Vistos para brasileiros na Irlanda durante a pandemia (atualizada)

Vistos para brasileiros na Irlanda durante a pandemia (atualizada)

Rubinho Vitti

4 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

As dúvidas sobre como está a situação dos vistos para brasileiros na Irlanda durante a pandemia da Covid-19 são muitas, já que o país tem alterado as regras frequentemente desde março de 2020.

Desde 20 de setembro de 2021, escolas de inglês do país podem aceitar novos alunos estrangeiros. Isso acontece depois de mais de um ano e meio de interrupção na autorização da entrada de estudantes de inglês estrangeiros no país.

Outras mudanças já ocorreram ao longo do ano. Desde junho, quem sai do Brasil, por exemplo, não precisa mais solicitar um visto online antes de embarcar com destino à Irlanda.

Mas, ao chegar ao país, o viajante precisa provar que está cumprindo todas as exigências atuais de viagem e seguir as orientações necessárias com documentos exigidos para que a entrada seja liberada.

Vistos de curta duração e longa duração também estão liberados para todos os propósitos.

Desde 25 de setembro, a Irlanda deixou de exigir quarentena obrigatória em hotéis a países designados. As regras de viagem também foram facilitadas, recentemente.

Como surgiram muitas dúvidas a respeito deste assunto, reunimos as principais delas para esclarecemos a atual situação de vistos para brasileiros na Irlanda durante a pandemia do novo coronavírus.

Para isso, utilizando documentos oficiais e o contato com autoridades.

Posso viajar para a Irlanda como estudante de inglês?

Visto de estudante na Irlanda está liberado para intercambistas. Foto: Green Chameleon/ Unsplash

Sim!  A notícia mais aguardada por brasileiros que querem fazer intercâmbio na Irlanda chegou. Desde 20 de setembro, escolas de inglês do país poderão aceitar novos alunos estrangeiros.

Isso acontece depois de mais de um ano e meio de interrupção na autorização da entrada de estudantes de inglês estrangeiros no país.

O escritório de imigração irlandês, que até então estava emitindo vistos apenas para estudantes estrangeiros universitários, agora poderá novamente emitir o “Stamp 2” (visto de estudante) àqueles que fecharem programas de intercâmbio para estudo de inglês de longa – como o programa de oito meses de permanência no país com possibilidade de trabalho.

Apesar da possibilidade de volta dos estudantes às escolas de inglês na Irlanda, ainda é preciso seguir as regras de viagem ainda presentes no país.

Como tirar o visto de estudante ao chegar no país?

Imigrantes que estão atualmente em Dublin e ainda não conseguiram emitir o IRP (Irish Residence Permit) já podem entrar em contato por uma linha de telefone gratuita para agendar um horário no escritório de imigração Burgh Quay.

Freephone (1800 741741) está disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, com operadores disponíveis para fazer o agendamento, reagendar ou cancelar um horário.

Antes de entrar em contato, tenha em mãos detalhes do seu passaporte, endereço de e-mail, telefone e outras informações relevantes.

Pessoas que estão em outros condados devem fazer a apliação online, no site da imigração.

Posso viajar para a Irlanda como turista?

Brasileiros não precisam mais aplicar para visto online antes de embarcar para a Irlanda. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Sim! A entrada de turistas na Irlanda está liberada. No entanto, é preciso seguir as regras de viagem.

Regras de viagem para entrar na Irlanda

  • passageiros que provem imunização contra a Covid-19 (recuperação ou ciclo completo da vacinação – duas doses ou dose única) não vão precisar apresentar testes antígeno ou PCR para embarcar ao país.
  • passageiros que não provem estar vacinados ou recuperados da doença, vão precisar de um teste PCR negativo para a Covid-19 feito em laboratório até 72 horas antes da chegada.

Leia mais aqui!

Preciso tirar o visto de estudante online antes de embarcar para a Irlanda?

Não. Desde 15 de junho de 2021, a Irlanda retirou o Brasil da lista de nações de onde é preciso aplicar para um visto antes mesmo de embarcar para a Irlanda.

Agora, quem sai do Brasil, por exemplo para estudar na Irlanda, não precisa mais solicitar um visto online antes de embarcar. Ao chegar ao país, no entanto, o estudante vai precisar provar que está cumprindo todas as exigências atuais de viagem e apresentar documentos que mostrem quais são as intenções para que a entrada seja liberada.

Segundo o INIS, “pessoas que não preenchem as condições de entrada ou pessoas que anteriormente estiveram ilegalmente presentes no Estado, ou que de outra forma não cumpriram os requisitos de imigração irlandesa, correm o risco de serem impedidas de entrar no Estado”.

Como está a situação da comprovação financeira para estudantes brasileiros?

Entre 27 de janeiro e 15 de junho de 2021, quando o Brasil estava na lista de nações em que seus cidadãos não poderiam entrar na Irlanda sem algum tipo de visto válido, o valor de comprovação financeira para estudantes havia mudado de € 3.000 para € 7.000 como parte do pedido de visto.

Desde 15 de junho, no entanto, o Brasil saiu dessa lista e a comprovação financeira voltou a ser de € 3.000 para estudantes matriculados em um programa com duração de mais de seis meses, como é o caso de estudantes de terceiro nível (universitários) e de inglês (8 meses de visto).

Se a duração do curso for inferior a 6 meses, a comprovação deve ser de € 500 por mês de estadia.

Outras informações estão disponíveis no site da Citizens Information e do INIS, órgão de imigração do Departamento de Justiça irlandês, em textos que informam sobre regras de imigração a estudantes.

Posso aplicar para o visto se eu conseguir uma autorização para trabalhar na Irlanda?

Sim! Com a Critical Skills Employment Permit expedida pelo Department of Enterprise, Trade and Employment será possível viajar para a Irlanda e aplicar para o visto no país.

E no caso se o motivo for reunificação familiar?

Sim! Agora, pessoas que provem a necessidade de reunificação familiar poderão entrar na Irlanda para aplicar para vistos de acordo com a categoria que se enquadra a família.

O governo aceita vistos como o “De Facto”, para parceiros de cidadãos irlandeses ou de estrangeiros que possuem visto de trabalho nas chamadas habilidades críticas (“critical skills”).

Lembrando que ao entrar na Irlanda, o familiar terá as documentações analisadas pelo oficial da imigração. Os documentos precisam demonstrar as razões para que a viagem seja considerada essencial. O caso de reunificação familiar se encaixa nesse quesito (veja mais abaixo).

Indicamos ao leitor acompanhar o perfil Family Union is Essential, no Instagram, que traz notícias atualizadas sobre o tema.

Tenho visto de estudante, mas vai vencer em breve. Posso entrar na Irlanda?

Sim. Brasileiros com vistos válidos podem entrar na Irlanda. A renovação do visto, porém, deve ser feita estando na Irlanda. É possível fazer a renovação online pelo site da imigração.

Se você viajar do Brasil para a Irlanda com o visto vencido, deverá apresentar provas de que poderá aplicar para um visto que está sendo emitido pelo país dependendo da categoria.

Estou na Irlanda sem visto, posso tirar minha primeira via?

Sim! O Escritório de Imigração de Dublin, em Burgh Quay, está aberto. No entanto, quem está em Dublin deve fazer o agendamento por telefone, como explicado acima.

As inscrições fora da área de Dublin são processadas pelo Garda National Immigration Bureau (GNIB) através da rede da estação Garda que podem ser encontradas neste link. O agendamento pode ser feito online.

Estou na Irlanda e meu visto venceu, mas o governo estendeu as permissões de residência no país. Até quando posso ficar?

A Ministra da Justiça, Helen McEntee TD, anunciou mais uma prorrogação temporária nas permissões de residência (Irish Residence Permit — IRP) a imigrantes na Irlanda.

A prorrogação anterior aconteceu há cerca de três meses e foi considerada a última, valendo até 15 de janeiro de 2022.

Agora, com a nova extensão, imigrantes que estão na Irlanda e têm permissões para vencer entre 15 de janeiro e 31 de maio de 2022, ou que estão com suas permissões estendidas de acordo com avisos anteriores do Departamento de Justiça, poderão permanecer no país até 31 de maio de 2022.

Oito prorrogações temporárias já foram aplicadas na Irlanda desde que a pandemia da Covid-19 começou.

Leia também: Conselho pede revisão de termos de extensão de visto para estudantes de inglês na Irlanda

Estou na Irlanda com a extensão de visto temporária. Posso viajar?

Vai depender do tipo de visto que você tenha. As extensão das permissões para permanecer na Irlanda  servem para que o imigrante que não tem como voltar para o país dele ou sinta dificuldade para isso possa permanecer no país.

Ao sair da Irlanda, você não terá um visto válido para poder voltar.

Estou no Brasil e tenho IRP, posso voltar para a Irlanda?

Sim! Brasileiros que possuem algum tipo de visto (já aprovado e expedido) e o IRP (Irish Residence Permit) têm autorização de voltar à Irlanda.

Eles deverão seguir todas as regras de viagens.

Vou precisar fazer quarentena em um hotel ao chegar à Irlanda saindo do Brasil?

Desde 25 de setembro, a Irlanda deixou de exigir quarentena obrigatória em hotéis a países designados.

Quando as coisas vão voltar ao normal?

O primeiro-ministro irlandês (Taoiseach), Micheál Martin, anunciou que a maioria das restrições causadas pela Covid-19 no país foram retiradas neste sábado, 22 de janeiro de 2022. Leia mais aqui.

A vacina na Irlanda também está cada vez mais avançada, com mais de 90% dos adultos já imunizados.

Como dar o primeiro passo para o intercâmbio na Irlanda?

Agora que você já sabe como está a situação de visto para brasileiros durante a pandemia da Covid-19 na Irlanda, que tal se preparar para o próximo passo?

Solicite um orçamento completo de um intercâmbio de estudo e trabalho aqui no edublin e comece a planejar a sua viagem à Irlanda!

***

Ficou com mais alguma dúvida? Encaminhe para nós: [email protected].

Foto de capa: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Veja também

Tudo sobre vistos na Irlanda: guia completo (2022)

Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar