Trabalhar no Canadá: tudo o que você precisa saber

Trabalhar no Canadá: tudo o que você precisa saber

Karina Moura

1 semana atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Trabalhar no Canadá não é tão fácil assim para um imigrante, mas também não é impossível. Afinal, a cada ano, o mercado de trabalho no Canadá cresce para estudantes internacionais.

Segundo uma pesquisa divulgada pelo Statistics Canada, o país registrou 453 mil novas posições de trabalho. O que atrai tanta gente do mundo todo é a possibilidade de imigrar, já que o país dá acesso de estudo e trabalho para cargos especializados, visando preencher muitas áreas em escassez.

A verdade é que o governo canadense tem interesse em reter trabalhadores dentro de um determinado perfil no país. Para atrair candidatos, o Canadá permite que estudantes estrangeiros trabalhem no país gozando dos mesmos direitos trabalhistas que os trabalhadores nativos.

Ficou interessado em saber mais? Então, confira este artigo sobre todas as possibilidades de trabalhar no Canadá.

Leia também: Intercâmbio no Canadá: guia completo de planejamento (2022)

Como trabalhar no Canadá?

Entenda como funcionam as permissões para trabalhar no Canadá. Foto: kwan fung / Unsplash

Primeiro, é importante saber que, basicamente, o país é composto por imigrantes.

Sendo assim, no Canadá, existe uma política de imigração considerada receptiva para profissionais qualificados e privilegia aqueles que querem trabalhar em terras canadenses, mas que dominam o inglês ou francês.

Por causa disso, as empresas multinacionais são receptivas aos trabalhadores estrangeiros e o país é bastante multicultural.

Basicamente, existem quatro formas de trabalhar no Canadá, são elas:

Trabalhar no Canadá com convite de trabalho (LMIA)

É possível trabalhar no Canadá por meio de um programa que auxilia empregadores canadenses na contratação de mão de obra estrangeira. Foto: Jessica Lam / Unsplash

Nessa modalidade, você é convidado para trabalhar no Canadá. O Labour Market Impact Assessment (LMIA) é um programa destinado a empregadores canadenses que desejam contratar trabalhadores estrangeiros.

A empresa canadense faz uma oferta de trabalho e você ganha o direito de viver lá pelo tempo em que estiver empregado na empresa que fez o convite.

Antes disso, a empresa precisa provar para o governo que não existem trabalhadores canadenses ou residentes permanentes que possam ocupar aquela vaga destinada ao estrangeiro. Logo, o LMIA nada mais é do que uma permissão para que a empresa contrate trabalhadores de fora do país.

Se você conseguir um convite de trabalho de uma empresa com LMIA, vai precisar de um visto de residência temporário (que não se chama visto de trabalho) e um open Employer-specific Work Permit, que é uma permissão com validade específica para o tempo de contrato que o profissional ou o estagiário tem com a empresa.

Leia também: Intercâmbio no Canadá com trabalho: saiba como planejar o seu

Trabalhar no Canadá com “Post Grad Work Permit (PGWP)”

Com curso superior finalizado no país, é possível ter permissão de trabalhar no Canadá. Foto: Providence Doucet on Unsplash

O Post Grad Work Permit (PGWP) é uma permissão de trabalho concedida para os estudantes que finalizaram algum tipo de curso no ensino superior do Canadá em instituição pública e credenciada no Designated Learning Institutions List (DLI).

O programa de residência temporária permite o aluno requerer o visto após terminar os estudos (até 180 dias) e tem duração de, no máximo, 3 anos. Vale destacar que nem sempre ele está disponível para todos os programas de estudo e trabalho.

Co-op no Canadá

O Co-op — co-operative education — é um programa de ensino profissional ou superior que se divide entre aulas teóricas e estágio, que é obrigatório para a conclusão do curso e conta como parte da grade curricular.

O programa é oferecido pela escola, em parceria com entidades privadas, realizado após a conclusão do curso ou intercalado entre semestres de estudo e estágio, e pode ser remunerado ou não.

O tipo de permissão para trabalhar no Canadá que distingue a categoria Co-op também é o Employer-specific Work Permit.

Essa autorização só é emitida caso o estágio esteja diretamente relacionado com a área de estudos do aluno na instituição canadense. Com o visto de estágio em mãos, é necessário tirar o Número de Segurança Social do Canadá (SIN) e ter começado os estudos para pedir a work permit.

Leia também: Intercâmbio: Canadá ou Irlanda? Entenda as diferenças entre os países

Express entry: outra forma de trabalhar no Canadá

Express Entry é um programa de governo para pessoas qualificadas trabalharem no Canadá. Foto: Isabel Piñeiro / Unsplash

Outra maneira de trabalhar no Canadá é por meio do Express Entry (EE), o programa do governo canadense que escolhe pessoas qualificadas para morar no Canadá.

O sistema tornou grande parte dos processos de admissão menos burocrática, com a finalidade de preencher os postos de trabalho existentes nas empresas canadenses.

A duração dos processos pelo EE é em torno de seis meses. É preciso seguir os passos abaixo.

  • Primeiramente, os candidatos brasileiros que querem morar e trabalhar no Canadá precisam criar um perfil no site do Governo Canadense.
  • Os interessados devem realizar testes de proficiência em inglês ou francês para estarem aptos às candidaturas e, em seguida, se o candidato for elegível a um dos programas, o site vai indicar qual deles e vai permitir que ele crie um perfil, faça um registro biométrico (obrigatório) e passe a fazer parte de um banco de dados de candidatos pelo período de um ano.
  • Os candidatos mais bem colocados são convidados a pedir o visto permanente. É um processo mais demorado e criar um perfil no sistema é gratuito! Os brasileiros e estrangeiros com até 35 anos de idade e ativos no mercado de trabalho são os perfis mais desejados.
  • Os custos com o processo são a tarifa do registro biométrico, a taxa de processamento de direito de residência permanente, além dos gastos relacionados à documentação, testes de idiomas, exames médicos e tradução de documentos.

Como é o mercado de trabalho no Canadá?

TI e finanças estão nas áreas mais procuradas no Canadá. Foto: ​Mooshny | Dreamstime.com

Atualmente, o Canadá está em busca de profissionais nas áreas de administração, gastronomia, mecânica, gestão de negócios, finanças, marketing, entre outras.

A expectativa do governo canadense é de receber mais de 1,2 milhão de novos residentes até 2023. Tudo isso para compensar o déficit de profissionais qualificados que a pandemia causou no país.

Como  mencionamos, em ambas as formas de trabalhar no Canadá, é exigida fluência em inglês ou francês. Principalmente para poder entender todas as recomendações do governo e conseguir aplicar para o processo de visto.

Para alguns tipos de vistos destinados à província de Quebec, é necessário falar ainda as duas línguas.

Leia também: Onde fazer intercâmbio no Canadá: principais cidades e regiões

O próximo passo para o seu intercâmbio no Canadá

Hoje você aprendeu que não basta apenas querer trabalhar no Canadá se não houver um meio para isso. Ou seja, um programa específico que permita um estrangeiro conseguir emprego no país.

Mas como fazer para fechar definitivamente a data de viagem? Vamos ajudar você no próximo passo.

Entre em contato direto com agências de intercâmbio que podem facilitar sua vida na hora de fechar o seu intercâmbio no Canadá.

Faça seu cadastro no Intercâmbio Fácil do E-Dublin e encontre os melhores preços e oportunidades.

Karina Moura, Formada em Jornalismo e Relações Internacionais. Produtora de conteúdo digital e consultora de comunicação e marketing, atuou por muito tempo em projetos B2B, com atendimento e relacionamento ao cliente. Apaixonada por pessoas e causas que promovam a troca de experiências entre elas, hoje se prepara para o seu primeiro intercâmbio em Dublin, na Irlanda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar