Quais são os tipos de visto para intercâmbio no Canadá

Quais são os tipos de visto para intercâmbio no Canadá

Karina Moura

1 semana atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O visto é uma das principais etapas no planejamento do seu projeto para estudar no exterior. Afinal, você precisará dele para entrar no país. Existem diversos tipos de visto para intercâmbio no Canadá, e cada um deles tem a suas particularidades e regras de elegibilidade.

Vale lembrar que, diferentemente dos países da União Europeia, o visto canadense é necessário para todos os brasileiros que desejam visitar o país e deve ser solicitado com, no mínimo, seis semanas de antecedência.

O processo de emissão é bem simples e a taxa de rejeição pequena — menos de 5% dos pedidos de visto são negados pelo governo.

Quer saber mais sobre os tipos de visto para intercâmbio no Canadá? A seguir, o E-Dublin vai mostrar detalhes como solicitação, documentos necessários, entre outras informações importantes para você viajar tranquilo!

Leia também: Intercâmbio no Canadá: guia completo de planejamento (2022)

Quais os tipos de visto para intercâmbio no Canadá?

Brasileiros precisam de visto para intercâmbio no Canadá, seja com menos ou mais de seis meses de duração. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os estudantes que desejam desembarcar no Canadá para aprimorar ou aprender um novo idioma, precisam ficar atentos ao processo, que vai depender muito da finalidade da viagem.

De acordo com o site do governo canadense, o tipo de visto para intercâmbio no Canadá que o estudante vai solicitar às autoridades no Brasil vai depender do programa que ele vai fazer.

Para os intercambistas que vão cursar um curso de idiomas (inglês ou francês), com duração igual ou inferior a 24 semanas, o Consulado do Canadá emitirá o visto de turista. Agora, para aqueles que pretendem ficar mais de 6 meses, o documento emitido será o visto de estudante.

Por esse motivo, antes de começar a pesquisar sobre o visto, é importante ter em mente o tempo de duração e o objetivo do seu intercâmbio. É a partir daí que o planejamento começa.

Vamos conhecer mais cada uma das opções!

Leia também: Onde fazer intercâmbio no Canadá: principais cidades e regiões

Visto de turismo para intercâmbio no Canadá

Autorização para entrada como turista é o suficiente para o visto de intercâmbio no Canadá para cursos com menos de seis meses de duração. Foto: PxHere

O visto de turismo ou visto de visitante é indicado como visto para intercâmbio no Canadá para quem vai viajar pelo país ou vai fazer um intercâmbio de estudo com duração de até 6 meses.

O visto deve ser solicitado no Brasil por meio do Consulado Canadense, e o período ideal para aplicação dele é de, pelo menos, 60 dias úteis antes do embarque.

O visto de turismo é geralmente válido por dez anos ou pela validade do seu passaporte (igual ou inferior a dez anos). Com ele, o intercambista não pode permanecer no país por mais de 6 meses.

Importante lembrar que não é fácil conseguir estender a permanência no Canadá com o visto de visitante e, por isso, se deseja estudar por um período mais longo, o recomendado é sair do Brasil com outro visto canadense.

Quais são os documentos necessários para solicitar o visto de turismo?

O primeiro passo para solicitar o visto para intercâmbio no Canadá é reunir toda a documentação necessária e depois preencher todos os formulários solicitados.

No site do Governo do Canadá, você encontra um passo a passo do processo.

Abaixo, listamos os formulários e os documentos:

  • formulário de solicitação IMM5257E — documento de quatro páginas com suas informações pessoais e sobre a viagem. Deve ser preenchido individualmente e ser validado, impresso e assinado;
  • formulário de informações familiares (IMM5645 ou IMM5707) — para todos os aplicantes;
  • duas cópias por requerente do Termo de Consentimento da VFS — pela utilização dos serviços do Centro de Solicitação de Visto;
  • Questionário de Informações Adicionais — deve ser impresso, preenchido à mão e assinado. Um formulário pode ser usado por toda a família;
  • formulário Schedule 1 (IMM5257 – Schedule 1) — apenas para aplicantes que têm ou já tiveram vínculo com partidos políticos, serviço militar, defesa civil ou cargo de relevância no judiciário;
  • Declaração de União Estável (IMM5409) — apenas para união não escriturada em cartório;
  • passaporte com validade mínima de 6 meses;
  • uma foto atual 3×5 — de acordo com o tamanho informado no manual;
  • comprovante financeiro — último imposto de renda com recibo de entrega, os três últimos holerites, contrato social e/ou extratos bancários. Além da cópia de toda documentação de quem vai pagar a viagem e comprovante de escolaridade;
  • comprovação de laços sociais e econômicos com o Brasil — são aceitas declarações de seu empregador referentes aos três últimos pagamentos, documentos de sua empresa ou comprovante de matrícula em instituição de ensino;
  • autorização de viagem — se for menor de 18 anos, assinada por pai e mãe e emitida por órgão competente;
  • comprovantes de pagamento das taxas de visto — apresentar comprovante original.

Visto de estudante para intercâmbio no Canadá

Canadá é o país mais procurado pelo brasileiro para fazer intercâmbio© Norman Pogson | Dreamstime.com

Student Permit: visto para intercâmbio no Canadá para cursos com mais de seis meses de duração. Foto: Norman Pogson | Dreamstime.com

Os estrangeiros que desejam fazer um intercâmbio no Canadá com duração superior a 6 meses devem solicitar o visto de estudante, que também é pedido no consulado canadense no Brasil.

Mais conhecido como Student Permit, o documento permite aos cidadãos estrangeiros estudarem em instituições de ensino designadas no Canadá — Designated Learning Institutions List (DLI).

Nesse caso, é possível solicitar a renovação do visto para intercâmbio no Canadá como estudante dentro do Canadá, matriculando-se em um novo curso reconhecido. O período ideal para aplicação do visto é de, pelo menos, 5 meses antes de embarcar.

Vale ressaltar que os brasileiros com visto de estudante não têm permissão de trabalho no Canadá, como acontece na Irlanda (20h semanais e 40h nas férias). Existem algumas modalidades de estudo e trabalho no Canadá, que permitem estudantes internacionais e seus cônjuges atuarem em programas de estágio ou trabalho não remunerados.

Clique aqui para conferir no site oficial do governo.

Quais são os documentos necessários para solicitar o visto de estudante?

Além dos documentos iguais aos solicitados para o visto de turismo, o requerente deve preencher o Formulário de Permissão de Estudo, anexar carta original de aceitação da escola canadense e deverá se submeter a exame médico realizado pelo profissional credenciado no consulado canadense.

No site do governo, é possível verificar todo o passo a passo da candidatura.

Estudantes com destino à província de Quebec poderão precisar de aprovação antes da emissão do visto. Essa aprovação é conhecida como Certificado de Aceitação de Quebec (CAQ), é uma exigência para cursos do ensino fundamental, médio e superior.

O Canadá exige, ainda no processo de visto de estudantes, uma avaliação que comprove o intuito real de estudar no país, condições financeiras para a sua manutenção durante o intercâmbio e busca de laços familiares. Em resumo, podemos dividir essa avaliação na comprovação de 4 vínculos.

  • Acadêmico — o Canadá precisa certificar que você tenha um vínculo com alguma instituição de ensino. Para quem já se formou há algum tempo, é importante comprovar vínculo empregatício na área (próximo item) ou, até, a realização de outros cursos. Em caso de faculdade trancada, é importante que essa parada não seja maior que 1 ano.
  • Empregatício — esse é outro ponto que fortalece as chances de o estudante conseguir o visto canadense aprovado. Será preciso apresentar documentos que comprovem o seu histórico de trabalho, como carteira de trabalho, notas fiscais, contratos de prestação de serviço, etc.
  • Financeiro — a comprovação financeira é um dos fatores mais avaliados na hora de aprovar ou não a entrada do estudante no país. O consulado precisa certificar que o estudante terá condições de se manter no país. Nesse processo, serão avaliados documentos como extratos bancários, declarações de imposto de renda e propriedades suas e de familiares. Caso o estudante não tenha condições de comprovar a renda necessária para se manter no país, será preciso que um familiar próximo a comprove. É muito importante que o requerente esteja em dia com as declarações de imposto de renda. O estudante precisa comprovar o valor do curso que vai fazer mais CAD$833 por mês de estadia. Para a Província de Quebec, o valor de comprovação muda para CAD$917 por mês.
  • Familiar — no momento da aplicação, é necessário que o estudante informe os dados de seus pais, cônjuge e irmãos para que o consulado faça uma análise de seus perfis.

Os vistos podem ser solicitados no Centro de Solicitação de Visto do Canadá (CVAC). O Governo Canadense criou unidades nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Recife. Além disso, a biometria é necessária para todas as pessoas entre 14 e 89 anos que solicitam o visto canadense.

Quanto custa o visto canadense?

  • Visto de turista: CA$ 100 + CA$100 (Taxa VAC + biometria).
  • Visto de estudante: CA$ 150 + CA$100 (Taxa VAC + biometria).

Leia também: Trabalhar no Canadá: tudo o que você precisa saber

ETA – autorização eletrônica de viagem

Alguns brasileiros são elegíveis a solicitar uma Autorização Eletrônica de Viagem — eTA, em vez de um visto, para entrar no Canadá por via aérea. Foto: Ryan on Unsplash

Desde o dia 1º de maio de 2017, alguns brasileiros são elegíveis a solicitar uma Autorização Eletrônica de Viagem — eTA, em vez de um visto, para entrar no Canadá por via aérea. Essa autorização é elegível para aqueles que tiveram um visto canadense emitido nos últimos 10 anos ou que tenham um visto americano de não imigrante válido.

O eTA facilita a ida de muitos brasileiros ao Canadá. O processo de solicitação é simples e custa apenas CAD$ 7. A autorização é válida por, até, 5 anos e permite que pessoas viagem ao Canadá quantas vezes desejarem, por curtos períodos (normalmente, até 6 meses por viagem) para estudar, visitar, fazer negócios ou transitar por um aeroporto canadense.

Próximo passo para o seu intercâmbio no Canadá

Mesmo entendendo tudo sobre os tipos de visto para o intercâmbio no Canadá, muitas vezes, é melhor mesmo deixar essa questão nas mãos de profissionais que podem ajudar — e muito! — a realizar o sonho de viver em outro país.

Vamos ajudar você no próximo passo.

Entre em contato direto com agências de intercâmbio que podem facilitar sua vida na hora de fechar o seu intercâmbio no Canadá. Faça seu cadastro no Orçamento Fácil edublin e encontre os melhores preços e oportunidades.

Veja também

Guia completo sobre acomodação na Irlanda

Karina Moura, Formada em Jornalismo e Relações Internacionais. Produtora de conteúdo digital e consultora de comunicação e marketing, atuou por muito tempo em projetos B2B, com atendimento e relacionamento ao cliente. Apaixonada por pessoas e causas que promovam a troca de experiências entre elas, hoje se prepara para o seu primeiro intercâmbio em Dublin, na Irlanda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar