Irlanda vai usar algas para alimentar gado e reduzir gás metano

Irlanda vai usar algas para alimentar gado e reduzir gás metano

Rubinho Vitti

2 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Reduzir o gás metano em 30% é uma das metas a serem cumpridas até 2030 como forma de reduzir a poluição mundial. Um acordo foi assinado entre os países participantes da COP 26, conferência das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas.

A Irlanda foi um dos países que assinou o documento e já começou a colocar em prática ideias que podem ajudar na redução do metano, um dos principais gases que afetam as mudanças climáticas.

Uma delas é recolher algas marinhas do oceano e utilizá-las para a alimentação de vacas e ovelhas. Pesquisas mostraram que esse tipo de alimentação reduz a produção de metano nos animais.

Ovelhas também devem ser alimentadas com algas para diminuir o gás metano na Irlanda. Foto: Andrea Lightfoot / Unsplash

Atualmente, os pesquisadores estudam qual tipo de alga é responsável por uma redução mais funcional da liberação de gás metano pelos animais.

O projeto é coordenado pelo governo irlandês e pela indústria de colheita de algas marinhas.

Não se sabe ao certo se apenas esse projeto seria suficiente para a redução de metano na Irlanda.

Alguns especialistas, porém, não descartam a possibilidade de redução no número de animais no país para poder atingir a meta de 2030.

Leia também: Em conferência da ONU, Irlanda promete neutralidade climática para 2050

Foto de capa: Gary Ellis / Unsplash

Veja também

O guia completo do clima na Irlanda

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar