Ir embora do Brasil: como e quando tomar essa decisão

Ir embora do Brasil: como e quando tomar essa decisão

Ana Carolina Brunelli

3 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Para algumas pessoas, ir embora do Brasil pode ser um grande sonho, mas, ainda assim, não deixa de ser uma decisão complexa. Afinal, não é simplesmente comprar uma passagem, fazer as malas e embarcar para outro país.

É uma decisão difícil e que envolve abandonar muitas coisas e pessoas. É literalmente sair da zona de conforto para cair de paraquedas em um território completamente desconhecido. Porém, apesar de toda essa complexidade, não deixa de ser uma experiência única e que pode valer muito a pena.

Mas, se ir embora do Brasil é realmente a sua maior vontade, continue a leitura do texto de hoje e descubra o que é preciso levar em conta na hora de bater o martelo nessa decisão e o que não pode ficar de fora dos seus planos.

Por que você quer ir embora do Brasil?

Pensando em ir embora do Brasil? Entender os motivos da partida podem ajudar a planejar a viagem. Foto: Sara Riaño / Unsplash

Antes de começar qualquer planejamento, é fundamental responder uma pergunta para você mesmo: por que você quer ir embora do Brasil?

Para ajudar a encontrar a resposta, faça uma lista de motivos que levaram você a começar a pensar nessa possibilidade. Geralmente, na hora de listar, é importante pensar em alguns pontos, por exemplo: qualidade de vida, segurança, oportunidades de emprego, salários e, por fim, suas perspectivas e expectativas.

Depois de decidir e ter certeza de que, de fato, quer ir embora do Brasil, o passo deve ser escolher um país onde deseja morar. Afinal, tão importante quanto decidir ir embora é escolher um destino para viver. Porém, com tanto lugar incrível no mundo, essa também não é uma decisão fácil.

Para fazer uma boa escolha, é necessário pesquisar muitos lugares, anotar os que mais despertaram o seu interesse e listar novamente alguns pontos positivos e negativos de cada lugar.

É momento de avaliar qual país tem mais chances de atender as suas perspectivas e expectativas em diferentes aspectos.

Vale também ter em mente se o objetivo dessa mudança é profissional, ou seja, se você deseja não apenas morar, mas crescer profissionalmente em outro país, se apenas deseja passar um tempo fora para viver novas experiências e viajar bastante ou se sonha estudar em outro país para aperfeiçoar um idioma e adquirir conhecimentos.

No entanto, seja qual for o seu objetivo, é importante se atentar aos seguintes pontos na hora de começar a planejar sua partida:

Custo de vida

É fundamental uma pesquisa sobre o custo de vida e os salários do país onde deseja morar. Assim, será mais fácil você avaliar o quanto precisará ganhar para viver bem fora do Brasil, além de saber os possíveis serviços que terá que prestar para conseguir uma boa remuneração.

Trabalho

Se o seu foco é crescer profissionalmente, não dá para tomar a decisão de ir embora do Brasil sem antes avaliar as oportunidades de emprego do destino onde deseja morar e trabalhar. Precisa pesquisar muito sobre as ofertas de empregos, as vagas disponíveis, os salários e, claro, já se antecipar e estruturar um currículo para enviar às empresas antes mesmo de embarcar.

Qualidade de vida

Ninguém quer ir embora do Brasil para não viver bem, não é mesmo? Ou seja, quem deseja se mudar é porque está em busca de uma vida melhor. Isso significa que é fundamental pesquisar sobre como é a qualidade de vida do país que mais atrai e avaliar bem os índices de educação, segurança, saúde e bem-estar do local.

Vistos

A exigência de um visto certamente será um fator decisivo na hora de escolher um país para morar. Afinal, visto é a parte chata do processo e envolve burocracias com as quais ninguém gosta de lidar, além de ser algo que pode determinar a sua permissão para morar em outro país legalmente.

Então, quando tiver em mente alguns países onde deseja morar, comece a pesquisar os tipos de vistos disponíveis e o que você precisará fazer para ser aceito no lugar escolhido. É sempre bom entrar no site do consulado do país e pegar todas as informações atualizadas.

Leia também: O que significa intercâmbio?

4 países para quem quer ir embora do Brasil

Chile é um dos países vizinhos para onde é mais fácil ir embora do Brasil. Foto: Paula Porto / Unsplash

Chile

Para quem deseja ir embora do Brasil, o Chile é uma boa opção. Afinal, é fácil para os brasileiros morar lá, já que o Chile tem acordo com o Brasil e oferece uma permissão de residência temporária de até um ano para que a pessoa possa procurar emprego. Ou seja, a burocracia para morar lá é bem menor do que para viver em outros lugares.

Além disso, o idioma local é o espanhol, ou seja, mais fácil para os brasileiros, e o país está a apenas quatros horas de distância de avião do Brasil. Sem contar que é um lugar cheio de belezas naturais. Ou seja, para quem quer conhecer novos lugares e se aventurar muito, o Chile é o lugar certo.

A média salarial não é tão atrativa como na Europa ou Estados Unidos, mas para as áreas de tecnologia, mineração e turismo há boas oportunidades.

Leia também: Como fazer intercâmbio na Itália?

Irlanda

A Irlanda é um dos países mais fáceis de morar e trabalhar para quem sonha em se mudar para o Velho Continente, pelo simples fato de facilitar o visto de intercâmbio de inglês e trabalho de 20 horas semanais.

O visto pode ser feito no Brasil e é necessário ter um curso de idiomas pago no caso de intercâmbio ou, então, uma faculdade. A Irlanda em um dos maiores salários mínimos da Europa: 10,30 euros por hora.

Ainda por cima, está perto de diferentes países, ou seja, é possível viver bem na Ilha Esmeralda e reservar uma grana para fazer a famosa Eurotrip.

Mas atenção: as regras de vistos na Irlanda mudaram durante a pandemia. Entenda tudo neste artigo.

Portugal

Porto é a segunda maior cidade de Portugal.© Olezzo | Dreamstime.com

Portugal é um destino possível na Europa para quem quer ir embora do Brasil. Foto: Olezzo | Dreamstime.com

Para quem deseja ir embora do Brasil, mas tem dificuldade em aprender um novo idioma, Portugal acaba por ser uma excelente opção, já que, pela semelhança das línguas, os brasileiros conseguem facilmente se comunicar com os portugueses.

O salário mínimo não é tão alto como em outros lugares da Europa, mas Portugal está entre um dos países mais baratos para morar na Europa e é considerado um dos mais seguros para viajar após a pandemia. Confira os dados atualizados na Direção Geral de Saúde de Portugal.

Portugal ainda oferece diferentes opções de visto para morar e trabalhar no país, mas, claro, exige uma série de comprovações. Por isso, é válido visitar o site do consulado e se informar sobre todos os documentos e comprovações necessárias.

Canadá

Pensa em um país seguro, próximo a paisagens impressionantes e com duas línguas oficiais: o inglês e o francês. Assim é o Canadá! Um país muito atraente para quem deseja ir embora do Brasil em busca de novas experiências e oportunidades.

E para quem não sabe, o Canadá tem um processo online de elegibilidade chamado Express Entry. Clicando no link, você pode conferir todas as informações sobre como é possível migrar para o país por esse sistema.

Mas vale lembrar que as exigências não são poucas. No entanto, não deixa de ser uma excelente chance de ter uma experiência incrível no Canadá, principalmente para quem deseja se estabelecer profissionalmente no país.

Por fim, deu para ver como a decisão de ir embora do Brasil não é nada fácil, né? Na maioria das vezes, essa escolha significa ficar longe da família, dos amigos, abandonar um bom trabalho, deixar para trás uma vida e uma rotina.

No entanto, chega uma hora em que somente você vai poder responder o que mais pesa nessa decisão: tudo o que viveu até agora no seu país de origem ou tudo o que sonha em viver mundo afora?

Leia também: Como fazer intercâmbio: guia básico para realizar esse sonho

Veja também

Como contratar um intercâmbio na Europa

Ana Carolina Brunelli, Formada em jornalismo pela UNIMEP. Criadora de conteúdo para redes sociais, com experiência em Diversidade & Inclusão. Esteve na Irlanda duas vezes e, desde a primeira vez no país, soube que Dublin era o seu lugar no mundo. Ama inspirar e incentivar as pessoas a viverem a incrível experiência de conhecer a Ilha Esmeralda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar