Islândia: história, cultura e curiosidades da ‘Terra do Gelo’

Islândia: história, cultura e curiosidades da ‘Terra do Gelo’

Wéverton Rodrigues

4 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Pensar na Islândia é automaticamente pensar em grandes paisagens brancas, tomadas de gelo. A “Terra do Gelo”, correspondente em português para ‘Iceland’, tem como capital a cidade de Reykjavik, onde cerca de 2/3 da população vive. Neste artigo, eu vou abordar a história, a cultura e ainda algumas curiosidades sobre o país a fim de te ajudar a conhecê-lo melhor.

A Islândia foi eleita, em 2008, 7ª na lista de maior PIB nominal per capita do mundo (US $ 55.462). Além disso, entre 2007 e 2008, o país chegou, segundo informação das Nações Unidas, ao topo da lista de melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do mundo.

Outrossim, sua língua oficial é o islandês, cuja origem se deu a partir do idioma nórdico antigo falado pelos noruegueses e também da língua germânica do norte.

Como dito anteriormente, as belezas naturais são um dos principais chamativos do país, atraindo turistas do mundo todo. Entre as opções turísticas, estão as auroras boreais, as águas termais, as montanhas geladas, o sol da meia-noite, etc.

Continue por aqui para saber mais da história, cultura, além de algumas curiosidades sobre a Islândia.

A história da Islândia

Islândia é um país de tradição nórdica e tem cerca de 360 mil habitantes. Foto: Roan Lavery on Unsplash

A Islândia é um país nórdico que possui uma paisagem incrível que conta, por exemplo, com vulcões e campos de lava. Localizado no Norte da Europa, seu território insular é banhado pelo Atlântico Norte. Segundo um censo de 2020, a população da Islândia é de 366.425 habitantes.

Nesse sentido, mais de 244 mil habitantes residem em sua capital Reykjavik.

Apesar de os primeiros registros apontarem para a chegada de viajantes gregos na região, lá no século IV a.C., os vikings são, de fato, os povos originários daquelas terras. Isso porque foram os povos nórdicos os responsáveis pelas explorações que levaram aos primeiros assentamentos humanos por lá.

Nesse sentido, lá pelo século IX, Floki Vilgerdarson teria sido o primeiro a explorar a Terra do Gelo. O norueguês, inclusive, abriu os caminhos para que outros fizessem o mesmo e, assim, a região passasse a ser cada vez mais habitada.

Por fim, a Islândia conquistou a sua independência no dia 17 de junho de 1944, quando desassociou-se da Dinamarca e da Noruega.

Governo da Islândia

No ano 930, com a independência do país, a Islândia passou a ter uma constituição de parlamento chamada Althingi.

Hoje, a primeira-ministra da Islândia é chefe de governo. Além disso, o sistema conta com um presidente eleito para um mandato de 4 anos.

Apesar disso, ele possui uma responsabilidade mais cerimonial, no sentido de agir mais como um diplomata do que como um Chefe de Estado.

Leia também: Islândia: um dos principais destinos turísticos da Europa

Clima da Islândia

Clima na Islândia na costa sul tem média de temperatura entre 0 e 10 graus centígrados. Foto: Cassie Boca on Unsplash

O clima na Islândia pode ser resumido, de maneira geral, a frio na maior parte do tempo. As influências exercidas sobre a região (situada entre o Trópico de Câncer e o Círculo Polar Ártico) garantem que o país possua o clima subpolar e também o clima temperado oceânico.

Enquanto o primeiro se dá na maior parte do ano, o segundo se concentra mais na porção sul da Ilha.

O norte do país sofre com temperaturas mais frias. Isso acontece em consequência das massas de ar que chegam a partir do polo. Ao sul, é possível encontrar uma parte mais quente e úmida. Isso acontece especialmente por causa dos efeitos da Corrente do Golfo.

A capital Reykjavik, por exemplo, está situada na costa sul e, por isso, possui temperaturas mais aquecidas em relação ao Norte e à faixa central, que vão de 0°C a 10°C em média.

Vistos na Islândia

O visto não é, efetivamente, uma exigência da Islândia. Lembre-se, porém, que para isso você tem até 90 dias de estadia no país dentro de um período de seis meses.

Nesse sentido, certifique-se de ter passaporte (com validade mínima de seis meses) e uma página de visto em branco. Além disso, será necessário comprovar o porquê da permanência no destino, comprovar conseguir se manter no lugar e também ter seguro viagem de, no mínimo, EUR 30.000.

Passagens de ida e volta também estão dentro do script obrigatório.

Leia também: Como é a caça à Aurora Boreal na Islândia?

Principais cidades

Reykjavik é a capital da islândia e está localizada na parte sul do país. Foto: Unsplash.

Reykjavik

Reykjavik é a capital da Islândia. A maior cidade do país possui lá seus pontos turísticos, como, por exemplo, a igreja luterana Hallgrímskirkja.

Os museus chamam bastante atenção na cidade islandesa. O Whales of Iceland, por exemplo, é uma ótima opção. Nele, é possível ver uma exposição de baleias em tamanho real.

Outra opção é o Museu Falológico Islândes. Nele, é possível observar partes penianas de mamíferos encontrados no país. Além dele, para quem curte trabalhos de artistas locais, não pode deixar de conhecer o National Gallery of Iceland.

Para quem é fã de hot dog não pode deixar de conhecer o stand Bæjarins Beztu Pylsur. Ele é considerado o “melhor hot dog do mundo”.

Os monumentos e as esculturas também se destacam como aspectos turísticos da capital da Islândia. A escultura Sun voyager e a estátua de Hannes Þórður Pétursson Hafstein são dois dos melhores exemplos disso.

Por fim, conheça também a avenida mais importante do centro de Reykjavík. Nesse sentido, não deixe de ir até a Laugavegur, onde é possível encontrar vários tipos de lojas e restaurantes.

Leia também: Guia prático de como alugar carro para uma roadtrip na Islândia

Kópavogur

A segunda cidade mais populosa da Islândia é mais uma base turística da Islândia. O município ostenta belíssimas paisagens naturais

Além disso, ele possui algumas atrações turísticas, como o Gerðarsafn Kópavogur Art Museum, um museu que de arte moderna e contemporânea com exposições de obras de artistas contemporâneos islandeses e internacionais, e o Náttúrufræðistofa Kópavogs, um museu de história natural.

Hafnarfjordur

Cerca de 10 km ao sul da capital Reykjavík, está Hafnarfjordur, município que tem em torno de 30 mil habitantes. A principal atração da cidade é o Ishestar Horse Stables, onde é possível fazer passeios a cavalo.

Akureyri

A 4ª maior cidade da Islândia é mais uma opção turística do país. Entre os pontos turísticos, estão Jardim Botânico do Ártico, fundado em 1912 e considerado o mais setentrionais do mundo, a Casa de Natal, onde é possível comprar souvenirs e comidas típicas, e o Museu Akureyri, que possui exposição de arte contemporânea, moda, etc.

É nessa cidade que o café da cantora Björk está localizado.

Reykjanesbaer

Situada à beira-mar, Reykjanesbaer possui muitas belezas naturais. Além disso, a cidade possui atrações como o Museu do Rock ‘n’ roll da Islândia, o Museu de História Viking World e, ainda, o Duus Museum.

Leia também: Geleira extinta na Islândia alerta sobre aquecimento global

Cultura natalina da Islândia

Costumes na época do Natal na Islândia tem troca de livros e 13 Noéis. Foto: redcharlie on Unsplash

Um dos costumes locais bastante interessantes no país é cultivado na época do natal. Lá, existe uma cultura na qual as famílias trocam livros dentro de suas casas. Isso acontece muito em virtude do frio que faz lá.

þorláksmessa

Realizada no dia 23 de dezembro, a Festa de St. Thorlákur (Thorlac) marca o último dia de preparativos do Natal.

13 Yule lads

No Natal, a tradição dos 13 Papais Noéis (13 Trolls) é a mais popular. Conheça todos eles:

  1. Stekkjarstaur (“Terror do curral ou dos cordeiros”)
  2. Giljagaur (“Pasmado da fenda”)
  3. Stúfur, (“Atarracado”)
  4. Þvörusleikir, (“Lambedor de colher”)
  5. Pottasleikir (“Lambedor de panela”)
  6. Askasleikir (“Lambedor de tigelas”)
  7. Hurðaskellir (“Batedor de portas”)
  8. Skyrgámur (“Glutão do skyr”)
  9. Bjúgnakrækir (“Ladrão de salsicha”)
  10. Gluggagægir (“Espião de janela”)
  11. Gáttaþefur (“Farejador de Porta”)
  12. Ketkrókur (“Gancho de Carne”).

Leia também: Sites e apps importantes para a sua viagem na Islândia

24 curiosidades sobre a Islândia

Islândia também é conhecida como Terra do Gelo, apelido dado pelo primeiro viking que explorou o local. Foto: Tim Trad on Unsplash

  1. “Islândia” surgiu a partir dos termos irlandês ‘Ísland’ e inglês ‘Iceland;
  2. O viking Hrafna-Flóki Vilgerðarson, primeiro explorador da região, batizou o local como ‘Terra do Gelo’ depois de ter observado o território em um pico elevado de icebergs;
  3. Eyjafjallajökull é o nome dado ao vulcão que entrou em erupção em 2010;
  4. Bardarbunga é o nome do vulcão que esteve em erupção durante seis meses (entre 2014 e 2015);
  5. A Islândia produz 85% de energia renovável (usinas geotérmicas e hidrotérmicas);
  6. Hákarl, carne do tubarão-da-Groenlândia, é a iguaria mais exótica da Islândia. O significado do termo é “tubarão podre” na língua local;
  7. Þorramatur, que significa “comida do þorri, é um prato típico na época do Natal. Ele reúne várias coisas, como salsicha de fígado de ovelha, peixes secos, barbatanas de foca, tubarão ‘podre’, cabeça de ovelha cozida, além de outros;
  8. Plokkfiskur, traduzido como“peixe depenado”, é o nome dado a um ensopado de peixe tradicional no país, feito de bacalhau, hadoque ou halibute. A receita ainda possui coisas como batatas, cebolas, manteiga e leite;
  9. Hjónabandssæla, traduzido como “bolo de casamento feliz”, é o nome dado à torta de geleia de ruibarbo, aveia e açúcar mascavo;
  10. Kjötsúpa é o nome dado à tradicional sopa islandesa de cordeiro, batatas e cenoura, alho-poró, cebola e ervas secas;
  11. Kleinur é o termo usado para os donuts islandeses fritos e aromatizados com cardamomo;
  12. Skýr é o nome dado a um conhecido iogurte islandês;
  13. Lopapeysa é o nome dado ao suéter islandês criado no século 20;
  14. A Islândia é o país cuja capital está situada mais ao norte do de todo o mundo.
  15. Há cerca de 200 vulcões ativos na Islândia;
  16. Ao todo, o país possui 30 cinturões vulcânicos;
  17. As geleiras cobrem um total de 11% do território do país
  18. As florestas cobrem, hoje, cerca de 1,5% do território nacional e a tendência é que continuem a crescer devido às temperaturas;
  19. A Islândia possui o Parlamento mais velho do mundo, com 1.086 anos.
  20. É no outono e no início do inverno que é possível ver a aurora boreal no país;
  21. Halldór Kiljan Laxness foi o escritor islandês que ganhou o Nobel em 1955;
  22. Na Islândia, existe um feriado destinado para celebrar os maridos. O Bóndadagur acontece de acordo com um antigo calendário islandês, nesse sentido, pode acontecer em datas variáveis. A comida é um dos elementos da celebração e coisas como testículo de cordeiro, carne de tubarão e cabeça de ovelha são algumas das iguarias;
  23. Museu dedicado a pênis? Uma das atrações da capital Reykjavík é um local onde vários tipos deste membro são expositados. Sendo assim, é possível encontrar órgãos dos mais diversos tamanhos e tipos, desde baleia a hamster.
  24. O handebol é o esporte mais popular do país.

Leia também: Blue Lagoon e piscinas termais na Islândia

Veja também

Curiosidades sobre a Irlanda

Wéverton Rodrigues,

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar