Irlanda deve seguir UE e impor sanções à Rússia após invasão à Ucrânia

Irlanda deve seguir UE e impor sanções à Rússia após invasão à Ucrânia

Rubinho Vitti

4 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A Irlanda deve seguir a União Europeia e impor sanções à Rússia após a ordem de Vladimir Putin de invadir a Ucrânia nesta quinta-feira.

A operação militar da Rússia na Ucrânia começou em “grande escala” por ar, terra e mar e é o maior ataque de uma nação europeia a outra desde a Segunda Guerra Mundial.

Líderes dos países membros da UE estão se dirigindo a Bruxelas para uma cúpula de emergência. A ideia é que sanções sem precedentes contra a Rússia sejam aprovadas.

De acordo com o jornal Irish Times, a perspectiva é cortar a Rússia do sistema bancário internacional e bloquear o fornecimento de componentes elétricos cruciais para tentar forçar Moscou a mudar de rumo.

Irlanda pode bloquear 4,5 bilhões em sanções comerciais

Irlanda exportou 500 mil caixas de whisky para a Rússia em 2020. Photo by Shazmyn Ali on Unsplash

As sanções por parte da Irlanda podem afetar cerca de 4,5 bilhões de euros em comércio entre os países. Isso inclui mais de € 3 bilhões em exportações de serviços de TI, mais de meio milhão de caixas de uísque exportadas e € 134 milhões em importações de fertilizantes.

O CSO (Central Statistics Office), escritório central de estatísticas da Irlanda, o país exportou € 627 milhões em mercadorias para a Rússia em 2021, € 182 a mais que em 2020, quando foram negociados € 445 milhões em exportações.

Minérios metálicos e “óleos essenciais”, utilizados em diversos processos de fabricação, estão no topo da lista de exportações.

Outro item muito exportado para a Rússia é o whiskey. De acordo com a Irish Whiskey Association, o país é o segundo maior mercado de exportação da Irlanda, atrás dos EUA, com 534.000 caixas vendidas em 2020.

Por outro lado, a Irlanda importou 598 milhões de euros em carvão, produtos petrolíferos e fertilizantes da Rússia.

O ministro das finanças irlandês, Paschal Donohoe, disse que exportações para a Rússia giram em torno de 1% enquanto as importações somam 0,5%.

Foto de capa: Ant Rozetsky on Unsplash

 

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar