Irlanda e Rússia: países entram em tensão após expulsão de diplomatas

Irlanda e Rússia: países entram em tensão após expulsão de diplomatas

Rubinho Vitti

3 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A Rússia reagiu após a expulsão de diplomatas russos de Dublin pelo governo da Irlanda, na semana passada. Nesta quinta-feira, 7 de abril, foi a vez do governo russo expulsar diplomatas irlandeses de Moscou.

A crise entre os países começou quando em 29 de março, a Irlanda expulsou quatro diplomatas russos suspeitos de serem espiões militares envolvidos na coleta de informações.

O primeiro-ministro irlandês (Taoiseach) Micheál Martin anunciou a expulsão da Embaixada da Rússia, que fica na Orwell Road, Dublin.

O governo russo respondeu à atitude convidando dois diplomatas irlandeses a se retirarem da Embaixada da Irlanda, em Moscou.

Dois diplomatas irlandeses expulsos da Rússia

De acordo com o jornal Irish Times, o embaixador irlandês na Rússia, Brian McElduff, foi convocado pelo Ministério das Relações Exteriores da Rússia para ser informado da expulsão.

Em nota, o Departamento de Relações Exteriores disse que não há justificativa para a adoção desta medida. “O staff da Embaixada da Irlanda em Moscou não tem, nem exerce, quaisquer deveres ou funções incompatíveis com o seu estatuto diplomático”, afirma o departamento

A decisão, segundo a Pasta, deixou a Embaixada da Irlanda em Moscou ainda menor, o que “reduzirá significativamente nossa capacidade de fornecer serviços aos nossos cidadãos na Rússia e manter canais diplomáticos de comunicação com a Federação Russa”.

Crise entre Rússia e Irlanda

Desde o início da Guerra na Ucrânia, a Irlanda tem se posicionado firme nas críticas e sanções contra a Rússia. Recentemente, em conferência com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, Martin reforçou críticas ao governo russo e apoio à Ucrânia. Deputados irlandeses chegaram a pedir a extradição do próprio embaixador russo da Irlanda.

Os cidadãos irlandeses também têm se posicionado nas ruas. Recentemente, um carro chegou a destruir o portão da Embaixada da Rússia em Dublin. A Rússia pediu que o governo irlandês pedisse desculpas formais pelo episódio.

Empresas de combustível também estão negando ser fornecedores da Embaixada.

Antes mesmo da guerra, a Irlanda havia criticado os russos por treinamentos militares em área marítima internacional, próxima de terras irlandesas.

Foto de capa: Pixabay

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar