Escolas de inglês podem voltar a ter aulas presenciais na Irlanda

Escolas de inglês podem voltar a ter aulas presenciais na Irlanda

Rubinho Vitti

2 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A partir desta segunda-feira, 19 de julho, escolas de inglês poderão voltar a receber alunos para aulas presenciais na Irlanda.

A volta deve acontecer gradualmente para grupos pequenos que já estão matriculados e em locais onde há segurança para o retorno. As próprias escolas devem informar os alunos sobre como as mudanças irão acontecer.

Como esperado, as escolas de inglês deverão seguir algumas condições para evitar contaminações da covid-19 para retornar as aulas presenciais na Irlanda.

Segundo documento divulgado pelo governo irlandês, as regras são as seguintes:

  • a retomada desta atividade é exclusivamente para atender as necessidades dos alunos de ensino de língua inglesa já existentes atualmente no país
  • as instituições de ensino podem optar por permanecer fechadas, fornecer aprendizagem combinada (online e presencial) ou então continuar operando totalmente online (leia mais abaixo)
  • ainda não será permitido a matrícula de novos estudantes internacionais
  • as escolas devem observar a situação de saúde pública, mudanças nos conselhos ou medidas que tenham impacto sobre as aulas presenciais
  • todas as regras existentes no COVID-19 Resilience and Recovery, plano de recuperação da Irlanda, devem ser seguidas
  • funcionários das escolas devem seguir o Work Safely protocol para o retorno do trabalho

O governo afirmou que segue trabalhando para que, em um breve futuro, estudantes internacionais possam novamente se matricular para aulas de inglês em escolas da Irlanda. Segundo o texto, a reabertura pontual deste momento é um “trampolim fundamental no caminho para a recuperação do setor”.

Escolas deverão informar se continuarão online

Escolas que optarem por permanecer online devem avisar alunos e setor responsável. Foto: Chris Montgomery / Unsplash

As escolas que decidirem manter as aulas online devem informar o ILEP (Interim List of Eligible Programmes), sobre seus planos até sexta-feira, 30 de julho, e, consequentemente, ao seus alunos.

O ILEP, setor responsável pelas escolas de inglês da Irlanda, parte integrante do Departamento de Justiça e Educação, irá seguir exigindo critérios para que padrões mínimos continuem a ser cumpridos nas escolas ao ministrar aulas online:

  • manter registros de presença (“attendance”)
  • fornecimento de um mínimo de 15 horas de contato com o aluno por semana
  • não ter mais do que 15 alunos em uma classe
  • condução das aulas por um professor devidamente qualificado

O ILEP também irá limitar o período em que as instituições de ensino poderão continuar totalmente online, com revisões feitas de acordo com as mudanças nos conselhos de saúde pública na Irlanda, assim como impedir que escolas incapazes de reestabelecer aulas presenciais possam matricular novos alunos.

 

Foto de capa: Mira Kireeva / Unsplash

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar