Investir em Portugal: tipos de investimento e melhores plataformas

Investir em Portugal: tipos de investimento e melhores plataformas

Rubinho Vitti

9 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Sabia que investir em Portugal é uma ótima maneira de não deixar o seu dinheiro parado e fazer ele render fora do Brasil? Afinal, o país faz parte da União Europeia, o que significa que a rentabilidade do investimento será em uma moeda bem mais valorizada que o real.

Sem contar que o idioma ajuda bastante os brasileiros que começam a investir em Portugal, pois o entendimento das informações é muito mais fácil e a tomada de decisão para escolher onde investir acaba sendo mais segura.

Em quais áreas investir em Portugal?

Investir em tecnologia é uma das formas de aplicação em empresas de Portugal.

Bom, mas para investir em Portugal é fundamental conhecer as áreas mais promissoras e que, de fato, fazem valer a pena o investimento.

1. Tecnologia

É isso mesmo que você acabou de ler! Investir em Portugal na área de tecnologia e inovação é uma excelente forma de ter um bom retorno financeiro em euro. Existe em Portugal uma Rede Nacional de Incubadoras e Aceleradoras (RNI) que conecta mais de 150 aceleradoras e incubadoras no país.

O resultado é a promoção da cooperação entre as incubadoras e aceleradoras que oferecem recursos e serviços aos empreendedores que decidam investir em Portugal.

A RNI ainda possui vários programas de apoio voltados aos empreendedores, oferecendo suporte estratégico e assessoria ao empreendedorismo.

O governo português ainda oferece o chamado Vale Incubação para que os empreendedores tenham apoio no desenvolvimento de seus projetos.

O valor limite do apoio é de 7.500€ para os serviços prestados pela incubadora e esses serviços podem ser: gestão do negócio, apoio na estratégia de marketing, comunicação e divulgação, assessoria jurídica, desenvolvimento de produtos e serviços, entre outros.

Leia também: Investir no Exterior: como explorar novas fronteiras de investimento

2. Startups

Outra área bastante interessante para quem deseja investir em Portugal é a criação de startups.

Para facilitar, o país oferece até um visto específico para este tipo de investimento: o Startup Visa, que foi criado exatamente para incentivar a entrada de investidores com o desejo de inovar em Portugal.

3. Alimentação

Mais uma excelente maneira de investir em Portugal é realizar um investimento na área de alimentação. Afinal, os portugueses e turistas adoram provar a gastronomia local. Com isso, restaurantes, bares, padarias e cafés podem ser ótimas alternativas para empreender e ganhar dinheiro no país.

Mas é importante ter em mente que para investir em Portugal no setor de alimentação é necessário pesquisar sobre o mercado, criar uma estratégia e ter bem definido o público-alvo para conseguir se destacar.

4. Imóveis

Investir em Portugal em imóveis é uma das alternativas mais escolhidas pelos estrangeiros que decidem realizar um investimento no país, especialmente depois que o Golden Visa foi criado, já que com isso foram concedidas muitas autorizações de residência por compra de imóvel em Portugal.

Ao adquirir o Golden Visa, é possível adquirir a residência e, depois, a cidadania portuguesa.

E mesmo com a crise gerada pela pandemia, investir em Portugal na área de imóveis não deixou de ser vantajoso. Ou seja, comprar e reformar uma casa ou apartamento continua sendo uma ótima maneira de render bons aluguéis em euro.

5. Turismo

Certamente o turismo foi um dos setores que mais sofreu com a pandemia. No entanto, aos poucos está se aquecendo novamente e voltando a movimentar a economia do país, por isso continua sendo uma área interessante para investir em Portugal.

Afinal, as mais diversas regiões do país costumam ficar bem movimentadas durante o ano todo, especialmente no verão.

Leia também: Plataformas de investimento online: as melhores em 2023

6. Fundos de investimentos

Os fundos de investimento são como uma carteira de ativos financeiros, ou seja, se refere a compra de cotas para a captação de recursos e também é uma boa opção para quem deseja ter rendimentos fixos e variáveis ao investir em Portugal.

E tem mais: há poucos anos o parlamento português aprovou uma lei que tornou os fundos de capital de risco um investimento qualificado para solicitar o Golden Visa.

O fundo de investimento serve para adquirir recursos através da disponibilização de cotas nas empresas e, por essa razão, é um dos modelos que mais exigem análise antes de realizar a aplicação e é considerado um investimento de risco, pois existe a possibilidade de grandes ganhos, como de muitas perdas.

Vantagens de investir em Portugal

Agora confira alguns dos benefícios de investir em Portugal e que chamam a atenção de investidores dos mais diferentes perfis.

  • Isenção de alguns impostos no primeiro ano;
  • Benefícios fiscais contratuais ao investimento produtivo;
  • Incentivos fiscais no desenvolvimento empresarial;
  • Regime fiscal de apoio ao investimento;
  • Dedução por lucros retidos e reinvestidos;
  • Vantagens para a instalação de empresas em território do interior.

Como investir em Portugal e conseguir a cidadania portuguesa?

Há diversas maneiras de investir em Portugal mesmo morando no Brasil.

Como citado acima, dependendo do tipo de investimento que uma pessoa realiza em Portugal, existe a possibilidade de poder solicitar a nacionalidade portuguesa.

Isso se encaixa para quem tem em mãos o visto D2 (destinado aos empreendedores e aos profissionais autônomos) e o Startup Visa, pois isso permite a solicitação da nacionalidade portuguesa por tempo de residência, ou seja, após completar 5 anos vivendo no país.

O mesmo se aplica aos investidores do Golden Visa, porém com uma diferença: para estes o que conta não é o tempo de residência, mas o tempo de manutenção do investimento. Ou seja, aquele que mantiver o investimento em Portugal por 5 anos, pode solicitar a cidadania portuguesa.

É possível investir em Portugal morando no Brasil?

É possível investir em Portugal morando no Brasil de diversas maneiras, incluindo fundos de investimento e bolsa de valores. Aliás, a bolsa de valores de Portugal é a Euronext Lisboa, uma das mais antigas da Europa.

Para investir na bolsa portuguesa, uma das formas é através das famosas corretoras que oferecem esse serviço ou pelos diversos bancos que realizam as operações no Brasil, como por exemplo o Banco do Brasil, Bradesco, Santander, entre outros.

Com todas essas informações o seu interesse em investir em Portugal aumentou? Pense que essa é uma ótima oportunidade de não deixar o seu dinheiro parado e ainda ver ele rendendo em euro.

Investimento no exterior: quais plataformas usar

Ao considerar investimentos no exterior, é fundamental escolher as plataformas adequadas para realizar transações internacionais.

Corretoras internacionais oferecem uma variedade de opções de investimento em diferentes mercados e permitem que os investidores acessem uma ampla gama de produtos financeiros, como ações, títulos, fundos mútuos e câmbio.

Ao escolher uma plataforma de investimento no exterior, é importante considerar fatores como custos de transação, taxas de câmbio, acesso a mercados internacionais, serviços de suporte ao cliente e regulamentações locais. É aconselhável pesquisar e comparar diferentes opções para encontrar a plataforma que melhor atenda às suas necessidades e objetivos de investimento no exterior.

Selecionamos algumas plataformas diferentes para você começar a investir no exterior:

  • Income Marketplace – Plataforma de investimento online que oferece acesso a vários tipos de investimentos.
  • Lendermarket – Plataforma de empréstimos online com foco em investimentos em empréstimos de curto prazo.
  • Robo.cash – Plataforma de empréstimos P2P automatizada com opções de investimento diversificadas.
  • Kviku Finance – Plataforma de empréstimos online que conecta investidores a empréstimos ao consumidor.
  • Bondster – Plataforma de investimento P2P com várias oportunidades de empréstimos.
  • Nibble – Plataforma de investimento em empréstimos P2P com foco em sustentabilidade.
  • Freedom24 – Plataforma de investimento global que oferece acesso a mercados internacionais.
  • Swaper – Plataforma de investimento em empréstimos de curto prazo e com recompra garantida.
  • Debitum – Plataforma de investimento P2P que conecta empresas a investidores.
  • Peerberry – Plataforma de investimento P2P com foco em empréstimos de curto prazo.
  • Bulkestate – Plataforma de crowdfunding imobiliário com oportunidades de investimento em projetos imobiliários.
  • Profitus – Plataforma de crowdfunding imobiliário que conecta investidores a projetos imobiliários.
  • EstateGuru – Plataforma de crowdfunding imobiliário que oferece oportunidades de investimento em projetos imobiliários.
  • Reinvest24 – Plataforma de crowdfunding imobiliário que oferece oportunidades de investimento em projetos imobiliários.
  • HeavyFinance – Plataforma de investimento P2P especializada em financiamento de projetos agrícolas.
  • Brickstarter – Plataforma de crowdfunding imobiliário que permite investir em projetos imobiliários.

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?


Avatar photo
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email