Auxílio emergencial na Irlanda a contaminados pela Covid-19 segue até setembro

Auxílio emergencial na Irlanda a contaminados pela Covid-19 segue até setembro

Rubinho Vitti

1 semana atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O auxílio emergencial na Irlanda a pessoas que se contaminaram com a Covid-19 foi extendido até o fim de setembro de 2022. Segundo o Departamento de Proteção Social do país, pessoas que  provem estar positivadas com a doença e precisam se afastar do emprego podem aplicar ao Enhanced Illness Benefit (EIB) e receber o pagamento de 350 euros por semana.

De acordo com o órgão, geralmente uma semana é considerada tempo suficiente para recuperação e volta ao trabalho, mas, se houver agravamento, o beneficiado poderá ficar isolado por mais tempo e seguir recebendo o auxílio.

Até agora, já são €313 milhões de euros destinados ao EIB, referente ao suporte de 516 mil pessoas.

Auxílio emergencial na Irlanda: governo fechou programa para novos beneficiados

Auxílio Emergencial na Irlanda para pessoas que perderam o emprego foi fechado a novos beneficiados. Foto: Unsplash

O governo irlandês deixou de pagar o Pandemic Unemployment Payment (PUP), auxílio emergencial na Irlanda, após a uma reabertura abrangente do país em relação às restrições da Covid-19.

O auxílio emergencial a pessoas desempregadas por conta do novo coronavírus foi fechado para novas inscrições no sábado, 22 de janeiro. Além disso, a agenda de pagamentos dos que ainda estavam recebendo já terminou.

Os beneficiários de PUP foram transferidos para o pagamento do auxílio desemprego regular, caso estivessem qualificados.

Como funcionou o auxílio emergencial na Irlanda?

O auxílio emergencial na Irlanda — PUP (Pandemic Unemployment Payment) — durou entre março de 2020 e março de 2022. Logo no início do programa, eram pagos 350 euroos por semana para pessoas que perderam o emprego por causa da pandemia ou foram afastados.

Ele começou a ser diminuído gradualmente em 2021, quando estudantes pararam de receber os pagamentos e trabalhadores desempregados que continaram recebendo o auxílio emergencial tiveram os valores diminuídos parcialmente até o fim do auxílio.

Leia também: Auxílio emergencial: Irlanda muda regras de cobrança de impostos em 2021

Departamento segue em busca de fraudes

O Departamento de Social Welfare tem executado verificações em pagamentos como os dados em relação aos registros de receita, examinando casos em que a mesma conta bancária é usada várias vezes ou casos em que um empregador ou membros do público denunciam.

Este trabalho é realizado pela Unidade de Investigação Especial do Departamento, que inclui mais de 20 Gardaí (policiais) destacados para o Departamento.

Os investigadores já descobriram 19,8 milhões de euros em auílio emergencial na Irlanda indevidamente declarados, com 13.000 pagamentos indevidos até o momento.

Leia também: Lockdown na Irlanda: governo aprova plano de reabertura até agosto

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar