Conheça a capital da Irlanda do Norte

Conheça a capital da Irlanda do Norte

Ana Carolina Brunelli

3 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Hoje você vai conhecer Belfast, capital da Irlanda do Norte, cheia de história, cultura e paisagens impressionantes.

E pode anotar: é um destino obrigatório para quem vai para a República da Irlanda ou para o Reino Unido. E você já vai entender o porquê.

Qual é a capital da Irlanda do Norte?

Belfast é a capital da Irlanda do Norte, com cerca de 350 mil habitantes. Foto: Albert Memorial/Benkrut | Dreamstime.com

Depois de muitas batalhas e conflitos, hoje finalmente podemos dizer que Belfast é a capital da Irlanda do Norte, mas o seu território pertence ao Reino Unido. Ou seja, é uma cidade britânica, com uma população de cerca de 350 mil habitantes, e que sempre foi conhecida por ser o lar de um porto muito importante.

Isso explica o fato de o famoso navio Titanic ter sido construído lá.

Belfast tem o clima pitoresco das cidades irlandesas, mas com um toque especial de modernidade e agito, principalmente para quem curte a vida noturna.

Mas antes de falar das inúmeras opções de lazer que a capital oferece, é preciso entender a sua história.

Leia também: O que fazer na Irlanda: melhores cidades, roteiros e locais para visitar

A história da capital da Irlanda do Norte

Belfast, capital da Irlanda do Norte, foi palco de conflitos entre católicos e protestantes. Foto: Pixabay

Belfast, a capital da Irlanda do Norte, pertence ao Reino Unido desde 1921, quando a Irlanda e a Irlanda do Norte foram oficialmente separadas. Hoje, o país é governado por um sistema parlamentar e uma monarquia constitucional, tendo como chefe de Estado a rainha Elizabeth II.

A ilha é formada por seis condados: Antrim, Armagh, Down, Fermanagh, Derry e Tyrone, e sua maior cidade é Belfast.

A separação das duas Irlandas aconteceu por conflitos entre católicos e protestantes. Isso mesmo! Foram questões religiosas, econômicas e políticas que desencadearam uma verdadeira “guerra” entre as duas Irlandas. Enquanto os habitantes da Irlanda do Norte eram protestantes, a grande maioria das pessoas da Irlanda eram católicas.

Com o passar dos anos, a Irlanda foi se tornando cada vez mais independente da Inglaterra e, após uma série de atentados, conseguiu sua independência. A partir desse momento, Irlanda passou a pertencer à República da Irlanda e se tornou um país independente, enquanto a Irlanda do Norte continuou parte do Reino Unido.

Atualmente, ambas têm bandeiras, hinos, sistemas político e econômico diferentes. E tem mais: um fato que marcou essa divisão entre católicos e protestantes em Belfast, na capital da Irlanda do Norte, foi a construção do famoso muro, que antigamente separava as duas crenças religiosas. Belfast foi palco de diversas batalhas e o muro era considerado uma verdadeira barreira entre os dois lados.

Hoje, o muro já não funciona mais como barreira, mas ainda se mantém em pé. O local se tornou um marco para quem tem interesse em entender sobre o período de conflito que ocorreu entre as duas Irlandas e possui em suas paredes vários desenhos de cunho religioso.

Além disso, os bairros católicos e protestantes estão entre as maiores atrações de Belfast e são bem impactantes. Afinal, é impossível andar pelas ruas da cidade de forma segura, sem pensar que antigamente um passeio tranquilo por lá era praticamente impossível.

Leia também: O que fazer na Irlanda do Norte: conheça a história do país e saiba o que visitar

Belfast: o que visitar na capital da Irlanda do Norte?

City Hall é um dos pontos turísticos mais conhecidos de Belfast, a capital da Irlanda. Foto: Dimitry Anikin /Unsplash

Vamos aos pontos turísticos mais famosos da capital da Irlanda do Norte!

Belfast City Hall

O edifício da prefeitura de Belfast é o mais famoso da cidade e está localizado bem no coração da capital, na Donegall Square.

Nos fundos da prefeitura fica o Memorial do Titanic, com um monumento que apresenta os nomes de todos os passageiros e membros da tripulação que morreram no navio mais conhecido da história.

Titanic Museum

Museu do Titanic esta em Belfast, na Irlanda do Norte.© Andrea La Corte | Dreamstime.com

Museu do Titanic está em Belfast, na Irlanda do Norte. © Andrea La Corte | Dreamstime.com

Foi na capital da Irlanda do Norte que o Titanic foi construído. Ou seja, já é possível imaginar quantas referências do navio a cidade tem, entre elas o museu do Titanic. A atração é gigantesca e foi erguida bem em frente ao cais onde o famoso navio foi construído, inclusive com as marcações físicas de onde ficavam a popa e proa do navio, seus botes salva-vidas, etc.

O prédio tem os ângulos que remetem à arquitetura do Titanic, com pontas bem formadas nos quatro cantos do museu, fazendo referência à proa. O Titanic Museum ainda tem praticamente a altura do verdadeiro navio, ou seja, dá para se ter uma noção do quanto era grande.

É um museu bastante moderno e interativo, que explica a origem da cultura marítima da Irlanda do Norte até a construção e a única viagem do Titanic, com fotos e documentos reais.

É possível ver como eram as cabines de primeira, segunda e terceira classe, além dos relatos de sobreviventes. O visitante ainda realiza uma visita digital por cada um dos andares do navio, entre muitas outras interações.

Crumlin Road Gaol

Prisão histórica da capital da Irlanda do Norte, Crumlin Road Gaol teve prisioneiros famosos e foi palco de execuções históricas. Créditos: The Crumlin Road Gaol.

A Crumlin Road Gaol é a prisão histórica mais famosa da Irlanda do Norte e que é aberta para visitação. Ali ficaram presos grandes nomes responsáveis pelo The Troubles (como ficou conhecido o conflito entre católicos e protestantes), em sua maioria da parte católica.

Era uma prisão de segurança máxima e foi onde ocorreram várias execuções, sendo a última delas em 1961, todas por enforcamento.

St. George’s Market

Quem adora visitar os mercados na Europa, com certeza, vai amar essa dica. O George’s Market é, sem dúvida, um dos lugares mais bacanas de Belfast.

É o último mercado aberto em estilo vitoriano que sobreviveu na cidade e que, durante a Segunda Guerra Mundial, serviu de necrotério para as vítimas da guerra, quando a cidade foi bombardeada pelos nazistas.

No entanto, o lugar é hoje uma das atrações mais agitadas da capital da Irlanda do Norte e tem diferentes barraquinhas com vários tipos de restaurantes. É uma ótima oportunidade de provar a culinária irlandesa, beber uma boa cerveja e saborear diversas sobremesas.

Pubs da Cathedral Quarter

Quando o assunto é vida noturna, a capital da Irlanda do Norte supera as expectativas. A área mais agitada de Belfast à noite é o Cathedral Quarter, onde estão concentrados os pubs mais famosos da região.

Entre eles, destacam-se o The Dark Horse (que inclusive tem um dos portões de Game of Thrones), o Duke of York, o The Harp Bar e o Sunflower. É o lugar certo para experimentar uma pint de Guinness e dançar ao som das típicas e contagiantes músicas irlandesas.

Tour de Street Art

Muros de Belfast são conhecidos pela história, mas também por seus grafites. Foto: PAUL FAITH/AFP via Getty Images)

Um jeito interessante de conhecer a história da capital da Irlanda do Norte é por meio dos murais espalhados pela cidade. Por isso, faça o famoso Tour de Street Art e descubra em cada arte detalhes importantes sobre Belfast e todos os conflitos que aconteceram por lá no passado.

O tour dura mais ou menos uma hora e meia e percorre inúmeras ruas do Cathedral Quartier, passando por murais que vão desde os conflitos internos até painéis mais abstratos, nos quais é preciso usar óculos 3D. Vale a pena!

Agora, para não restar mais dúvidas: enquanto Belfast é a capital da Irlanda do Norte, Dublin é a capital da Irlanda. As maiores diferenças entre as duas cidades são o sotaque e a moeda, já que, em Belfast, utiliza-se a libra esterlina e, em Dublin, o euro.

O lado bom é que Belfast fica apenas duas horas de Dublin. Isso quer dizer que você pode visitar as duas Irlandas em uma única viagem, mas pisando em dois países diferentes.

O meio mais fácil para fazer o trajeto de uma cidade para outra é de ônibus, e o ticket pode ser adquirido pela internet. Assim, além de rápida e tranquila, a viagem ainda fica superbarata, em torno de dez euros por pessoa.

Certamente, você não vai se arrepender de incluir a capital da Irlanda do Norte no seu roteiro pela Europa!

 

Foto de capa: Dimitry Anikin/Unsplash

Veja também

Curiosidades sobre a Irlanda

Ana Carolina Brunelli, Formada em jornalismo pela UNIMEP. Criadora de conteúdo para redes sociais, com experiência em Diversidade & Inclusão. Esteve na Irlanda duas vezes e, desde a primeira vez no país, soube que Dublin era o seu lugar no mundo. Ama inspirar e incentivar as pessoas a viverem a incrível experiência de conhecer a Ilha Esmeralda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar