Veganuary: o que é e por que os irlandeses estão aderindo

Veganuary: o que é e por que os irlandeses estão aderindo

Rubinho Vitti

6 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Veganuary? Talvez você já pode ter ouvido essa palavra por aí durante as rodas de conversa na Irlanda, mas o que será que isso significa?

Já publicamos aqui no E-Dublin sobre o Dry January, campanha para as pessoas beberem menos durante o mês de janeiro, à qual os irlandeses aderiram como forma de compensar o excesso de fim de ano.

Mas, agora, descobrimos mais uma ideia brilhante para que o primeiro mês do ano seja ainda mais leve: o Veganuary.

Como o próprio nome diz, a ideia é se tornar vegano durante janeiro.

Eu sei que o mês já começou, mas compartilhar essa ideia pode inspirar você a seguir essa iniciativa, pelo menos até o fim do mês.

Vamos lá?

O que é Veganuary?

O Veganuary é uma organização sem fins lucrativos que incentiva as pessoas em todo o mundo a experimentar ser “vegan”.

Segundo o site oficial do movimento, no ano passado, 580 mil pessoas entraram na onda vegana durante o mês de janeiro. Além dos cidadãos comuns, 1.500 marcas, incluindo restaurantes e supermercados, promoveram a campanha e lançaram mais de 825 novos produtos e menus veganos em 209 países.

Leia também: O que é o Dry January?

Entenda os objetivos do programa Veganuary

O movimento não fica isolado apenas em janeiro. Ao longo do ano, a Veganuary incentiva e apoia pessoas e empresas a mudarem para uma dieta baseada em plantas como uma maneira de proteger o meio ambiente, prevenir o sofrimento dos animais e melhorar a saúde de milhões de pessoas.

O site da campanha traz várias informações para se tornar vegano. Além disso, um espaço exclusivo para receitas, até mesmo receitas irlandesas em versões veganas.

Veganuary na Irlanda

Tortas e pratos famosos na Irlanda têm opções veganas no site do Veganuary. Foto: Dreamstime

Sim, como dissemos, a Irlanda participa ativamente do Veganuary. O site do movimento tem, até mesmo, receitas de pratos tradicionalmente irlandeses em versões veganas.

Tortas, bolos, ensopados e outras especiarias tipicamente irlandesas podem ser modificadas e ganhar opções sem carne ou derivados. Veja aqui algumas das receitas.

O supermercado Lidl, muito famoso também na Irlanda, lançou um espaço em seu site para divulgar produtos veganos durante o Veganuary. São salsichas e hambúrgueres (plant base), além de opções de pizza, nuggets e carne moída vegana.

Confira aqui!

Famosos que apoiam o Veganuary

Paul McCartney é um dos embaixadores do movimento Veganuary. Foto: Divulgação

Uma lista com muitos nomes famosos da cultura, da arte e do entretenimento apoiam a campanha Veganuary. Entre eles, está Joaquin Phoenix. O ator, intérprete do Coringa nos cinemas, disse:

“Se você olhar a crise climática ou a violência do sistema de alimentação e se sentir desamparado, pense: ‘eu gostaria que houvesse algo que pudesse fazer’. Você pode! Agora! Inscreva-se para tentar ser vegano em janeiro.”

O músico Paul McCartney, já reconhecido cidadão vegano, afirmou que é vegetariano há 40 anos e que incentiva as filhas à “segunda-feira sem carne”.

“Todos estamos tentando fazer o mundo um pouco melhor. Então, por que não se inscrever e fazer parte (do Veganuary), dar uma chance e ver como você se sente? Isso poderá ser a melhor coisa que você já fez.”

Leia também: Restaurantes veganos na Irlanda: conheça seis opções deliciosas

Veja também

Tudo sobre o sistema de saúde na Irlanda

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários