Mochilão pelo Chile: rotas, cidades, dicas e melhor época para viajar

Mochilão pelo Chile: rotas, cidades, dicas e melhor época para viajar

Ana Carolina Brunelli

1 semana atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Fazer um mochilão pelo Chile está na sua lista de desejos para esse ano? Se a resposta for sim, saiba que essa é a viagem perfeita para quem quer aproveitar ao máximo as belezas naturais, arquitetura e gastronomia do país, sem gastar muito dinheiro.

Com enormes montanhas, vulcões e lagos, o Chile é um destino incrível para quem deseja viver uma experiência única no deserto do Atacama, podendo conciliar com uma parada por Santiago, a capital do país, e outras famosas atrações.

O que você precisa saber sobre um mochilão pelo Chile

Fazer um mochilão pelo Chile é encontrar uma diversidade incrível de paisagens. Foto: Frank Holleman on Unsplash

Montar um mochilão pelo Chile nem sempre é uma tarefa fácil, viu? Isso porque as distâncias dentro do país são enormes.

Exemplo: É bastante comum visitar o deserto do Atacama e conciliar com uma passagem pela capital Santiago, ao Norte do país.

No entanto, quem deseja ver a Patagônia e Torres del Paine, precisa ir para o Sul do país. Ou seja, são lados completamente opostos.

No entanto, é óbvio que não é impossível conciliar as belezas do norte com as do sul. O que vai tornar isso possível é o tempo disponível que você tem para fazer um mochilão pelo Chile.

Se você tiver apenas duas semanas, por exemplo, é melhor escolher um lado apenas para explorar, para conseguir de fato curtir cada atração. Agora, se puder permanecer um mês visitando o território chileno, por que não aproveitar e conhecer todos os cantos do país, não é mesmo?

Quando fazer um mochilão pelo Chile

Torres del Paine está na lista de lugares para conhecer durante um mochilão pelo Chile. Foto: Trevor McKinnon on Unsplash

Sabia que o Chile é um país com diferentes climas?

Sim, é verdade! Ao norte é comum um clima seco com temperaturas altas, ao centro um clima mediterrâneo e ao sul um clima com baixas temperaturas, principalmente no inverno. Ou seja, é preciso se atentar ao clima dos lugares que deseja visitar para poder planejar o seu mochilão e evitar algumas surpresas.

A região central pode ser visitada ao longo de todo o ano, mas para quem quer ter a experiência de ver neve de perto, o ideal é ir no inverno.

Agora, quando a ideia é desbravar o sul do país, o recomendado é aproveitar o verão, pois conhecer as regiões dos lagos nessa época do ano garante dias mais agradáveis e ainda é possível praticar esportes, inclusive dentro da água. Além disso, na Patagônia os dias são mais longos no verão, anoitecendo apenas 21h.

Seguro Viagem: Mochilao
AC 60 MUNDO COVID-19 QUARENTENA (EXCETO EUA) AC 60 MUNDO COVID-19 QUARENTENA (EXCETO EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 59/dia*

Já no norte, onde está localizado o deserto do Atacama, o mais árido do mundo, o ideal é ir entre os meses de abril e maio ou setembro e outubro. Isso porque, apesar de muita gente pensar que não, as chuvas chegam com força no mês de fevereiro. Então é melhor evitar o período de chuvas e tempestades para que nada estrague o seu momento de apreciar as belezas desse lugar.

Viu só quanta coisa incrível você pode conhecer se aventurando pela América do Sul? Agora é preciso definir quantos dias você terá disponível para mochilar pelo país, quais das principais atrações vai querer conhecer e quanto de dinheiro poderá investir nessa experiência. Com tudo isso em mente, aí será o momento de começar a organizar o seu mochilão pelo Chile.

5 pontos turísticos para visitar em um mochilão pelo Chile

Clima no Chile pode variar bastante de região para região. Foto: Peter Winckler on Unsplash

Para te deixar ainda mais animado (a) com a possibilidade de fazer um mochilão pelo Chile, listamos abaixo dicas dos principais pontos turísticos para visitar. Você vai ver como é existem lugares incríveis na América do Sul.

Santiago

Parada obrigatória para quem vai fazer um mochilão pelo Chile é Santiago, a capital do país. Com inúmeros lugares para conhecer, vale colocar no roteiro o belíssimo Cerro Santa Lucia e Cerro San Cristóbal, as áreas verdes da cidade, como o Parque Araucano e Parque Florestal, e não deixar de dar aquela conferida no famoso Palácio de La Moneda, sede da Presidência da República do Chile.

A capital chilena está cheia de lugares históricos e construções antigas que oferecem um charme único à cidade. Por isso, antes de se aventurar pelas belezas do deserto do Atacama, é válido separar pelo menos uns 3 dias para curtir Santiago e tudo o que a cidade tem a oferecer.

E se a sua ideia de mochilão pelo Chile for economizar mesmo, então pesquise muito antes de ir e, ao chegar no destino, arranje um mapa da cidade para poder explorar cada cantinho. Além disso, pesquisando com antecedência é possível descobrir todos os lugares que você pode visitar de forma gratuita.

Aliás, a entrada no Museu Nacional de Bellas Artes e no Museu Nacional de História Natural é totalmente gratuita, viu?! Então já salva esses nomes aí se você gosta desse tipo de atração.

Vale da Lua e Vale da Morte

Certamente quem decide se aventurar em um mochilão pelo Chile espera se deparar com as belezas naturais do deserto do

Atacama, lugar que atrai turistas o ano inteiro e que não decepciona nem um pouco nas paisagens.

Então aí vai mais uma dica: conhecer o Vale da Lua e Vale da Morte quando estiver no deserto vai ser uma daquelas paisagens de tirar o fôlego, sabe? A formação das rochas que se misturam com as dunas provavelmente vai fazer você se sentir em outro planeta.

No entanto, para ir até essas atrações é preciso do acompanhamento de um guia local. Ou seja, pesquise bastante empresas que oferecem esse serviço, que são confiáveis e decida qual delas mais se encaixa nos seus objetivos e orçamento.

Torres del Paine

Gigantescas geleiras se misturando com lagos azuis e uma vegetação local impressionante. Assim é a paisagem de Torres del Paine, atração turística que está entre as reservas mais ricas do planeta, onde são preservadas mais de 100 espécies de animais. Já dá vontade de viajar pra lá, né? Mas antes é importante saber: Torres del Paine fica bem distante de Santiago, cerca de 2 dias de viagem de carro, então é preciso pensar bem na rota do mochilão para incluir essa atração no roteiro.

Além disso, a região é uma das mais requisitadas por quem adora praticar montanhismo e está cheia de trilhas incríveis, que também é necessário realizar com guia.

Em Torres del Paine há possibilidade de ficar em hotéis ou escolher o camping. O camping é um espaço no parque destinado exatamente a essa prática e o melhor: é completamente gratuito. A infraestrutura supre as necessidades básicas como banheiro e água potável.

Gêiseres del Tatio

Já imaginou ver águas termais em ebulição a cerca de 80 graus? Gêiseres del Tatio é um espetáculo à parte e quem pretende fazer um mochilão pelo Chile não pode perder a chance de ver de perto esse fenômeno natural.

Cajón del Maipo

Aqui está mais um lugar imperdível para conhecer quando estiver mochilando pelo Chile: Cajón del Maipo.

O lugar fica próximo à Santiago (cerca de 110 km) e sua mais famosa paisagem é o Embalse El Yeso, uma represa que está localizada entre as Cordilheiras dos Andes e que é uma das grandes responsáveis pelo abastecimento de água da capital chilena.

Esse é um passeio perfeito para fazer tanto no verão, quanto no inverno, pois em ambas as estações a paisagem é surreal. O ideal é reservar o passeio com um guia local.

É claro que essas são algumas das inúmeras atrações imperdíveis para conhecer durante um mochilão pelo Chile. Ainda vale colocar na lista: Valle Nevado (para quem quer curtir esportes na neve), Ilha de Páscoa, Reserva de Huilo Huilo, entre muitas outras.

Intercâmbio no Chile

Mochilão pelo Chile pode ser feito durante intercâmbio no país. Foto: Diego Jimenez on Unsplash

Para fazer um mochilão pelo Chile de forma ainda mais fácil e completa, um intercâmbio no país pode ser bem mais fácil e mais em conta. Afinal de contas, você poderá usar o tempo entre estudo e trabalho para viajar pelo país.

E para fazer isso de forma mais segura e econômica, solicite um Orçamento Fácil aqui no edublin agora mesmo!

Agências parceiras poderão auxiliar com toda a parte burocrática de documentações, compra de passagens áreas e até mesmo na escolha de hotéis ou de um bom hostel. Tudo de acordo com o seu perfil e com os seus objetivos.

Ana Carolina Brunelli, Formada em jornalismo pela UNIMEP. Criadora de conteúdo para redes sociais, com experiência em Diversidade & Inclusão. Esteve na Irlanda duas vezes e, desde a primeira vez no país, soube que Dublin era o seu lugar no mundo. Ama inspirar e incentivar as pessoas a viverem a incrível experiência de conhecer a Ilha Esmeralda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar