Intercâmbio em Nova York: vistos, custos de vida e programas de estudo e trabalho

Intercâmbio em Nova York: vistos, custos de vida e programas de estudo e trabalho

Ana Carolina Brunelli

4 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Fazer um intercâmbio em Nova York é uma grande oportunidade de viver uma experiência única na cidade mais populosa dos Estados Unidos e de descobrir porque NY se tornou um lugar capaz de agradar pessoas com os mais diferentes gostos.

Com toda a sua diversidade, não é à toa que Nova York é o destino certo para quem ama programas musicais, culturais e ao ar livre e encanta quem adora apreciar cenários urbanos de tirar o fôlego. E não dá para negar que há beleza, história e charme em literalmente todos os cantos da cidade.

Porém, só quem tem a chance de morar por um tempo em New York entende a fama de ser “a cidade que nunca dorme” e compreende como é possível passar muito tempo por lá e sempre se surpreender com coisas novas para visitar.

Agora, se fazer um intercâmbio em Nova York é um dos seus maiores sonhos, não deixe de conferir o conteúdo de hoje.

Vamos começar apresentando os principais tipos de programa de intercâmbio para brasileiros na cidade e, posteriormente, abordaremos questões burocráticas, custo de vida e as belezas desse lugar tão procurado pelos brasileiros.

Confira, abaixo!

Leia também: Intercâmbio: como fazer e quais são os principais destinos para brasileiros

Cursos de idiomas

Curso de idioma é o mais procurado entre os programas de intercâmbio em Nova York. Foto: Brooke Cagle / Unsplash

Para quem deseja se mudar para o exterior para aprender ou aperfeiçoar uma nova língua, saiba que são muito comuns os programas de intercâmbio em Nova York com foco em cursos de idiomas, principalmente em inglês.

Essa é uma forma excelente de praticar a língua, vivenciar a cultura e o dia a dia da cidade e ter uma experiência diferente dentro da sala de aula.

Além disso, os cursos de idiomas podem ser feitos de acordo com o propósito de cada pessoa. Porém, os mais comuns são para alavancar o idioma e para se preparar para exames de proficiência.

Cursos profissionalizantes

Os cursos profissionalizantes são indicados para quem já tem um certo conhecimento em um idioma específico, mas deseja fazer um intercâmbio em Nova York para estudar.

Nesse caso, é possível escolher cursos mais técnicos e que ofereçam aprendizados na sua própria área de atuação ou não.

Esses cursos profissionalizantes são excelentes para aprimorar o idioma, mas com um diferencial: a oportunidade de ganhar experiência internacional em uma área diferente.

Isso, além de ser ótimo para o currículo, abre portas para o mercado de trabalho no exterior.

Au Pair

O programa de Au pair permite a estrangeiros trabalharem durante intercâmbio em Nova York. Foto: Jordan Rowland / Unsplash

Outra forma bastante comum de realizar um intercâmbio em Nova York é o programa Au Pair, que, em geral, é indicado para mulheres de 18 a 26 anos que buscam morar fora do Brasil por um período longo, de aproximadamente um ou dois anos.

E ser Au Pair em NY significa cuidar de crianças de diferentes idades, ajudar nas tarefas da escola, acompanhar em várias atividades e brincar muito com a criançada.

Essa também é uma boa alternativa para quem quer morar em New York sem precisar necessariamente estudar, mas ganhando uma grana extra.

Sem contar que é possível, até mesmo, conseguir moradia na casa da família e poder treinar o inglês todos os dias com os nativos.

Trabalhar em Nova York

Existem diversos tipos de vistos para intercâmbio em Nova York. Foto: Luca Bravo / Unsplash

Agora, quando o assunto é trabalho, Nova York abriga, sim, muitas empresas startups, multinacionais renomadas e conta com um mercado de trabalho cheio de boas oportunidades.

Porém, diferentemente de países como Irlanda, Canadá, Nova Zelândia, Austrália ou Malta, os Estados Unidos não permitem que um estrangeiro se mude para Nova York apenas para trabalhar durante um intercâmbio.

Exceto nos casos em que a pessoa é contratada por uma empresa americana e recebe todo o suporte da companhia para conseguir um visto adequado para se manter no país.

Vistos para intercâmbio em Nova York

Agora que você já sabe alguns dos principais tipos de intercâmbio em Nova York, vamos à parte burocrática: vistos! Cada tipo de intercâmbio requer um tipo de visto diferente.

Veja abaixo:

  • Visto F-1/F-2: indicado para estudantes que desejam realizar cursos de idiomas ou estudar em universidades.
  • Visto M-1/M-2: indicado para quem pretende realizar cursos profissionalizantes, mas não acadêmicos.
  • Visto J-1/J-2: indicado para pessoas que querem fazer intercâmbio realizando estágios ou trabalhando como Au Pair.

Entenda todo o processo de visto para os Estados Unidos neste artigo completo.

Requisitos para fazer intercâmbio em Nova York

Vistos F-1/F-2 e M-1/M-2 são mais comuns para intercâmbio em Nova York. Foto: Meadow Marie / Unsplash

Os requisitos para fazer um intercâmbio em Nova York variam de acordo com o tipo de programa escolhido.

Para quem vai tirar os vistos F-1/F-2 e M-1/M-2, confira a lista de documentos necessários:

  • passaporte válido por, pelo menos, 6 meses posteriores à viagem;
  • formulário DS-160 preenchido;
  • pagamento de taxa SEVIS (Sistema de Informação de Estudantes e Visitantes de Intercâmbio);
  • fotografia atualizada;
  • certificado de elegibilidade, emitido pela instituição de ensino.

Além desses documentos, o consulado pode solicitar diplomas de estudos prévios, histórico escolar, tíquetes aéreos e comprovantes financeiros.

Para quem vai realizar intercâmbio com vistos J-1 e J-2, a documentação é praticamente a mesma, com a inclusão do formulário DS-7002.

Para saber mais sobre os requisitos de cada visto de intercâmbio, acesse o site do Consulado dos Estados Unidos no Brasil e verifique as informações sempre atualizadas.

Leia também: Cidadão europeu precisa de visto americano?

Custo de vida em Nova York

Custo de vida em Nova York é um dos maiores dos Estados Unidos. Foto: Joe Montanari / Unsplash

Passada toda a burocracia, outro assunto que chama a atenção de quem está planejando um intercâmbio em Nova York certamente é o custo de vida na cidade, que, de fato, não é uma das mais baratas.

Porém, assim como na vida tudo tem seus dois lados, em New York não é diferente. Viver em uma das maiores cidades dos EUA tem o seu preço, e ele não é tão barato quanto a maioria das pessoas gostaria.

Para se ter uma ideia de valores em relação à alimentação, transporte, moradia, lazer, etc., confira, abaixo, uma média de preços.

As informações são do Numbeo, uma plataforma digital com a maior base de dados colaborativa sobre cidades e países do mundo todo.

Alimentação fora de casa

  • Refeição econômica para 1 pessoa – US$20.00
  • Combo McDonalds – US$9.00
  • Chopp nacional – US$7.20
  • Café de barista – US$5.00
  • Refrigerante 300ml – US$2.15
  • Água mineral 300ml – US$1.75

Mercado

  • 1 litro de leite – US$1.20
  • 1 kg de pão branco – US$8.00
  • 1 kg de arroz – US$5.50
  • 1 dúzia de ovos – US$3.21
  • 1 kg de filetes de frango – US$13.25
  • 1 kg de carne vermelha (bife de perna) – US$17.25
  • 1 kg de maçã – US$6.10
  • 1 kg de banana – US$2.84
  • 1 kg de laranja – US$5.90
  • 1 kg de tomate – US$6.17
  • 1 kg de batata – US$4.21

Aluguel

  • Apartamento de 1 quarto no Centro – US$3.090
  • Apartamento de 1 quarto fora do Centro – US$2.022
  • Apartamento de 3 quartos no Centro – US$6.250
  • Apartamento de 3 quartos fora do Centro – US$3.417

Transportes

  • 1 bilhete de um trecho local – US$2.75
  • 1 passe mensal – US$127.50
  • Tarifa inicial do táxi comum – US$3.80

Serviços mensais

  • Eletricidade, aquecimento, refrigeração, água, lixo (apto. 85m²) – US$157.00
  • Internet (mais de 60 Mbps, dados ilimitados) – US$67.00
  • Academia – US$108.00
  • Ingresso de cinema – US$16.00

Acesse nossa matéria completa sobre custo de vida em Nova York.

Aluguel em Nova York

Nova York é a segunda cidade mais procurada pelos estudantes estrangeiros nos EUA. Crédito: Pongpon Rinthaisong | Dreamstime.com

Os valores de aluguel variam de acordo com a quantidade de quartos e, claro, a localização. Por exemplo, se for em Manhattan, considerado um dos bairros mais famosos da cidade, um apartamento de um quarto não sairá por menos de 2.000 dólares, enquanto bairros mais afastados de Manhattan são os mais baratos.

No entanto, outra questão que influencia bastante o preço de um aluguel é a proximidade do apartamento ou da casa em relação às estações de metrô. Quanto mais próximo, mais caro.

Uma boa alternativa para quem está com planos de fazer um intercâmbio em Nova York é encontrar um lugar para morar e aceitar dividir com outras pessoas. É uma forma de pagar menos e, ainda assim, viver em uma boa localização da cidade.

Alimentação em Nova York

Engana-se quem pensa que a forma mais barata de se alimentar nos EUA é comendo fast food! Muito pelo contrário!
Mesmo os fast foods sendo extremamente baratos e atrativos, no fim do mês, o valor gasto com esse tipo de alimentação pode assustar e deixar a conta bem mais cara do que o esperado.

Ou seja, a melhor coisa para economizar na alimentação é, sem dúvida, preparar comida em casa. Ir ao mercado e comprar frutas, legumes, carnes, etc. é o jeito mais barato de se alimentar em um intercâmbio em Nova York, além de ser também a maneira mais saudável.

Transporte em Nova York

Transporte em Nova York é basicamente feito por metrô e táxi. Foto: carly johnston / Unsplash

Andar de metrô em NY não é algo tão barato, mas, ainda assim, é a forma mais econômica de conhecer a cidade.

Ou seja, se você pensa em fazer um intercâmbio em Nova York, certamente precisará utilizar o transporte público nova-iorquino. Por isso, vale a pena já começar a incluir no orçamento os possíveis gastos com isso.

Vale lembrar-se dos famosos táxis amarelos, presentes na vida de 10 entre 10 nova-iorquinos.

Lavanderia em Nova York

Pode parecer bobo incluir serviço de lavanderia em um orçamento, não é mesmo?

Mas saiba que não é, pois, completamente diferente do Brasil, em Nova York, a maioria dos moradores não tem uma lavanderia própria, ou seja, uma máquina de lavar e secar dentro de casa.

Por esse motivo, o valor gasto com lavanderia precisa ser incluído no orçamento. Para ter uma ideia, supondo que você utilize esse tipo de serviço duas vezes por mês, poderá gastar, em média, 30 dólares, mensalmente.

Leia também: Custo de vida em Miami, a cidade mais latina dos EUA

Vantagens de fazer intercâmbio em Nova York

Nova York é uma das cidades mais cosmopolitas do mundo para fazer intercâmbio. Foto: Oliver Niblett / Unsplash

Agora que você já tem ideia do custo de vida de um intercâmbio em Nova York, que tal descobrir as maiores vantagens de se viver na cidade que nunca dorme?! Confira 6 motivos para viver essa experiência.

1. Contato com pessoas do mundo inteiro

Você sabia que Nova York é considerada a porta de entrada da imigração legal nos Estados Unidos?

Ou seja, muitos habitantes da cidade são estrangeiros. Isso significa que a oportunidade de você estar em contato com pessoas de diferentes partes do mundo durante um intercâmbio em Nova York é muito grande.

E esse contato é, literalmente, enriquecedor, pois, além de ser uma boa maneira de praticar o inglês, você pode fazer boas amizades e conviver com culturas totalmente diferentes da sua, ampliando sua visão de mundo e, até mesmo, modificando alguns hábitos.

2. Experimentar a culinária de vários países em Nova York

Considerando o alto número de imigrantes que vivem em NY, a gastronomia da cidade não poderia ser diferente: diversificada e capaz de agradar qualquer paladar. E não dá para falar de comida sem falar do Chelsea Market, o mais famoso mercado gastronômico da cidade.

O Chelsea é um lugar cheio de charme, que oferece uma ampla diversidade de lanchonetes, padarias e restaurantes com comidas variadas, como frutos do mar, massas italianas, comida mexicana, tailandesa e vietnamita.

É o paraíso gastronômico nova-iorquino para quem deseja experimentar a culinária de diversas partes do mundo.

Vale a pena!

3. Visitar os mais diversos museus

Um intercâmbio em Nova York é ideal para quem busca viver em uma cidade rica em atividades culturais. Afinal, NY abriga mais de 2 mil instituições culturais e mais de 500 galerias de arte de todos os tamanhos.

Ou seja, uma experiência única para quem adora cultura e arte. Dica imperdível: o Metropolitan Museum of Art (MET) e o Museum of Modern Art (MoMA), por exemplo, contam com dois dos acervos mais importantes do mundo e merecem uma longa visita.

4. Compras

Nova York também é o destino certo para quem ama fazer compras e atrai muitos intercambistas por esse motivo. Afinal, é possível comprar literalmente qualquer coisa por um preço menor do que no Brasil.

Na cidade, existem diversos shoppings e outlets com opções para os mais diversos gostos e estilos.

5. Assistir a um musical na Broadway

A Broadway é uma das principais avenidas de Nova York e é onde acontecem os mais famosos espetáculos musicais do mundo. Para se ter uma ideia, entre os mais populares, estão “O Fantasma da Ópera”, “Chicago”, “O Rei Leão” e “Os Miseráveis”.

Ou seja, fazer um intercâmbio em Nova York é a chance de assistir a qualquer um desses clássicos a qualquer momento.

6. Ver de perto as paisagens de Nova York

Um intercâmbio em Nova York certamente vai surpreender você a cada esquina. Afinal, o que não falta em NY são cenários e paisagens de tirar o fôlego e que tornam qualquer simples passeio realmente memorável.

Já deu para ver que Nova York é um destino que merece bem mais que uma rápida visita. Por isso, fazer um intercâmbio em Nova York é a melhor forma de desfrutar tudo o que a cidade tem a oferecer e de viver a inesquecível experiência de morar nos EUA.

Sem contar que quem não gostaria de ter o Central Park ou a Estátua da Liberdade bem pertinho de casa, não é mesmo?!

Como dar o próximo passo para o seu intercâmbio em Nova York?

Agora que você está mais informado sobre como fazer intercâmbio em Nova York, é hora de dar o próximo passo. A gente quer dar mais uma mãozinha para você realizar esse sonho.

Entre em contato direto com agências de intercâmbio que podem facilitar sua vida na hora de fechar o seu intercâmbio em Nova York. Faça seu cadastro no Orçamento Fácil E-Dublin e encontre os melhores preços e oportunidades.

Veja também

Melhores destinos de intercâmbio

Ana Carolina Brunelli, Formada em jornalismo pela UNIMEP. Criadora de conteúdo para redes sociais, com experiência em Diversidade & Inclusão. Esteve na Irlanda duas vezes e, desde a primeira vez no país, soube que Dublin era o seu lugar no mundo. Ama inspirar e incentivar as pessoas a viverem a incrível experiência de conhecer a Ilha Esmeralda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar