claro, meu próprio livro. São 236 páginas em que narro como foi minha adaptação a uma língua (a qual não dominava) e a uma cultura completamente diferente da brasileira em que imergi desde a chegada à Irlanda.

A procura por um emprego, a experiência de um intercâmbio e o novo cotidiano da fria e chuvosa Ilha Esmeralda mudaram definitivamente a minha vida pessoal e profissionalmente falando.

No livro, eu optei por utilizar uma linguagem fluida e dinâmica para abordar vulnerabilidades e desafios ao longo de minha jornada pessoal. Ainda mostro como e por que me sinto motivado a querer cada vez mais alcançar meus — novos — objetivos de vida.

O Ikigai, expressão japonesa que está associada ao propósito de vida, por exemplo, é uma das questões que levo ao longo das páginas do livro, mostrando como essa é uma importante ferramenta na busca pelo autoconhecimento. Eu conto mais sobre esse meu livro neste texto!

Saiba mais aqui!

Com estes 8 livros, espero que você possa se beneficiar de forma prática e útil com cada indicação da lista e que isso se converta em oportunidade clara e manifesta de evolução pessoal.

Enjoy it!

Foto de capa: Jason Leung / Unsplash

Veja também

Como montar um currículo para a Irlanda

Edu Giansante, Fundador e CEO do edublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar