Guinness Storehouse: que tal visitar a fábrica da cerveja na Irlanda?

Guinness Storehouse: que tal visitar a fábrica da cerveja na Irlanda?

Ana Carolina Brunelli

10 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Ir à Irlanda e não provar uma pint de Guinness é como ir à Roma e não ver o Papa! Isso porque a cerveja ficou tão famosa que se tornou referência e um dos grandes símbolos do país. Ou seja, quem deseja mergulhar na cultura irlandesa não pode deixar de experimentar.

Mas calma! Não vale simplesmente parar em um dos inúmeros pubs da Irlanda e pedir uma pint. O certo mesmo é passar alguns dias em Dublin e se permitir viver uma experiência completa na Guinness Storehouse, a sede da cerveja que fica localizada bem no coração da capital irlandesa e que tem um enorme museu com sete andares.

Visitar a Guinness Storehouse significa realizar um passeio pelo universo da Guinness, a cerveja irlandesa de mais de 200 anos, e conhecer todos os detalhes sobre sua fabricação de um jeito interativo e visual. Tudo isso com direito a um audioguia (disponível em inglês, espanhol e outros idiomas), que possibilita entender perfeitamente cada passo e toda a história.

Leia também: O que fazer na Irlanda: melhores cidades, roteiros e locais para visitar

Guinness: a cerveja irlandesa de mais de 200 anos

Guinness é a cerveja irlandesa mais famosa do mundo. Foto: VanderWolfImages | Dreamstime.com

A Guinness surgiu há mais de 250 anos, em meados de 1759, em Dublin, e foi Arthur Guinness quem a desenvolveu e batizou, como se pode ver, com seu sobrenome. Na época, o país passava por momentos difíceis, e a Guinness foi criada com opção de sabor diferente da maioria das cervejas consumidas pelos irlandeses.

Atualmente, seu alcance é global e é considerada uma das mais consumidas do planeta, motivo que leva milhares de estrangeiros a embarcar para a Irlanda somente para conhecer sua fábrica: a Guinness Storehouse.

Até o final do século XVIII, a fábrica já era considerada a maior fabricante de cerveja do mundo — sua produção girava em torno de 1,2 milhão de barris ao ano e, hoje, é fonte de trabalho para milhares de pessoas.

Suas vendas chegam a de 2,7 bilhões de litros por ano. Agora, quer saber do que é feita a cerveja mais gostosa da Irlanda? Continue a leitura!

Leia também: Pesquisa mostra que Guinness ajuda na prevenção da surdez

Do que é feita a Guinness?

Guinness

Na Guinness Storehouse, o processo de fabricação da cerveja é mostrado passo a passo. Foto: Shutterstock

Apesar de apresentar um grande leque de opções e sabores, a variedade mais famosa e mais consumida da Guinness é a Draught, a famosa cerveja preta que vemos por aí. Ela tem um sabor forte e alto teor alcoólico. Sua composição: malte irlandês, água de Dublin, lúpulo e levedura.

E mais uma curiosidade: a Guinness é a bebida mais consumida nos pubs irlandeses, sendo geralmente servida em copos de 500 ml, conhecidos como “pints”. Já os preços variam um pouco. Dependendo do pub, fica, em média, entre € 5 e € 7 euros. Agora que você já conhece um pouco da história da Guinness , quer saber mais detalhes sobre a fábrica mais visitada de Dublin?

Leia também: Curiosidades interessantes sobre a cerveja irlandesa Guinness

Guinness Storehouse: o que é?

A fábrica Guinness Storehouse fica na região de Dublin 8, próxima ao centro da cidade e do Phoenix Park. Foto: Pixabay

A Guinness Storehouse, ou melhor, a fábrica da Guinness, é provavelmente uma das principais atrações turísticas de Dublin, um prédio de sete andares que conta a história da bebida, apresenta antigas e atuais garrafas, trabalhos de publicidade, métodos de produção e degustação.

No complexo, há uma grande loja com artigos relacionados à Guinness e produtos licenciados com a marca, como roupas, copos, chaveiros, ímãs e objetos de decoração. E durante o tour ainda existe um espaço onde é possível aprender a tirar perfeitamente uma pint de Guinness.

Só não deixe para a última hora os ingressos! Evite filas e aglomerações, garantindo o seu ticket aqui: Ingressos para Guinness Storehouse.

Como visitar a Guinness Storehouse?

Vista do Gravity Bar na Guiness Storehouse. Foto: tropicalisland.de

O tour começa no térreo do edifício principal, que tem formato de um enorme copo de cerveja. Lá é possível ver uma cópia do contrato de arrendamento da cervejaria por 9.000 anos, que foi assinado por Arthur Guinness em 1759.

Seguindo para o interior do armazém, é o momento de ver a exposição sobre os quatro ingredientes usados na fabricação da cerveja, que conseguem proporcionar um sabor tão especial à bebida.

No primeiro andar, o audioguia acompanha os visitantes pelo processo de fabricação da cerveja. Além disso, é possível conhecer sobre o mundo do transporte ligado à Guinness desde o passado, quando os barris ainda eram transportados em barcos.

O segundo andar é onde estão as campanhas publicitárias da Guinness ao longo da história. E, sem dúvida, a que mais chama atenção foi realizada em 1916, quando milhares de garrafas com mensagens foram atiradas no mar.

No terceiro andar, os visitantes podem testar seus conhecimentos sobre a bebida por meio de diversos jogos interativos. No andar seguinte, existe uma exposição da história do edifício desde 1904 até sua transformação em um local de visitação em 2000.

No quinto andar, é onde cada pessoa pode tirar sua própria pint e, ainda, receber um diploma que certifica sua habilidade, dá para acreditar?! Você visita a fábrica de cerveja mais famosa da Irlanda e volta pra casa com um diploma todo personalizado, digno de ser emoldurado.

A visita termina no Gravity Bar, o lugar ideal para saborear uma pint com direito a uma bela vista da cidade de Dublin.

Conhecer a Guinness Storehouse é incluir sabor, cultura, entretenimento e história em um único passeio. É se encantar com cada detalhe do universo de um dos maiores ícones da Irlanda. Resumindo: vale muito a pena!

Veja também

Onde morar na Irlanda? Capital ou no Interior

Ana Carolina Brunelli, Formada em jornalismo pela UNIMEP. Criadora de conteúdo para redes sociais, com experiência em Diversidade & Inclusão. Esteve na Irlanda duas vezes e, desde a primeira vez no país, soube que Dublin era o seu lugar no mundo. Ama inspirar e incentivar as pessoas a viverem a incrível experiência de conhecer a Ilha Esmeralda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar