Irlanda cria estratégia de tolerância zero à violência doméstica, sexual e de gênero

Irlanda cria estratégia de tolerância zero à violência doméstica, sexual e de gênero

Rubinho Vitti

1 mês atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O governo irlandês lançou uma estratégia de combate à violência contra a mulher. De acordo com o documento, o objetivo é claro de tolerância zero a qualquer tipo de violência doméstica, sexual e baseada em gênero (Domestic, Sexual and Gender-Based Violence).

Os pilares da estratégia são: Prevenção, Proteção, Persecução e Coordenação de Políticas Públicas com reformas a serem implementadas nos próximos cinco anos, mas com ações já alcançadas logo no primeiro ano.

Entre as propostas está uma nova agência estatal autônoma com responsabilidade pela violência doméstica, sexual e baseada em gênero, a ser estabelecida até 1º de janeiro de 2024.

Leia também: O que fazer em caso de violência contra a mulher na Irlanda?

Campanhas de conscientização estão na lista de ações para serem implementadas. Foto: Nadine Shaabana on Unsplash

Algumas das principais ações a serem realizadas:

  • Dobrar o número de espaços de refúgio disponíveis na Irlanda
  • Realização de estudos nacionais sobre violência sexual e violência doméstica a cada cinco anos
  • Nova legislação para prever a introdução de crime específico de estrangulamento não fatal e perseguição
  • Campanhas de conscientização pública para aumentar a conscientização sobre a violência contra a mulher e desafiar mitos, equívocos e crenças estabelecidas existentes
  • Reforma da lei penal, incluindo o aumento da pena máxima por agressão de 5 anos para dez anos de prisão
  • Treinamento de trabalhadores da saúde para identificação da violência doméstica e encaminhamento das vítimas/sobreviventes aos serviços apropriados
  • Remoção das barreiras legais que podem impedir que as pessoas que sofrem violência doméstica permaneçam em casa
  • Avançar a implementação do Projeto de Lei da Vara de Família
  • Formação sobre consentimento sexual e a questão da violência e assédio sexual a todos os funcionários e alunos do ensino superior
  • Implantação do centro de aprendizado on-line sobre consentimento e conscientização sexual para todos os que trabalham e frequentam o terceiro nível
  • Coleta de dados sobre a questão da violência e assédio sexual em ambientes de ensino superior
  • Introdução de licença por violência doméstica para funcionários do terceiro nível

Todas as ações criadas para serem estabelecidas de acordo com a estratégia estão em documentos publicados no site oficial do governo.

Leia também: Violência contra as mulheres: ONG auxilia imigrantes na Irlanda

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar