Como estudar em Harvard de graça?

Como estudar em Harvard de graça?

Ana Carolina Brunelli

2 meses atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

Você já sonhou em estudar em Harvard? E já pensou na possibilidade de realizar esse sonho sem pagar nada? Então, fique ligado no conteúdo de hoje, pois você vai entender as exigências de como estudar em Harvard de graça e poder se tornar aluno de uma das melhores universidades do mundo.

Para quem não sabe, a Universidade de Harvard está localizada em Cambridge, Massachusetts, e é a instituição de Ensino Superior mais antiga dos Estados Unidos, fundada em 1636.

A escolha do nome foi determinada três anos após a sua fundação, em homenagem a John Harvard, um dos primeiros benfeitores.

Como estudar em Harvard de graça, a terceira melhor universidade do mundo

Como estudar em Harvard de graça? Conheça exigências e dicas para bolsas na universidade. Foto: Benjamin Rascoe / Unsplash

Atualmente, Harvard tem cerca de 23 mil estudantes e está classificada como a 5ª melhor universidade do mundo no ranking QS de 2022. Ela tem um processo seletivo bem parecido com o sistema do Brasil, diferenciando-se apenas na realização de testes padronizados, como SAT e ACT.

Além disso, para ingressar na instituição, por meio bolsa de estudo gratuita ou não, são exigidos alguns documentos e mais testes, por exemplo:

  • teste de proficiência do idioma inglês (TOEFL e IELTS);
  • carta de recomendação de alguma instituição renomada aqui do Brasil;
  • análise de currículo acadêmico;
  • Essays;
  • redação pessoal para mostrar o potencial do aluno.

Os requisitos são muitos, mas não se assuste! Apesar de não ser um objetivo fácil de alcançar, estudar de graça em Harvard não é impossível. Veja só alguns passos para conseguir uma bolsa e, assim, conseguir se formar na mais requisitada universidade americana.

Antecedência é tudo

Quem deseja saber como estudar em Harvard de graça, por meio de bolsa de estudo, é importante ter em mente que é preciso se preparar muito e estudar incansavelmente.

Aliás, o recomendado é que todo o preparo comece já no Ensino Médio. Afinal, um dos requisitos básicos para ser aceito em Harvard é apresentar um histórico impecável do Ensino Médio. Ou seja, nesse caso, quanto antes começar a se preparar, melhor!

Os temidos testes

Testes como o SAT (Scholastic Assessment Test) e ACT (American College Testing), citados anteriormente, são os mais temidos, assim como o ENEM no Brasil.

O SAT é dividido em etapas, em que as disciplinas e níveis de conhecimentos são aplicados separadamente. A primeira fase aborda as disciplinas básicas e a segunda é mais específica.

Um ponto positivo para quem quer passar nos testes é a possibilidade de escolher 18 disciplinas em que deseja ser avaliado. É fundamental estudar muito, pois esses dois testes podem ser a sua porta de entrada em Harvard.

Proficiência

O teste de proficiência mais realizado para quem quer estudar em Harvard de graça é o TOEFL. E o exigido para entrar na Universidade é alcançar, no mínimo, 100 pontos.

Ou seja, praticar o idioma de diferentes formas enquanto se prepara para Harvard é fundamental para conseguir uma bolsa de estudos no exterior.

Vida pessoal

Não é só a sua força de vontade e dedicação dentro da sala de aula que importam não, viu? O que você faz da universidade para fora também conta como vantagem para ser aceito em Harvard. Um diferencial, por exemplo, é participar de algum projeto social ou praticar atividades musicais ou esportivas.

Premiações

Você já foi premiado e homenageado por alguma razão na escola? Se sim, sorte sua! Pois, para ser selecionado e conseguir estudar em Harvard de graça, é interessante apresentar algum prêmio, de preferência nas principais disciplinas de que mais gosta.

A Universidade de Harvard vê isso com bons olhos.

Planejamento financeiro

Além de todos os itens acima para se preparar e conseguir uma bolsa de estudo gratuita em Harvard, o planejamento financeiro também é muito importante. Afinal, apesar de o ingresso na universidade ser gratuito, é preciso se preparar financeiramente para morar nos Estados Unidos e prever gastos com alimentação, transporte, lazer, etc.

É bom ter uma poupança que deixe você confortável e seguro para aproveitar todo o período em que pretende viver no território americano.

Leia também: Intercâmbio gratuito: dicas, destinos e programas de bolsas

Como estudar em Harvard de graça e online?

Que tal saber como estudar em Harvard de graça e online? Essa pode ser uma forma ideal para integrar a universidade. Foto: Erin Doering / Unsplash

SIM! A Harvard Extension School é uma escola online, com mais de 800 cursos disponíveis e que pode ajudar você a desenvolver novas habilidades e conseguir uma credencial de uma das melhores universidades dos EUA.

A grande vantagem é que você pode realizar os cursos de qualquer lugar do mundo e, assim, especializar-se em uma área que sempre quis. Com uma política aberta, qualquer aluno que tenha foco e motivação pode se inscrever.

É possível escolher entre cursos online de uma a 12 semanas ou mais. Há também opções de cursos pagos e, nesses casos, os preços variam de US $49 a mais de US $14.000. Áreas como Artes e Design, Negócios, Ciência da Computação, Ciência de Dados, Educação, Saúde e Medicina, Humanas, Matemática, Programação, Ciência e Ciências Sociais estão disponíveis na plataforma.

Se estudar no exterior já é uma grande oportunidade, integrar a terceira universidade do mundo é o tipo de chance que não dá para deixar passar. Afinal, essa pode ser uma experiência única não apenas para a sua vida, mas também para a sua carreira, já que ter um certificado de Harvard deixará o seu currículo bem mais atraente.

Então, se esse for o seu sonho, comece o quanto antes a entender melhor como estudar em Harvard de graça. Boa sorte!

Veja também

Como contratar um intercâmbio na Europa

Ana Carolina Brunelli, Formada em jornalismo pela UNIMEP. Criadora de conteúdo para redes sociais, com experiência em Diversidade & Inclusão. Esteve na Irlanda duas vezes e, desde a primeira vez no país, soube que Dublin era o seu lugar no mundo. Ama inspirar e incentivar as pessoas a viverem a incrível experiência de conhecer a Ilha Esmeralda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar