Conheça os golpes mais comuns na Irlanda contra estrangeiros

Conheça os golpes mais comuns na Irlanda contra estrangeiros

Duda Gruppi

11 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Você está andando pelas ruas de Dublin e alguém lhe oferece algo surpreendente. Você recebe um telefonema da Garda pendindo informações pessoais. Uma mensagem do seu banco aparece no celular pedindo seus dados.

Esses e mais alguns casos são muito mais comuns do que você pensa na Irlanda e todos eles podem ser parte de golpes para extrair dinheiro das vítimas.

Morando na Irlanda, para intercâmbio ou permanentemente, estamos sujeitos a vários tipos de golpes como esses.

Infelizmente, existe bastante gente querendo se aproveitar dos momentos de fraqueza de quem está longe de casa. Golpistas de todas as nacionalidades, inclusive brasileiros e irlandeses.

Listamos os golpes mais comuns para que você fique atento e não se deixe enganar.

Passagens Aéreas

Foto: Shutterstock

Cuidado com os preços muito baixos das passagens aéreas: pode ser golpe! Foto: Shutterstock

Quando estamos longe de casa e morrendo de saudade da família, qualquer oportunidade de visitar nossos parentes e amigos é agarrada com unhas e dentes. E é nesse momento que uma turma de aproveitadores aparece anunciando passagens aéreas com preços baixíssimos.

Muitas vezes, com muitas escalas, mas você pensa: por esse valor vale a pena.

Passagem comprada com o dinheiro suado que você juntou aqui, expectativa a mil até a hora do embarque. Descobrir que seu bilhete não é de verdade é uma das piores experiências que uma pessoa pode viver.

Ou, ainda, bilhetes que não podem ser remarcados ou reembolsados.

Portanto, respire fundo e coloque sua ansiedade de lado na hora de comprar sua passagem aérea. Pesquise a reputação de quem está vendendo o bilhete, certifique-se das condições da passagem e verifique se não encontra esse valor em nenhum outro site de venda de passagens.

Vaquinhas

Dinheiro

Antes de contribuir com a vaquinha, confira se a história é real. Foto: Shutterstock

Quem acompanha os grupos de Facebook da comunidade brasileira, certamente, já viu algum post contando uma história triste e comovente de alguém que está passando perrengue aqui na Irlanda e pedindo ajuda financeira no final. Uma espécie de vaquinha para ajudar aquele necessitado é criada, muitas vezes por terceiros que compraram a história.

O povo brasileiro, em sua maioria, tem bom coração e ajuda o próximo com aquilo que pode. Mas já pensou o que sente essa pessoa, que tirou do seu para dar a outro, ao descobrir que toda aquela história dramática era só mais um golpe de alguém que estava precisando de um dinheiro fácil?

É claro que nem todas as histórias são mentira, pois os próprios participantes dos grupos se encarregam de desmascarar aqueles que tentam enganar os outros.

Transfers

Faça a melhor escolha para você. Foto: Depositphoto| Syda_Productions

Cuidado na hora de pedir um serviço de transporte particular. Foto: Depositphoto| Syda_Productions

Outro assunto que dá o que falar são os transfers. Cada vez mais, cresce a oferta de pessoas que disponibilizam esse tipo serviço e, com isso, aumentam as reclamações.

Os transfers são serviços de transporte oferecidos tanto para corridas locais e mudanças quanto para passeios pela Ilha, pagos em dinheiro e sem nenhum recibo.

As reclamações são muitas e de todo tipo. Gente que ficou na mão e quase perdeu o voo, outros fecharam um valor pelo passeio e, chegando lá, o motorista quis cobrar um valor adicional, etc.

Mais uma vez, dá para se precaver. Pesquise, peça referências, solicite uma descrição do serviço completo no caso de passeios. Todo cuidado é pouco.

Fique atento e use a internet a seu favor. Se ficar desconfiado, opte por táxis comuns ou empresas de turismo profissionais.

Acomodações superfaturadas

casa, acomodação, apartamento

Fique atento ao superfaturamento das vagas em acomodações na Irlanda. Foto: Chris Brignell | Dreamstime

Já falamos aqui de assuntos relacionados à moradia, e um dos golpes mais comuns na Irlanda é o superfaturamento das vagas de acomodação e as vagas que não existem. Para não cair nesse golpe, pesquise bem e não feche negócio no escuro. Peça referências, use a internet e exija um contrato de locação.

Não é segredo para ninguém que o valor dos aluguéis em Dublin anda subindo a cada dia. Para se prevenir contra esse golpe, compare os preços das vagas oferecidas no mercado.

Além dos grupos de Facebook, é possível pesquisar em sites como Daft.ie e o Rent.ie. Eles disponibilizam a busca por apartamentos compartilhados também.

Golpes de rua

Não compre gato por lebre.Foto: Depositphotos |belchonock

Nunca confie em quem lhe oferece algum produto nas ruas de forma fácil e barata. Foto: Depositphotos | Belchonock

Parece que esses golpes voltaram a ser mais frequentes em Dublin. Eles são aplicados na rua, quando uma pessoa aborda desconhecidos oferecendo produtos como telefone celular por um preço bem mais em conta.

O produto está na mão do vendedor com caixa e tudo mais. À primeira vista, parece um negócio maravilhoso. O golpe acontece se a pessoa abordada se interessar e resolver comprar o tal produto.

O vendedor até se oferece para acompanhar ao caixa eletrônico a fim de você sacar o dinheiro, caso não o tenha em mãos. Só aí já está correndo risco de ser assaltado.

Mas, geralmente, antes de passar a caixa com o aparelho, o golpista pega o seu dinheiro e entrega uma caixa vazia ou com qualquer outra coisa dentro para disfarçar o peso. Quando você se der conta, já será tarde demais.

Ligação da Garda

Mensagem telefônica diz ser da Garda, a polícia irlandesa, mas na verdade é um golpe. Garda Síochána. Foto: Pixabay

Um novo golpe na Irlanda tenta roubar informações do sistema público governamental. A Garda, polícia irlandesa, e o Departamento de Proteção Social emitiram alertas públicos sobre um esquema de chamada telefônica que engana usuários solicitando, por telefone, dados pessoais.

Geralmente, os golpistas se passam por funcionários do Departamento de Proteção Social (Welfare), avisando que o número do PPS (Personal Public Service) foi comprometido por algum motivo, que pode variar de ligação a ligação.

Normalmente, a pessoa solicita nome, número de PPS e, até, detalhes de conta bancária. Assustadas, muitas pessoas fornecem os dados que podem ser usados pelos operadores do esquema para fins fraudulentos.

Banco da Irlanda identifica novo golpe em seus usuários

Um novo golpe de mensagem de texto está circulando entre clientes do Banco da Irlanda, um dos maiores e mais bem conceituados da Ilha. A mensagem tem como conteúdo um serviço do Banking 365 que funciona nas contas do banco. O usuário é informado que suas contas foram bloqueadas e que, para desbloquear, é preciso fazer o login em um website.

Clicando no link que chega junto à mensagem, o cliente do Banco da Irlanda entra automaticamente em um site falso, que rouba dados bancários e, até mesmo, as senhas de acesso às contas. Os golpistas podem usar esses detalhes para roubar as contas bancárias da vítima.

Leia mais aqui.

Golpe contra babás estrangeiras

Estrangeiros que vêm para a Irlanda trabalhar como babá podem ser vítimas de golpe. Foto: Jordan Rowland / Unsplash

Um tipo de golpe vem circulando pela internet e fazendo vítimas na Irlanda, principalmente entre os brasileiros. Pessoas que quase caíram na mentira relataram como isso acontece.

Trata-se de uma vaga de trabalho falsa divulgada em sites de emprego irlandeses em que um pai de família tenta convencer as pessoas a trabalhar como babás/aupair, cuidando dos filhos dele. A família estaria morando nos Estados Unidos e voltaria para a Irlanda em pouco tempo.

Por isso, ele faz uma série de pedidos para o candidato. O intuito, porém, é roubar o dinheiro de quem ingenuamente quer ajudar. O mesmo golpe é aplicado de outras formas como aluguel de quartos. Entenda como funciona.

Geralmente, o golpista se utiliza de diversas ferramentas na internet para conseguir se aproximar de pessoas que estão em busca de emprego como babás.

Venda de horários para escritório de imigração

Imigrantes que precisam desesperadamente fazer um agendamento para emissão de vistos na Irlanda ainda têm encontrado dificuldade de agendar uma visita ao Irish Naturalisation and Immigration Service (INIS).

Os golpistas conseguem ocupar os horários vagos na agenda do INIS por meio de “bots” (ou web robots), softwares que simulam ações humanas na internet. Isso facilita o agendamento de forma muito mais rápida de quem tenta manualmente.

Assim, eles vendem pela internet um serviço que na Irlanda é gratuito, prometendo ao imigrante um agendamento rápido e sem espera.

Leia mais aqui.

 

Duda Gruppi, Cidadã do mundo, produzir eventos e escrever são bem mais que sua profissão. Apaixonada por viagens, adora conhecer novas histórias e novos sabores.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar