O que fazer em Kilkenny, a cidade mais medieval da Irlanda

O que fazer em Kilkenny, a cidade mais medieval da Irlanda

Elizabeth Gonçalves

10 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Visitar uma cidade medieval é como entrar em uma máquina do tempo. Assim acontece em muitas cidades da Irlanda, principalmente em um pequeno condado ao sul do país. Então, se você gosta dessa época, terá muito o que fazer em Kilkenny.

A cidade, que tem o mesmo nome do condado, é recheada de passeios medievais, de castelos a galerias de arte e parques.

Quer saber o que fazer em Kilkenny. Então continue lendo.

O que fazer em Kilkenny

Reprodução: Commons Wikimedia

Kilkenny Castle deve estar na sua lista sobre o que fazer em Kilkenny. Reprodução: Commons Wikimedia

Kilkenny é uma das mais charmosas cidades irlandesas. No século XIII, era conhecida como a capital medieval do país. Cerca de 22 mil habitantes vivem no local e é muito fácil chegar até lá saindo de Dublin.

Conheça agora atrações para sua lista sobre o que fazer em Kilkenny.

Kilkenny Castle

O Kilkenny Castle é uma das principais atrações da cidade. Ele foi construído em 1195 e pertenceu à família Butler por mais de 500 anos.

Com o passar dos anos, a família passou a ter dificuldades para bancar os custos de manutenção dessa fortaleza e decidiu, então, vender o castelo pela bagatela de 50 libras. Isso mesmo!

O castelo foi vendido por esse valor simbólico para uma comissão de restauração. Entretanto, em 1967, o direito ao castelo foi transferido para o estado irlandês, que o abriu para visitas.

Butler Gallery

Reprodução: Famous Wonders

Canal ao lado do castelo de Kilkenny é um belo passeio na cidadezinha medieval. Reprodução: Famous Wonders

O castelo conta, também, com uma galeria de artes em seu interior, a Butler Gallery. Ela está aberta ao público sete dias por semana, durante todo o ano, e tem entrada gratuita. Além do acervo, o espaço oferece várias exposições ao longo do ano, focadas principalmente em arte contemporânea.

Outra coisa bem bacana para se fazer na cidade é uma caminhada pelo canal. O percurso começa ao lado do Kilkenny Castle, em um percurso repleto de belas paisagens e bem romântico.

Dunmore Cavern

A primeira menção da caverna de Dunmore remonta a um antigo poema da tríade irlandesa do século IX, no qual é descrita como “o lugar mais obscuro da Irlanda”.

Em 928 d.C., a caverna de Dunmore testemunhou o massacre de 1.000 mulheres e crianças nas mãos dos vikings. Eles saíram de Dublin a caminho de Waterford com o objetivo de atacar seus rivais.

Enquanto seguiam para o sul, foram atacando e destruindo o que viam pela frente. Quando chegaram à caverna Dunmore, descobriram que um grande número de pessoas (principalmente mulheres e crianças) se refugiava lá dentro e houve o massacre.

O local fica cerca de 11 km ao norte da cidade de Kilkenny e apenas a poucos passos da antiga cidade mineira de Castlecomer.

Brandon Hill

O Brandon Hill é o ponto mais alto do condado e facilmente um dos locais que você precisa colocar na lista sobre o que fazer em Kilkenny. A vista panorâmica é incrível em dias claros.

A caminhada, porém, é longa e pode levar entre 3 e 5 horas.

Jerpoint Abbey

Um dos pontos turísticos do condado, Jerpoint Abbey deve estar na sua lista do que fazer em Kilkenny. Foto: Divulgação

A abadia cisterciense foi fundada na segunda metade do século 12. Embora o Jerpoint Abbey esteja em ruínas, a igreja, que data de c. 1160-1200, ainda está relativamente intacta. Por lá, existem tumbas dos séculos 13 a 16.

Medieval Mile Museum

O Medieval Museum tem mais de 800 anos de história e está localizado em antigo prédio de Kilkenny. Foto: Divulgação

O museu medieval fica em uma igreja e cemitério do século 13, a St Mary. Dentro do museu, é possível ver um grande tesouro de artefatos que abrangem a vida da Irlanda ao longo de mais de 800 anos de história, além da própria história do condado.

O local precisa estar na sua lista sobre o que fazer em Kilkenny.

Black Abbey

Antigo mosteiro, The Black Abbey foi fundado em 1220 e hoje é aberto para culto público. Foto: Divulgação

A Black Abbey — abadia negra — foi fundada na década de 1220 e foi lar de um grupo de frades dominicanos. Algumas centenas de anos depois, o rei Henrique VIII confiscou o local e o converteu em um tribunal.

Depois de restaurado, foi reaberto para culto público no século XIX. Hoje, os visitantes da Black Abbey podem explorar os prédios antigos e conferir lajes sepulcrais, entalhes em pedra e esculturas.

Kytelers Inn

O prédio onde fica o Kytlers Inn é datado de 1263 e foi fundado por Alice de Kyteler — a primeira pessoa registrada a ser condenada por bruxaria na Irlanda. Ela se casou quatro vezes ao longo dos anos e acumulou uma fortuna.

No seu quarto casamento, com o marido rico mostrando sinais de estar doente, Alice mudou o testamento e suspeitas surgiram. A família apresentou acusações de bruxaria contra ela, que fugiu para a Inglaterra e se safou.

Medieval week

Kilkenny Arts Festival é dos vários festivais que acontecem no condado da Irlanda. Foto: Divulgação

Kilkenny é uma das cidades mais medievais da Irlanda. Isso é tão importante lá que é realizado, anualmente, um evento chamado Medieval Week. Ele conta com desfiles, workshops, tours e jogos. Além disso, a cidade é bem vibrante e sede de inúmeros festivais importantes na Irlanda, nas mais diversas áreas, como cinema, comida, cerveja e artes.

A cidade também é importante para os fãs de Hurling, esporte irlandês que se assemelha ao hóquei. Portanto, ao caminhar por suas ruas, prepare-se para ver inúmeras bandeiras do Kilkenny Cats, o idolatrado time da cidade.

Leia também: O que fazer na Irlanda: melhores cidades, roteiros e locais para visitar

Como chegar a Kilkenny

Reprodução: Wikipedia

Saindo de Dublin, é possível chegar até Kilkenny em 1h45 de ônibus ou trem. Reprodução: Wikipedia

Visitar a cidade de ônibus é uma das opções mais práticas e baratas, partindo da capital irlandesa. O percurso dura cerca de 1h45 minutos e há veículos saindo da rodoviária com várias opções de horário diariamente. Os bilhetes custam em torno de 20 euros, ida e volta.

Se preferir ir de carro, você pode seguir pelas vias E01, E20 e M9 — a viagem deve levar em torno de 1 hora e meia. Se você prefere ir de ônibus, pode pegar a linha 7 na rodoviária Busáras, em Dublin, e descer na Macdonagh Station, já em Kilkenny.

Outra opção é ir de trem. O percurso dura cerca de 1 hora e meia a partir da estação Heuston, em Dublin. Bilhetes de ida e volta para adultos custam em torno de 40 euros e estudantes pagam metade, desde que apresentem carteirinha válida.

Onde ficar em Kilkenny

Reprodução: Kilkenny Ormonde

Kilkenny é cheia de hotéis e hostels. Reprodução: Kilkenny Ormonde

Kilkenny conta com acomodações para todos os gostos e bolsos. Para quem quer gastar mais e ter mais conforto, é possível encontrar hotéis com diárias a partir de 45 euros por pessoa, em quarto duplo — esse é o caso do Kilkenny Ormonde Hotel, por exemplo, localizado no centro da cidade.

Também é possível encontrar pousadas com quartos individuais a 40 euros por noite, ou duplos por 70 euros. Para quem abre mão dos hotéis, as melhores opções são os hostels da cidade, onde é possível encontrar acomodações em quarto múltiplo a partir de 15 euros a diária.

Onde comer em Kilkenny

Reprodução: Restaau

Vale a pena conferir pubs e restaurante históricos de Kilkenny. Reprodução: Restaau

O que não falta em Kilkenny são boas opções de lugares para se saborear uma boa refeição. Um ponto popular na cidade é o Langton’s, restaurante e bar do hotel de mesmo nome, que desde 1938 é movido pela família Langton.

O espaço tem reputação elevada por servir ótima comida e oferecer um serviço de primeira. No restaurante, há menu especial para jantar por 22,50 euros, que inclui entrada, prato principal e chá ou café. Vale a pena conferir!

Para quem curte comida italiana, uma boa opção é o Ristorante Rinuccini. O local é comandado por uma família de Lazzio, na Itália, e serve pratos originais da cozinha italiana. Os preços para almoço ou jantar giram em torno de 24 euros para entrada e prato principal e 29 euros quando inclusa a sobremesa.

Veja também

Onde morar na Irlanda? Capital ou no Interior

Elizabeth Gonçalves, Jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há cinco anos e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar