Leap Card: conheça o cartão de estudante e de transporte na Irlanda

Leap Card: conheça o cartão de estudante e de transporte na Irlanda

Rubinho Vitti

5 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Uma das facilidades em viver na capital da Irlanda e outras cidades maiores do país é o transporte público eficiente. E com ele, um cartão salva a vida dos intercambistas na hora de viajar para lá e para cá: o Leap Card.

O cartão verdinho é facilmente recarregado e reduz valores de passagens no uso em ônibus e trens. O mesmo cartão também tem uma versão para estudantes, que gera ainda mais descontos em lojas, restaurantes e, claro, também no transporte público.

Outra facilidade é que recarregar o cartão pode ser uma tarefa fácil, bastando utilizar um aplicativo de celular. Recentemente, o aplicativo também ficou disponível para iPhones.

Adquirir um Leap Card — tanto o comum como o voltado a estudantes — é simples e barato e deve constar na sua lista de prioridades sobre o que fazer quando chegar à Irlanda. Vamos trazer mais detalhes sobre o seu uso nesta matéria.

Acompanhe!

Onde posso usar o Leap Card

Leap Card é um cartão de transporte que pode ser utilizado em ônibus e trens na Irlanda. Foto: Divulgação

O Leap Card é, originalmente, um cartão de transporte público. Em Dublin, você pode usá-lo para pegar um Dublin Bus, o Luas (sistema de trem urbano da cidade) e o Dart, trem intermunicipal e interestadual do país.

Além disso, existe a versão Student Leap Card, que também funciona para o transporte público, mas com valor mais barato para os estudantes. Além disso, pode ser utilizado para descontos em lojas, restaurantes e outros estabelecimentos. Falamos sobre ele mais abaixo.

Como carregar o Leap Card

O Leap Card é um cartão que funciona com crédito pré-carregado. Ou seja, você precisa recarregá-lo com um mínimo de 5 euros para utilizá-lo no transporte público. Isso pode ser feito em lojas parceiras como Centra, Spare ou Londis, além de cabines de autoatendimento de tickets localizadas próximo a pontos do Luas ou em estações do Dart.

Outra forma de carregar o cartão é por meio do aplicativo Leap Card Top-Up, disponível em versões para Android e, mais recentemente, para iOS. Para utilizá-lo, basta acessar o dispositivo e escanear o cartão pelo próprio celular.

O aplicativo vai indicar o saldo restante do cartão e você pode cadastrar um cartão de crédito para recarregá-lo facilmente.

Com o Leap Card, o transporte é realmente mais barato?

O Leap Card funciona com desconto no transporte público de Dublin, como o Luas, o trem urbano da cidade. Foto: Fernando Machado/Dreamstime

Sim! Já com o cartão normal Leap Card, você paga mais barato para utilizar o transporte público em Dublin, por exemplo. Isso porque as tarifas são divididas por quem paga em dinheiro ou com o cartão.

Uma viagem de uma a três paradas, por exemplo, vai custar €1.55 para quem tem Leap Card e €2.15 se for paga em dinheiro, uma economia de 20 centavos. Para viagens com mais de 13 paradas, que são comuns, o valor é de €2.50 para quem tem Leap Card e €3.30 em dinheiro, 80 centavos de diferença.

No Luas, o trem urbano de Dublin, o valor de uma viagem de cinco até oito zonas custa €3.20 para quem compra o ticket normal nos guichês e €2.40 para quem usa o Leap Card.

Também há pacotes de viagens no Luas que podem ser comprados pelo Leap Card. Por exemplo, quem tem o cartão comum paga 7 euros para usar o trem durante um dia inteiro, 10 euros para usar o trem e o Dublin Bus em um dia e 27,50 euros para usar o Luas durante sete dias.

Quem tem o Student Leap Card paga ainda menos, sendo 5 euros para um dia inteiro de Luas, 20 euros no valor semanal e 7,50 euros no combo Luas + Dublin Bus. Veja a tabela completa aqui.

Como utilizar o Leap Card

Para utilizar o Leap Card, o usuário precisa aproximá-lo do leitor do cartão. Em ônibus do Dublin Bus, se você for percorrer menos de 13 paradas, você precisa avisar o motorista antes de usar o cartão, pois o valor cobrado é menor. Se o seu destino for após 13 paradas, basta entrar no ônibus e aproximar seu cartão do leitor para a cobrança integral.

No caso dos trens, a leitura do cartão é feita antes e depois. Ou seja, você precisa aproximar o cartão em um dos leitores que ficam espalhados nos pontos de Luas ou Dart momentos antes de começar sua viagem.

Ao descer do vagão, você vai precisar registrar novamente o cartão no leitor para que seja cobrado apenas o valor percorrido. Caso você esqueça, será cobrado o valor integral.

Quem pode obter o Student Leap Card?

Foto divulgação

Cartão de estudante Leap Card oferece descontos no transporte público e em estabelecimentos pela Irlanda. Foto: Divulgação

Estudantes irlandeses matriculados com carga horária mínima de 16 horas semanais, com curso de, pelo menos, 6 meses de duração, estão aptos a fazer um cartão de estudante Leap Card.

Estudantes estrangeiros que cursam uma das instituições aprovadas pelo governo irlandês, como é o caso de intercambistas brasileiros que fecham um curso de inglês de 25 semanas, podem ter acesso ao cartão de estudante.

O processo todo pode ser feito online ou em agentes disponíveis em toda a Irlanda. O valor da emissão do cartão é de 10 euros.

Para o processo, será solicitado um comprovante de identidade e status de estudante (por exemplo: carteira de identidade válida da faculdade ou carta / e-mail da sua faculdade ou escola).

Você poderá retirar o cartão pessoalmente ou ser verificado online como estudante em até sete dias após o preenchimento do formulário online. Caso contrário, seus dados serão removidos do sistema. Só você pode retirar o próprio cartão ou fazer a verificação online.

Leia também: Dicas para o seu intercâmbio na Irlanda

Descontos para estudantes

Desconto para o Student Leap Card. Reprodução Site Student Leap Card

McDonald’s é um dos locais com desconto para o Student Leap Card. Reprodução: SLC

Além da rede de transporte, os descontos para estudantes são variadíssimos, tais como na farmácia Boots, na rede de lanches McDonald’s, entre outros.

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar