Entrevista com João Thomaz, jovem brasileiro atropelado por um policial na Irlanda

Entrevista com João Thomaz, jovem brasileiro atropelado por um policial na Irlanda

Rubinho Vitti

4 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

No dia 28 de outubro de 2023, a vida de João Henrique Thomaz Ferreira, um jovem brasileiro de 23 anos que reside em Dublin, na Irlanda, desde 2018, foi drasticamente transformada após um incidente ocorrido na rodovia M50, na capital irlandesa.

João foi atingido violentamente por um veículo oficial da Garda, a polícia irlandesa, o que resultou na amputação de sua perna direita.

Após passar por um período de internação que se estendeu até 18 de dezembro, João agora está em processo de recuperação em Dublin, contando com o apoio constante de sua mãe, Sheila Thomaz, primeira-dama de São José dos Campos.

O edublin teve a oportunidade de conversar pela primeira vez com João. Em entrevista ao jornalista Rubinho Vitti, ele compartilhou detalhes impactantes sobre o incidente, além de atualizar sobre seu estado de saúde.

Sheila Thomaz, mãe de João, também compartilhou suas experiências e sentimentos sobre o ocorrido, discutindo como a família tem enfrentado os desafios após a agressão sofrida pelo filho por parte de um policial irlandês.

Conheça a história de resiliência de João e entenda como a família tem superado esse momento difícil:

Entrevista com Sheila Thomaz, mãe de João

O edublin também entrevistou a primeira-dama de São José dos Campos, Sheila Thomaz, que é mãe de João Henrique Thomaz Ferreira, intercambista brasileiro que foi atropelado na estrada M50, em Dublin por um policial da Garda, no dia 28 de outubro.

Acompanhe a entrevista com Rubinho Vitti:

Brasileiro atropelado pela Garda se comunica pela 1ª vez após acidente: ‘tentou me matar’

João Henrique Thomaz Ferreira, entregador brasileiro que foi atropelado em Dublin por um policial da Garda, a polícia irlandesa, se comunicou pela primeira vez com sua mãe, no hospital onde está internado.

O jovem de 23 anos teve uma perna amputada após um carro da Garda atingí-lo em uma rodovia de Dublin.

Por estar entubado, João não conseguiu falar, mas escreveu em uma lousa para mãe: “esse cara tentou me matar”.

Segundo reportagem do G1, a mãe de João, Sheila Ferreira, que é primeira-dama de São José dos Campos e chegou à Irlanda no domingo, 29 de outubro, o filho também quis saber sobre o estado de sua perna.

“Ele pediu para escrever, se comunicou, perguntou da perna, se tinha sido amputada mesmo. Os médicos explicaram a amputação para ele, então ele está ciente que foi amputada. Depois ele só escreveu, em inglês, que queria voltar para o Brasil com a esposa dele”, disse Sheila ao portal G1.

Sheila pede que as investigações aconteçam e que exista punição. “Espero que isso seja apurado da forma correta, como tem que ser. Meu filho saiu do risco de morte. Estou aqui para ficar com ele, quero focar nisso.”

Saiba mais sobre o caso

O acidente envolvendo João Henrique Thomaz Ferreira, filho do prefeito de São José dos Campos, que teve sua perna amputada após ser atropelado por um carro da polícia em Dublin, na Irlanda, segue internado.

O caso ocorreu no último sábado, 28 de outubro, na estrada M50, na capital irlandesa.

João Henrique Thomaz Ferreira, de 23 anos, que mora na Irlanda há cinco anos, foi atingido por um veículo oficial da Garda que estava à paisana e teve sua perna direita amputada após ser prensado contra uma barreira metálica de proteção da pista.

Além da amputação, João sofreu lesões no pescoço e coágulos na coxa, de acordo com reportagem do G1. Apesar da gravidade dos ferimentos, seu quadro de saúde é estável.

João é filho do prefeito Anderson Farias, de São José dos Campos. Ele vive há cinco anos em Dublin e trabalha com entregas.

Acidente ou intencional?

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Sheila Thomaz (@sheilathomaz)

O caso levantou várias questões, uma das quais é se o atropelamento foi intencional. Amigos de João alegam que um guarda da polícia acelerou o carro em direção ao jovem.

De acordo com um amigo de João, em entrevista ao G1, o carro atingiu o entregador quando ele aguardava a ação da própria polícia que estava atrás de uma moto roubada.

Segundo o amigo, João e um grupo de entregadores estavam seguindo carros da Garda na rodovia em busca de uma moto roubada de um dos amigos. A moto possuía um rastreador e por isso foi possível a perseguição.

Enquanto a Garda capturava os ladrões, João estava parado com sua moto no acostamento. Foi nesse momento que os policiais à paisana encostaram e jogaram o carro em cima de João e o atropelou.

Como anda o caso?

Segundo nota enviada aos jornais locais, a Garda, Polícia irlandesa, afirma que está investigando o caso junto com a GSOC (Comissão do Provedor de Justiça da Garda Síochána) para esclarecer as circunstâncias do acidente.

A GSOC busca ouvir testemunhas e procura imagens que possam ter registrado o momento do atropelamento.

A Embaixada do Brasil em Dublin afirmou que está acompanhando o caso, prestando assistência consular à família de João. Um diplomata da Embaixada está em contato com a família e realizou uma visita ao hospital onde João se encontra internado.

Protesto

O caso gerou revolta entre amigos e familiares de João que se uniram para protestar no centro de Dublin na segunda-feira, 30 de outubro.

Centenas de pessoas compareceram, cruzando o centro da cidade, com faixas pedindo justiça para o João.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by DeliverIEs.BR (@deliveries.br)

Vaquinha auxilia custos de saúde de João

Uma vaquinha foi feita pela namorada do João, Julia Langneck, com o objetivo de ajudar nos custos com saúde e a possível prótese que ele deverá usar na perna.

De acordo com a página do GoFundMe, Julia diz que quem quiser “colaborar financeiramente com a prótese que ele deverá usar, fica aqui está vaquinha onde vocês podem ajudar a ele com a quantia que quiserem e puderem e desde já tanto eu quanto a família só podemos agradecer e pedir que Deus abençoe ao João e a cada um que está colaborando com a gente”.

Quase € 4 mil já foram arreacadados.

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?


Avatar photo
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email