Quais as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda

Quais as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda

E-Dublin Press

1 semana atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Se sua dúvida é quais são as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda, você veio ao lugar certo.

A Irlanda é um país que apresenta muitas vantagens para quem pensa em fazer um intercâmbio, como facilidade de visto, possibilidade de procurar um trabalho de meio período e uma população, em grande parte, acolhedora.

Mas como muita gente tem dúvida na hora de escolher o destino dentro do país, selecionamos as principais cidades para quem pretende fazer intercâmbio na Irlanda. Afinal, qual seria a melhor alternativa?

Toda vivacidade da capital Dublin ou uma cidadezinha pacata no interior? Qual o seu foco? O mercado profissional das grandes cidades ou a tranquilidade de explorar as belezas naturais irlandesas, enquanto aprimora o idioma?

Vamos entender, juntos, todas essas questões e desvendar as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda.

Leia também: Intercâmbio na Irlanda: o guia definitivo

Diferenças entre viver na capital ou no interior da Irlanda

Entre as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda, estão aquelas que não se limitam aos grandes centros. Foto: Altezza | Dreamstime.com

As opções são  inúmeras na Irlanda — e não se limitam aos grandes centros. Uma das maiores vantagens das cidades do interior está no custo de vida, que é bem mais em conta que o da capital.

Dependendo da cidade que você escolher, o preço do aluguel de um apartamento inteiro pode ser o mesmo que você pagaria por uma vaga em um quarto em Dublin — claro que tudo depende da qualidade da acomodação, mas é possível encontrar oportunidades com custos menores.

Por isso, as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda podem estar longe da capital e vão surpreender você.

Leia também: Quanto custa um intercâmbio na Irlanda de 1 mês, 1 ano e 2 anos?

Contato com nativos auxilia no aprendizado do inglês

Outra grande vantagem das cidades mais afastadas dos grandes centros é a circulação menor de estrangeiros. Os brasileiros estão em todos os lugares, mas saiba que, no interior, essa situação já é bem diferente.

Apesar do número menor de escolas, existem opções com menos de 20% de brasileiros entre os alunos.

Aproveite, também, para interagir com os locais e praticar o inglês. Os irlandeses adoram uma conversa — é só você dar corda que perceberá como eles adoram puxar um assunto. Dependendo do seu destino, isso pode ficar ainda mais evidente, com aquela sensação de cidade pequena, onde todos parecem se conhecer.

Apesar de menores, as cidades têm uma boa infraestrutura, com tudo o que você precisará — supermercados, lojas, cinemas, baladas, restaurantes e, claro, muitos pubs.

Leia também: Intercâmbio na Irlanda para estudar, trabalhar e viajar

Quais as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda

Bom, depois de toda essa introdução, vamos elencar 11 entre as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda.

Vamos lá?

1. Intercâmbio na capital Dublin

Localizada privilegiadamente na costa leste do país, Dublin está entre as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda. Afinal, é a maior cidade do país e uma das mais antigas da Europa — muitos a consideram uma das capitais mais agradáveis do continente.

A cidade é cercada por montanhas e tem fácil acesso a outras localidades da Europa, como Paris e Londres, por meio das companhias aéreas de baixo custo.

Para os turistas, a cidade oferece muitas facilidades e atrações, como a St. Patrick’s Cathedral, a tradicional fábrica da cerveja Guinness, o Dublin Castle e a antiga prisão Kilmainham Gaol, entra outras.

2. A charmosa Kilkenny

Estudar em Kilkenny, na Irlanda, é uma opção para quem quer viver no interior do país. Foto: Daniel M. Cisilino/Dreamstime.com

Kilkenny é um dos destinos preferidos dos brasileiros, principalmente por conta do Kilkenny Castle, que enche os olhos de qualquer um. A cidade turística, principalmente no verão irlandês, traz muitos encantos, incluindo uma escola de inglês.

Fora do roteiro tradicional, estudar em Kilkenny significa viver em uma das melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda, com maior diversidade e colegas de outras partes do globo. Praticamente zero português. O destino é bem popular para professores que vêm de outros países a fim de aprimorar as técnicas em lecionar a língua inglesa.

Leia também: O que fazer em Kilkenny, a cidade mais medieval da Irlanda

3. Oportunidade de trabalho em multinacionais em Cork

A segunda mais importante cidade da Ilha não poderia ficar de fora da lista das melhores cidades para se fazer intercâmbio na Irlanda.

Cork apresenta uma infraestrutura completa de lojas, restaurantes e cafés, além de ter ótima mobilidade, o que é excelente para os intercambistas que escolhem a cidade como destino. Localizada nos pântanos às margens do rio Lee, Cork também é ideal para quem tem interesse pelas oportunidades de trabalho.

A cidade atrai investimentos de multinacionais e conta com importantes instituições de ensino. Além disso, mesmo sendo no interior, os intercambistas encontram na cidade uma noite agitada, com baladas que duram até tarde e pubs com músicas de diferentes estilos.

Outros pontos turísticos são: o Cork Butter Museum, que conta a história da manteiga, um grande produto de exportação da Irlanda; St. Ann’s Church, igreja de 1722; e o International Museum of Wine. Também é incrível conhecer as populares cidadezinhas históricas da região de Cork, como a charmosa Cobh.

Leia também: O que fazer em Cork, na Irlanda

4. Intercâmbio à beira do mar: Bray

A cidade costeira fica localizada no condado de Wicklow e tem fronteira com Dublin. Bray é pequena, possibilitando que os intercambistas e visitantes conheçam bastante o lugar, que conta com muitos festivais e atividades para entreter quem está por lá.

Além disso, a cidade tem paisagens e cenários históricos e um centro bem agitado. Outros locais turísticos para conhecer em Bray são: o teatro Mermaid County Wicklow Arts Centre; as montanhas em Bray Head e o Bray to Greystones Cliff Walk, que oferece lindas paisagens e trilhas para caminhadas.

Outra vantagem de fazer intercâmbio em Bray é continuar perto de Dublin. Com o Dart, chega-se à capital em pouco mais de 40 minutos. Há, ainda, a opção de ônibus, ou seja, transitar entre as duas cidades é bem fácil. As opões de escolas têm crescido nos últimos anos.

Então, além das facilidades que a cidade praiana oferece, você terá mais escolas para escolher. Por tudo isso, Bray se destaca entre as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda.

Leia também: O que fazer em Bray: a cidade praiana de Wicklow, na Irlanda

5. Intercâmbio na cidade universitária: Galway

Galway é uma das melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda. Foto: Lisandrotrarbach | Dreamstime.com

Localizada no interior da Irlanda, essa cidade de praia, banhada pelo oceano Atlântico e cortada pelo rio Corrib, oferece tudo o que a cultura irlandesa tem de melhor.

É a quarta maior cidade do país e a maior de sua província. A cidade é colorida, tranquila e muito agradável. Por ser uma cidade compacta, é tranquilo explorar lugares turísticos, lojas e pubs.

A cidade também é um polo universitário Irlandês, atraindo jovens e estudantes, que tornam Galway vibrante e alegre. Além disso, abriga o maior festival de artes da Irlanda.

Outros pontos turísticos são: o Wild Atlantic Way, que oferece passeios com lindas paisagens e atividades ao ar livre; e o Connemara National Park, um parque que tem muita natureza.

Leia também: Galway: Saiba tudo sobre uma das principais cidades da Irlanda

6. Intercâmbio no interior e com história: Limerick

Nem todo mundo acha que Limerick poderia entrar na lista das melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda. Mas vamos explicar o motivo.

A cidade se encontra na região centro-oeste da Irlanda, no estuário do rio Shannon, na província de Munster. Limerick é um polo estudantil e um centro econômico bem movimentado. Por isso, tornou-se um destino recomendado para os estudantes que buscam uma cidade com as chances de conseguir um emprego mais rápido, pois há menos concorrência na cidade pequena.

Você também encontrará diversos bares, além de cervejarias, castelos e museus.

7. Inglês com esportes náuticos: Dun Laoghaire

Pode-se dizer que Dun Laoghaire é um refúgio em meio ao agito da vida moderna. Afinal, por lá, você pode aproveitar para passear pelo píer, que data de 1817, enquanto admira a paisagem local num fim de tarde.

Além da vantagem de se morar pertinho do mar, você pode curtir as diversas lojas e comércio locais ou, então, aproveitar os aconchegantes cafés das ruas tranquilas de Dun Laoghaire. Opções não faltam, já que a cidade conta com cerca de 220 lojas, cafés, restaurantes e pubs, todos localizados a menos de 10 minutos um do outro.

Entre as atividades regulares que vêm atraindo bastante a atenção de turistas, estão os passeios de barco pela baía de Dublin, cujo roteiro inclui o centro de Dublin, Howth e a ilha de Dalkey.

Já para quem curte esportes aquáticos, Dun Laoghaire é um dos destaques na Irlanda. Entre as principais atividades, está o stand up paddle boarding, uma das mais populares atividades esportivas da região. Esse “primo do surf” consiste em ficar de pé numa prancha e utilizar o remo para se mover na água. Apesar do esforço físico, o esporte é recomendado para pessoas de todas as idades e níveis de habilidade. Por lá, também estão disponíveis aulas de kitesurf e wakeboard.

A região é também um polo potencial para a prática profissional do esporte náutico. Um projeto chamado National Watersport Centre prevê tornar o complexo aquático local ainda mais expressivo e uma referência no país.

8. Inglês com poesia em Sligo

A fórmula da cidade de Sligo une inglês e poesia. Só por isso ela já se encaixa entre as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda.

Cidade natal de um dos escritores mais aclamados do país, W.B. Yeats, Sligo também é um destino que bomba no verão. E isso não se dá à toa. Afinal, o condado onde está localizada é considerado um dos mais bonitos da Ilha Esmeralda, cujas belezas naturais incluem praias e montanhas.

Se você gosta de burburinho e muita cultura, aconselho explorar as opções de cursos de inglês em Sligo.

9. Cultura e tradição irlandesa em Ennis

Ennis é um dos destinos mais tradicionais para estudantes de inglês na Ilha, principalmente para os provenientes de outros países da própria Europa.

A cidade, localizada no condado de Co. Clare, faz parte do roteiro de estudantes, principalmente vindos da Espanha. Então, se você é daqueles que procuram fugir dos conterrâneos, Ennis pode ser uma boa escolha.

A cidade é pequena, mas fica pertinho dos principais atrativos da região. Cliffs of Moher, o Aeroporto de Shannon, Drumoland Castle e Bunrraty Castle ficam há menos de 40 minutos da cidade, o que garante bons passeios e muito a explorar.

Ennis também faz parte do roteiro musical do interior, com uma agenda fervorosa de música tradicional. Aliás, estudar nessa região do país fará com que você conheça a cultura irlandesa bem de perto.

10. Inglês e surf em Bundoran

Um dos principais atrativos de se estudar em Bundoran, além do surf, claro, é o custo de vida. Comparando-se a destinos mais populares como Dublin, Cork e Galway, as cidades do interior proporcionam aluguel bem inferior, e Bundoran é a prova disso. Enquanto, em Dublin, a média de aluguel mensal pode chegar a 1.290,00 euros, por aqui, você tem um apartamento todinho seu por menos de 500 euros.

Gosta de caminhar? Você encontrou o destino perfeito, pois conseguirá fazer tudo caminhando tranquilamente. O salário mínimo do país sempre é aplicado a todos os empregos. Então, no final das contas, sobra mais dinheiro no seu bolso. Por isso, esse é o tópico que encabeça nossa lista de razões para você escolher Bundoran como a sua cidade de destino. Saiba mais sobre o custo de vida em Bundoran clicando aqui.

Segurança é outro ponto que não podemos deixar de mencionar. Esqueça aqueles casos de roubos de bike ou gangs que arrebatam celulares nas ruas. Isso não é uma realidade em uma cidade onde praticamente todos se conhecem. Paraíso do surf, é comum, por exemplo, observar os surfistas deixando seus carros com as chaves em cima do pneu para ir surfar ou suas bicicletas sem nenhum tipo de cadeado.

Para quem privilegia a imersão total, Bundoran também sai na frente no quesito poucos brasileiros. É possível contar nos dedos. Não quer encontrar alguém que fale sua língua e prefere não ter amigos com quem compartilhar a mesma experiência? Esse é o lugar. Afinal, mudou toda a sua vida para praticar o inglês, e não o português, não é mesmo? Vejo muitas pessoas repensando sobre vir para a Irlanda por conta da quantidade de brasileiros, mas isso não é uma realidade em destinos como o interior da Irlanda. Então, fica a dica: venha para Bundoran!

11. Waterford

A cidade portuária de Waterford está entre as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda. Foto: Madrugadaverde | Dreamstime.com

Para começar, Waterford é uma das cidades fundadas pelos Vikings e é a quinta maior cidade do país, localizada a cerca de duas horas de Dublin e Cork. Como pode imaginar, essa cidade portuária tem muito pouco ar de cidadezinha do interior. Waterford nos apresenta uma vida cultural intensa, tem um porto que funciona o ano inteiro, história que linca com os Kennedys e um centro comercial que vale a pena explorar num fim de tarde sem pressa. Ou seja, tem muito a se fazer por lá.

Waterford também é uma das cidades mais receptivas e jovens, dada a sua característica de cidade universitária. Shoppings, restaurantes, pubs e diversos festivais fazem parte do cotidiano da cidade. Por ser pequena, dispensa-se a necessidade de carro, e muitas de suas atrações podem ser visitadas numa boa caminhada.

Sabe aqueles destinos que surpreendem justamente pela baixa perspectiva que se tem sobre ele? Assim é Waterford. Os intercambistas podem e devem escolher a cidade para passear e passar alguns dias ou para uma boa temporada de intercâmbio.

Além do mais, os moradores de Waterford são muito educados e abertos a estrangeiros. Sem falar que o custo de vida é bem acessível em comparação a outras cidades da Irlanda.

Leia também: Waterford é eleito o melhor lugar para viver na Irlanda

Que tal se preparar para morar nas melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda?

Bom, agora que você já está por dentro das melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda, que tal contar com uma ajudinha nossa para entrar de cabeça nesse sonho de morar na Ilha?

Solicite seu orçamento de intercâmbio na Irlanda com os parceiros do E-Dublin e comece já a se programar para embarcar!

Além disso, o E-Dublin preparou o e-book Como planejar seu Intercâmbio – Irlanda, que tem todas as informações necessárias para quem deseja estudar e trabalhar no país.

Veja também

Ensino superior na Irlanda: Por onde começar?

E-Dublin Press, Este artigo é de autoria da assessoria de imprensa do E-Dublin. Ele foi elaborado com o objetivo de agregar conteúdos relevantes e curiosidades sobre a Irlanda e viagens ao nosso site. Para mais informações, escreva para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

  • Como fazer High School nos EUA?

    Destinos de Intercâmbio

    Como fazer High School nos EUA?

    Apesar de ser realidade de uma pequena parcela da população brasileira, fazer...

    Wéverton Rodrigues

    1 semana atrás

    Como fazer High School nos EUA?
  • Dublin, Irlanda: saiba tudo sobre a capital da Ilha Esmeralda

    Destinos de Intercâmbio

    Dublin, Irlanda: saiba tudo sobre a capital da Ilha Esmeralda

    Dublin é uma das cidades mais amigáveis do mundo. Colorida, animada e parte...

    Ana Carolina Brunelli

    1 semana atrás

    Dublin, Irlanda: saiba tudo sobre a capital da Ilha Esmeralda

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar