Aeroporto de Dublin aconselha chegar 3h30 antes do embarque após filas caóticas

Aeroporto de Dublin aconselha chegar 3h30 antes do embarque após filas caóticas

Rubinho Vitti

3 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Quem vai viajar para qualquer destino saindo do aeroporto de Dublin precisa estar preparado. Os passageiros tem enfrentado filas enormes para passar pela segurança, fazendo com que muitos percam seus voos.

A gerência do aeroporto está sob pressão para criar um plano de emergência, principalmente por conta do feriado de Páscoa que se aproxima.

A principal causa pode ser a falta de funcionários para trabalhar na área de segurança. A situação, no entanto, não deve ser resolvida em curto prazo de tempo.

De acordo com a BBC, 300 novos seguranças precisam ser contratados para garantir rapidez no aeroporto de Dublin. Isso pode demorar meses e a situação deve permanecer assim pelo menos até junho.

Três horas e meia de espera no aeroporto de Dublin

Desde a semana passada, os responsáveis pela administração do aeroporto de Dublin pedem aos passageiros que cheguem ao local pelo menos três horas e meia antes do embarque, para evitar maiores problemas.

Se o passageiro precisar estacionar o carro, o conselho é chegar quatro horas antes. Isso independe do terminal de embarque (T1 ou T2).

Ou seja, mesmo para viagens de curta-duração, dentro da Europa, a espera pode ser mais longa que o próprio voo.

Vale lembrar que o “fast track”, serviço que facilita a passagem pela segurança do aeroporto, está indisponível no momento.

Horários de pico

De acordo com o site do aeroporto de Dublin, os horários de pico na segurança ocorrem:

  • Terminal 1 – das 5h às 10h e das 15h às 20h
  • Terminal 2 – das 5h às 12h
  • Fins de semana – o dia todo nos dois terminais

Leia também: Viajar para a Irlanda na pandemia: regras atualizadas (2022)

Veja também

É possível fazer intercâmbio com criança na Irlanda?

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar